1994 no desporto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ano: 1994
Arte
Ciência
Cinema
Desporto
Jogos eletrônicos
Jornalismo
Literatura
Música
Rádio
Religião
Vida social
Teatro
Televisão

Agenda[editar | editar código-fonte]

Atletismo[editar | editar código-fonte]

Automobilismo[editar | editar código-fonte]

  • 15 de Janeiro - Orioli e Lartigue vencem o Rali Dakar-Paris.
  • 18 de Janeiro - Christian Fittipaldi fecha acordo com a Footwork para a temporada de 1994.[1]
  • 25 de Março - Ayrton Senna é mais rápido no primeiro treino classificatório do GP do Brasil de Fórmula 1.
  • 26 de Março - Senna melhora o tempo e larga na pole position no GP do Brasil.
  • 27 de Março - Michael Schumacher vence o GP do Brasil, Rubens Barrichello termina em 4º lugar, Senna e Christian Fittipaldi abandonaram a prova. A prova foi marcada pelo triplo acidente na 36ª volta, na reta Oposta. O norte-irlandês Eddie Irvine da Jordan envolveu o holandês Jos Verstappen da Benetton, o francês Eric Bernard da Ligier e o inglês Martin Brundle da McLaren. A direção prova culpou Irvine, que estará suspenso no GP do Pacífico.[2]
  •   4 de Março - O finlandês Juha Kankunnen vence o Rali de Portugal.
  •   6 de Abril - A Ferrari informa que Jean Alesi não vai pilotar no GP do Pacífico. O francês sofreu um grave acidente no dia 30 de Março nos treinos com sua Ferrari em Mugello. Para a prova em Aida, o italiano Nicola Larini, piloto de testes da equipe, é convocado para pilotar o carro número 27.[3]
  •   7 de Abril - A FIA aumenta a supensão de Eddie Irvine. O piloto da Jordan, que não pilotará no GP do Pacífico, estará ausente também nos GPs: San Marino e Mônaco. Irvine retorna na Espanha.[4]
  • 12 de Abril - Aguri Suzuki pilotará o Jordan nº 15 do suspenso Eddie Irvine no GP do Pacífico.[5]
  • 16 de Abril - Sem ser ameaçado no segundo treino classificatório, Senna larga na pole no GP do Pacífico.
  • 17 de Abril - Schumacher vence o GP do Pacífico e Barrichello termina em 3º, seu primeiro pódio na carreira e também é o primeiro pódio de um piloto da Jordan, Christian é 4º e Senna abandona a prova prematuramente. A corrida de Senna resumiu-se apenas à curva 1, depois que foi tirado da pista pela McLaren do finlandês Mika Häkkinen, e abandonou logo depois de ter o carro atingido pela Ferrari de Nicola Larini.
  • 22 de Abril - Para os GPs de San Marino e Mônaco, a Jordan confirma Andrea de Cesaris na vaga do suspenso Irvine.[6]
  • 29 de Abril - Senna é o mais rápido no primeiro treino classificatório para o GP de San Marino, mas a sessão foi marcada pelo forte acidente de Rubens Barrichello. O acidente de Barrichello aconteceu na entrada da Variante Baixa. O brasileiro da Jordan não pilotará no segundo dia de treinamento e a prova de domingo.[7]
  • 30 de Abril - O austríaco Roland Ratzenberger bate forte com seu Simtek no muro da curva Villeneuve no segundo treino classificatório. Com o choque, Ratzenberger teve fraturas múltiplas no crânio e no pescoço. Abalado com o acidente do colega de profissão, Senna desiste de treinar e o mesmo faz Benetton e Sauber. O tempo do brasileiro da Williams não é superado e ele garante a 65ª (e última) pole de sua carreira.[8]
  •   1º de Maio - Michael Schumacher vence o GP de San Marino, com Nicola Larini em 2º lugar (seu único pódio na carreira) e Mika Hakkinen em 3º lugar. O piloto brasileiro Ayrton Senna da Williams bate forte na curva Tamburello e falece ao sofrer um grave acidente no início do GP de San Marino. Na parte final da prova, um pneu traseiro direito mal fixado na Minardi de Michele Alboreto se solta quando ele saía dos boxes e acerta seis pessoas: três mecânicos da Ferrari, um da Lotus, um da Benetton e um comissário.[9]
  • 12 de Maio - O austríaco Karl Wendlinger bate forte nos treinos livres do GP de Mônaco. O Sauber nº 29 do piloto bate forte no guard rail do circuito de Mônaco a 240 km/h. Piloto entrou em coma.[10] No primeiro treino classificatório, Schumacher é o mais rápido.[11]
