Panteão Duque de Caxias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Panteão Duque de Caxias
Monumentorj.jpg
Informação geral
País  Brasil
Data da construção 1953
Estatuto Monumento
Localização

Panteão Duque de Caxias[1] é um monumento localizado na Avenida Presidente Vargas, no Rio de Janeiro, em frente ao Palácio Duque de Caxias. Fora construído para abrigar os restos mortais de Luís Alves de Lima e Silva, Duque de Caxias, considerado patrono do exército brasileiro, e de sua esposa, Ana Luísa de Loreto Carneiro Viana, Duquesa de Caxias.

O mausoléu foi inaugurado em 1953, como parte das comemorações dos 150 anos de nascimento do Duque de Caxias, tendo seu corpo para lá trasladado com grande solenidade. Abriga alguns objetos do marechal, como o sabre que recebera pela vitória na Guerra do Paraguai, lápides e insígnias, bem como uma coroa ducal feita nos anos 1950. O panteão também apresenta a biografia de Caxias.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Por tradição, é mantida em sua fachada a ortografia original, Pantheon de Caxias.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.