RBS TV Florianópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
RBS TV Florianópolis
RBS Participações S.A.
Florianópolis, Santa Catarina
Brasil
Canais 12 VHF analógico (16:9 letterbox)
33 UHF e 12.1 Virtual digital
Outros canais 11 e 512 HD (Net SC)
Sede Bandeira de Florianópolis.svg Florianópolis, SC
Rua General Vieira da Rosa, 1570 - Morro da Cruz
Slogan A TV nos liga
Rede Rede Globo
Pertence a Grupo NC
Proprietário Carlos Sanchez
Marcus Sanchez
Leonardo Sanchez
Antigo proprietário Grupo RBS (1979-2016)
Fundação 1 de maio de 1979 (37 anos)
Prefixo ZYB 763
Nome(s) anteriore(s) TV Catarinense
Cobertura Região de cobertura da RBS TV Florianópolis.
Potência 20 kW
Página oficial http://redeglobo.com.br/rbstvsc

RBS TV Florianópolis é uma emissora de televisão brasileira sediada em Florianópolis, capital do estado de Santa Catarina. Todo o encabeçamento da rede estadual é realizado a partir de Florianópolis.[1] Sendo afiliada à Rede Globo, ela retransmite a programação da emissora e produz conteúdo regional como o Bom Dia Santa Catarina, Jornal do Almoço, RBS Notícias, Globo Esporte SC, entre outros. A emissora opera nos canais 12 VHF e 33 UHF digital, devido a dificuldade de recepção dela e de outras emissoras nos distritos da Ilha de Florianópolis, por causa da topografia das montanhas, opera também nos canais 07 em Ingleses do Rio Vermelho e 13 em Canasvieiras.

Venda das operações catarinenses[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de março de 2016, foi anunciado em Florianópolis o fechamento para a transferência de controle das operações de televisões, rádios e jornais que atuam sob a marca RBS em Santa Catarina, com os empresários Lírio Parisotto[2] e Carlos Sanchez, juntamente com outros investidores.

O comunicado foi realizado na sede da empresa, transmitida por videoconferência para todas as áreas da organização no estado. Embora não tenham sido divulgados valores, o negócio é considerado um dos maiores no ramo de mídia no Brasil nos últimos anos. O acordo para a aquisição inclui as emissoras RBS TV em Florianópolis, Blumenau, Joinville, Centro-oeste, Chapecó e Criciúma, os jornais Diário Catarinense, Hora de Santa Catarina, A Notícia e Jornal de Santa Catarina e as rádios CBN Diário, além das emissoras da Itapema e Atlântida em Santa Catarina.

Segundo a RBS, a primeira aproximação dos investidores ocorreu há cerca de três anos. As conversações haviam sido retomadas há meses, mas o acordo só foi fechado há poucos dias. O processo de transição pode durar até dois anos e será gerido a partir de comitês com o objetivo de garantir a continuidade e a excelência das operações. Como parte da transição, menções a marca RBS e ao Grupo RBS deixam de ser veiculadas, além de adotar nos microfones de reportagem apenas a logo da Globo nos quatro lados. Um novo nome deverá ser adotado pela emissora assim como a estreia do novo telejornal RBS Notícias no início da noite em substituição ao atual os outros continuaram, além de novos programas locais e reformulação de outros, como consequência desse processo de descaracterização da marca.

Durante o anúncio, os acionistas da RBS ressaltaram a Carta Aberta aos catarinenses divulgada logo depois pelos veículos e agradeceram profundamente o apoio e a dedicação de todos os colaboradores. Também recordaram o envolvimento da RBS com o desenvolvimento do estado e mencionaram momentos marcantes nestes quase 37 anos de presença da RBS em Santa Catarina - do engajamento da empresa para amenizar os efeitos das enchentes às bandeiras, como a duplicação da BR-101 e o projeto Viver SC.[3] [4]

Programas[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação da RBS TV RS, também produz programação própria:

Sinal[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • 2012: Prêmio Empresa Cidadã[5]
  • 2014: Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental - Mídia Eletrônica[6]

Referências

  1. «RBS TV». Consultado em 31 de dezembro de 2016 
  2. «Lírio Parisotto deixa sociedade do Grupo RBS - 18/08/2016 - Mônica Bergamo - Colunistas - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 17 de novembro de 2016 
  3. Grupo NC em breve apresentará a nova emissora
  4. Mudanças nas afiliadas catarinenses da Globo, SBT, RecordTV e Band
  5. «Vencedores do Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC 2013 vão conhecer a fábrica da Natura Cosméticos». ADVB/SC. 5 de junho de 2013. Consultado em 19 de abril de 2015 
  6. «Prêmio Fatma de Jornalismo Ambiental é entregue em Florianópolis». Associação Empresarial de Comunicação Digital de Santa Catarina. Consultado em 19 de abril de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.