  • 14 de Maio - Schumacher melhora seu tempo no segundo treino classificatório e pela primeira vez na carreira larga na pole do GP de Mônaco.[12]
  • 15 de Maio - Schumacher vence o GP de Mônaco, Martin Brundle é 2º, Gerhard Berger em 3º e Michele Alboreto em 6º lugar marcando um ponto, o último na carreira do piloto milanês. É a primeira prova do campeonato sem Ayrton Senna.
  • 15 de Maio - O norte-americano Al Unser Jr vence pela segunda vez as 500 Milhas de Indianápolis e o estreante na classe, o canadense Jacques Villeneuve termina em 2º lugar na tradicional prova.
  • 26 de Maio - O escocês David Coulthard é oficializado como piloto titular na Williams. Ele vai conduzir o carro número 2.[13]
  • 27 de Maio - Andrea de Cesaris substituirá Karl Wendlinger no GP do Canadá.[14]
  • 28 de Junho - Para recuperar a credibilidade e o espetáculo da Fórmula 1, Nigel Mansell confirma que vai conduzir o Williams número 2 no GP da França. O anúncio foi feito em uma concorrida entrevista coletiva em Brands Hatch, onde o campeão da F-1 de 1992 testou o carro. Ele foi liberado por sua equipe na Fórmula Indy, a Newman Haas, para essa prova na França. Mansell tem nove provas para cumprir a temporada de 1994 da Fórmula Indy e negocia com Frank Williams para atuar as provas finais da F-1. Com o retorno de Il Leone, David Coulthard retorna à piloto de testes no time de Didcot.[15]
  • 10 de Julho - O inglês Damon Hill vence o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone. Em oito atuações na famosa pista, seu pai Graham jamais venceu.
  • 31 de Julho - O austríaco Gerhard Berger vence o GP da Alemanha e acaba com o jejum de vitórias de 3 anos e 9 meses da Ferrari.[16] O pódio foi completado com os franceses da Ligier: 2º de Olivier Panis (primeiro pódio na categoria) e 3º de Eric Bernard (único na carreira). A prova ficou marcada pelo acidente envolvendo 10 carros após a largada.[17]
  • 28 de Agosto - Rubens Barrichello larga na pole no GP da Bélgica. É a primeira pole do piloto na carreira, assim também como a primeira pole de um piloto da Jordan na categoria.
  • 11 de Setembro - Jacques Villeneuve vence as 200 Milhas de Road America, a sua primeira vitória na categoria e Al Unser termina em 2º, sendo campeão da temporada com duas provas de antecedência. É o segundo (e último) título de Little Al na classe.[18]
  • 13 de Novembro - Michael Schumacher é campeão do mundo na Fórmula 1 pela primeira vez. Ele se tornou o primeiro alemão a conquistar o título do Mundial de Pilotos da F-1, porém ficou maculada. Na 36ª volta, Schumacher liderava a corrida perseguido pelo seu desafiante Damon Hill. O alemão da Benetton cometeu um erro e saiu da pista, se chocando contra o muro de proteção. Conseguiu voltar, mas com o carro praticamente arruinado. Ao perceber que seria ultrapassado na curva seguinte, o alemão jogou seu carro no Williams do inglês e aconteceu o toque. Com o carro comprometido, Schumacher abandonou o carro e a prova e Hill continuou na pista, mas sentiu que sua suspensão estava avariada. Assim que chegou aos boxes, os mecânicos da Williams tentaram resolver o problema, mas com a suspensão comprometida, não havia outra solução imediata para que o inglês pudesse retornar ao circuito e terminar a prova para marcar 2 pontos (5º lugar) e ser campeão com 1 ponto de diferença. O suspense durou por três voltas da corrida. Logo depois, Schumacher, que já havia deixado seu carro, mas ainda se encontrava no local do acidente, se percebeu campeão quando torcedores, fiscais e a voz que saía dos alto-falantes começaram a festejá-lo.[19] Com o título decidido, Nigel Mansell vence o GP da Austrália, sua 31ª e última vitória na carreira.[20] Vice-campeão em 1985, Michele Alboreto realiza a última prova na carreira.

