Evolução territorial da Itália

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Maxima extensão territorial na Itália: a Itália em 1924 com Fiume, Pola, Zara e suas províncias

Este artigo é uma cronologia da evolução territorial da Itália, listando as mudanças dentro e fora da geografia política deste país desde sua formação até os dias atuais.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Reino da Itália em 1860
Reino da Itália em 1870
Reino da Itália em 1919
Reino da Itália em 1942
  • 18 de fevereiro de 1861
Proclamação do Reino de Itália, realizando em parte a unificação italiana. O reino inclui a maior parte do território italiano (antigos reinos de Sardenha e das Duas Sicílias, o Grão-ducado da Toscana, etc.).
  • 12 de outubro de 1866
Tratado de Viena. O Império Austríaco cede os restos do Reino Lombardo-Vêneto para o Reino da Itália.
  • 2 de outubro de 1870
Anexação dos últimos territórios: os Estados Pontifícios.
  • 1885
a Itália ocupa e anexa o porto de Maçuá, Eritreia, e uma zona do Chifre da África, que mais tarde se tornaria a Somália Italiana.
  • 2 maio de 1889
Tratado de Wuchale. A Etiópia cede formalmente a Eritreia para a Itália.
  • 7 de setembro de 1901
A Itália obtem uma concessão na cidade chinesa de Tianjin.
  • 18 de outubro de 1912
Tratado de Lausanne. O Império Otomano cede à Itália as províncias de Tripolitânia, Cirenaica e do Dodecaneso.
  • 10 de setembro de 1919
Tratado de Saint-Germain-en-Laye. A Itália recebe regiões da Ístria e Alto Adige, na cidade de Trieste e várias ilhas da costa da Dalmácia, zonas anteriormente sob a soberania da Áustria-Hungria.
  • 16 de março de 1924
Anexação do Estado Livre de Fiume.
  • 7 de junho de 1929
Tratado de Latrão, que define e limita a independência do Vaticano.
  • 7 de abril de 1939
Invasão italiana da Albânia
  • 1939 - 1945
Segunda Guerra Mundial. Até 1943, a Itália, ocupa a totalidade ou parte dos territórios a seguir (não necessariamente integram formalmente o Reino):
Criação da República Social Italiana no Norte do país após a invasão dos Aliados.
  • 25 de abril de 1945
Dissolução da República Social Italiana.
  • 10 de fevereiro de 1947
Tratado de Paris. A Itália volta a suas fronteiras pré-guerra e também cede:
A criação do Território Livre de Trieste, território neutro, que abrange parte da Ístria e da região de Trieste.
  • 26 de Outubro de 1954
Partição do Território Livre de Trieste. O norte é cedido para a Itália e a parte sul à Iugoslávia.
Os limites atuais da Itália

Pequenos territórios perdidos[editar | editar código-fonte]

A área ocre anexada pela França em 1861, a área amarela, ao sul da linha de demarcação, além do território de Mônaco anexado pela França em 1947