Basquetebol[editar | editar código-fonte]

Beisebol[editar | editar código-fonte]

Ciclismo[editar | editar código-fonte]

Futebol[editar | editar código-fonte]

Campeonato do Mundo de Futebol, EUA 1994[editar | editar código-fonte]

  • 17 de Junho - Alemanha 1 - Bolívia 0 e Espanha 2 - Coreia do Sul 2
  • 18 de Junho - Colômbia 1 - Roménia 3, EUA 1 - Suíça 1 e Itália 0 - Irlanda 1
  • 19 de Junho - Camarões 2 - Suécia 2, Bélgica 1 - Marrocos 0 e Noruega 1 - México 0
  • 20 de Junho - Brasil 2 - Rússia 0 e Holanda 2 - Arábia Saudita 1
  • 21 de Junho - Alemanha 1 - Espanha 1, Argentina 4 - Grécia 0 e Nigéria 3 - Bulgária 0
  • 22 de Junho - EUA 2 - Colômbia 1 e Roménia 1 - Suíça 4
  • 23 de Junho - Bolívia 0 - Coréia do Sul 0 e Itália 1 - Noruega 0
  • 24 de Junho - Brasil 3 - Camarões 0, Suécia 3 - Rússia 1 e México 2 - Irlanda 1
  • 25 de Junho - Argentina 2 - Nigéria 1, Arábia Saudita 2 - Marrocos 1 e Bélgica 1 - Holanda 0
  • 26 de Junho - EUA 0 - Roménia 1, Suíça 0 - Colômbia 2 e Bulgária 4 - Grécia 0
  • 27 de Junho - Bolívia 1 - Espanha 3 e Alemanha 3 - Coreia do Sul 2
  • 28 de Junho - Rússia 6 - Camarões 1, Brasil 1 - Suécia 1, Irlanda 0 - Noruega 1 e Itália 1 - México 1
  • 29 de Junho - Marrocos 1 - Holanda 2 e Bélgica 0 - Arábia Saudita 1
  • 30 de Junho - Grécia 0 - Nigéria 2 e Argentina 0 - Bulgária 2
  •   2 de Julho - Alemanha 3 - Bélgica 2 e Suíça 0 - Espanha 3
  •   3 de Julho - Arábia Saudita 1 - Suécia 3 e Roménia 3 - Argentina 2
  •   4 de Julho - Holanda 2 - Irlanda 0 e Brasil 1 - EUA 0
  •   5 de Julho - Nigéria 1 - Itália 2 e México 1 - Bulgária 1 (1-3 nos penalties)
  •   9 de Julho - Itália 2 - Espanha 1 e Holanda 2 - Brasil 3
  • 10 de Julho - Bulgária 2 - Alemanha 1 e Suécia 2 - Roménia 2 (5-4 nos penalties)
  • 13 de Julho - Suécia 0 - Brasil 1 e Bulgária 1 - Itália 2
  • 16 de Julho - Suécia 4 - Bulgária 1
  • 17 de Julho - Final: Brasil 0 - Itália 0 (3-2 nos penalties)
  • O Brasil sagra-se tetracampeão do Mundo de futebol.

Voleibol[editar | editar código-fonte]

  • 29 de Outubro - O Brasil vence a Rússia por 3 a 2 (15/7, 14/16, 12/15, 15/8 e 15/10) e disputa inédito título no Mundial com Cuba, que venceu fácil a Coreia do Sul por 3 a 0 (15/4, 15/9 e 15/5).
  • 30 de Outubro - Cuba vence fácil o Brasil por 3 a 0 (15/2, 15/10 e 15/5). É o segundo título da cubanas no Mundial.

Golfe[editar | editar código-fonte]

Wrestling[editar | editar código-fonte]

    • 20 de Março - Décimo evento anual Wrestlemania, realizado pela World Wrestling Federation, no Madison Square Guarden em New York.

Nascimentos[editar | editar código-fonte]

Data Nome Profissão Nacionalidade Observações Ref
14 de Janeiro Laura Robson tenista  Reino Unido
25 de Abril Elena Ilinykh patinadora artística  Rússia
26 de Abril Daniil Kvyat automobilista  Rússia
1 de Setembro Carlos Sainz Jr. automobilista Flag of Spain.svg Espanha
18 de Outubro Pascal Wehrlein automobilista  Alemanha
12 de Novembro Guillaume Cizeron patinador artístico  França
30 de Novembro Kadú futebolista  Angola
15 de Dezembro Jason Brown patinador artístico  Estados Unidos
20 de Dezembro Jacko Gill atleta, lançador do peso  Nova Zelândia

Falecimentos[editar | editar código-fonte]

Data Nome Profissão Nacionalidade Observações Ref
15 de Abril John Curry patinador artístico  Reino Unido n. 1949
19 de Abril Dener futebolista  Brasil n. 1971
30 de Abril Roland Ratzenberger automobilista  Áustria n. 1960
1 de Maio Ayrton Senna automobilista  Brasil n. 1960
2 de Julho Andrés Escobar futebolista  Colômbia n. 1967
28 de Agosto Rui Filipe futebolista  Portugal n. 1963
12 de Novembro Wilma Rudolph atleta  Estados Unidos n. 1940
13 de Dezembro Olga Rubtsova enxadrista  União Soviética n. 1909

Notas

Referências

  1. «Christian assina com Footowork». Folha de S.Paulo. 19 de janeiro de 1994. 
  2. «Irvine erra, tira três da prova e é punido». Folha de S.Paulo. 28 de março de 1994. 
  3. «Alesi não disputa GP do Pacífico; Larini substitui francês na Ferrari». Folha de S.Paulo. 6 de abril de 1994. 
  4. «FIA aumenta suspensão de Irvine para 3 GPs; Jordan procura piloto». Folha de S.Paulo. 7 de abril de 1994. 
  5. «Aguri Suzuki será o companheiro de Barrichello no GP do Pacífico». Folha de S.Paulo. 12 de abril de 1994. 
  6. «De Cesaris vai correr pela Jordan». Folha de S.Paulo. 22 de abril de 1994. 
  7. «Barrichello sofre seu pior acidente». Folha de S.Paulo. 30 de abril de 1994. 
  8. «Senna desiste de treinar após o acidente». Folha de S.Paulo. 1º de maio de 1994. 
  9. «FIA ignora os defeitos de Ímola». Folha de S.Paulo. 2 de maio de 1994. 
  10. «Piloto bate a 240km/h em Mônaco». Folha de S.Paulo. 13 de maio de 1994. 
  11. «Schumacher conquista pole provisória». Folha de S.Paulo. 13 de maio de 1994. 
  12. «Schumacher bate o recorde de Mônaco». Folha de S.Paulo. 15 de maio de 1994. 
  13. «Escocês vira 2º piloto da Williams e elogia Senna». Folha de S.Paulo. 27 de maio de 1994. 
  14. «Os substitutos - Zanardi e De Cesaris têm oportunidade». Folha de S.Paulo. 27 de maio de 1994. 
  15. «Mansell é confirmado no lugar de Senna na Williams». Folha de S.Paulo. 29 de junho de 1994. 
  16. «Vitória de Berger no GP da Alemanha reabilita a Ferrari». Folha de S.Paulo. 1º de agosto de 1994. 
  17. «Acidentes tiram 10 carros na 1ª volta do GP». Folha de S.Paulo. 1º de agosto de 1994. 
  18. «Unser Jr. é campeão da temporada de 94». Folha de S.Paulo. 12 de setembro de 1994. 
  19. «Schumacher bate em Hill e conquista Mundial 94». Folha de S.Paulo. 14 de novembro de 1994. 
  20. «16. AUSTRALIA 1994» (em inglês). STATS F1. 
  21. «CBF iguala Taça Brasil e 'Robertão' a Brasileiro. Santos e Palmeiras viram octas». Folha de S.Paulo. 13 de dezembro de 2010.