BR-242

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
BR-242
Rodovia Milton Santos
(nome oficial)
"Rodovia Salvador-Brasília"
"Rodovia Transbananal"
"Rodovia da Soja"
Trecho da BR-242 entre Rafael Jambeiro (BA) e Luís Eduardo Magalhães (BA)
BR 020.jpg
Tipo Rodovia transversal
Limite Leste São Roque do Paraguaçu (em Maragogipe), BA
Limite Oeste Sorriso, MT
Concessão pública
Leste
< Maragogipe, BA
BR-242 entre Rafael Jambeiro (BA) e Luís Eduardo Magalhães (BA) Oeste
Sorriso, MT >

A BR-242 ou Rodovia Milton Santos é uma rodovia transversal brasileira. Ela se estende do estado da Bahia (mais precisamente da localidade de São Roque do Paraguaçu, no município de Maragogipe), passando pela BR-101 entre os municípios de Conceição do Almeida, Sapeaçu e Castro Alves, cruzando com a BR-116 na localidade de Paraguaçu (no município de Rafael Jambeiro) e com a BR-153 no trecho entre os municípios de Gurupi - TO e Cariri do Tocantins - TO, seguindo até o estado do Mato Grosso (no município de Sorriso). A rodovia ainda possui muitos trechos sem pavimentação ou ainda por construir, principalmente nos estados do Mato Grosso e do Tocantins. No estado da Bahia, a BR-242 é a principal via de acesso à região ecoturística da Chapada Diamantina. A rodovia passa logo ao lado de um dos principais cartões-postais da Chapada Diamantina, que é o Morro do Pai Inácio. O total de sua extensão é de 2311,7 km e liga cidades relativamente importantes, tais como: Itaberaba - BA, Lençóis - BA (a apenas 11 km da rodovia), Seabra - BA, Barreiras - BA, Luís Eduardo Magalhães - BA, Gurupi - TO e a própria cidade de Sorriso - MT. As principais travessias fluviais da rodovia são: a travessia sobre o Rio São Francisco, em Ibotirama (BA); a travessia sobre o Rio Tocantins, em Peixe (TO); a travessia sobre o Rio Javaés, em Formoso do Araguaia (TO); e a travessia de balsa sobre o Rio Araguaia, em São Félix do Araguaia (MT).

No Estado do Tocantins, a BR-242 atravessa a Ilha do Bananal, num trecho conhecido como Transbananal. Neste trecho, a rodovia se adentra pela Terra Indígena Parque do Araguaia, sendo apenas uma simples estrada em leito natural (sem o revestimento primário ou aterro) que fica completamente intransitável durante o período de chuvas. No entanto, já há um projeto orçado em 650 milhões de reais para pavimentar este trecho da rodovia, localizado entre Formoso do Araguaia (TO) e São Félix do Araguaia (MT).[1]

No trecho entre Querência (MT) e Nova Ubiratã (MT), a rodovia passa logo ao sul da gigantesca Terra Indígena Parque do Xingu, também conhecida como Parque Indígena do Xingu.

Obs.: No Estado da Bahia, o único trecho sem pavimentação fica localizado no município de Luís Eduardo Magalhães, entre o entroncamento com a BA-460 e a divisa com o Tocantins. O trecho possui apenas 49 km. Com um novo projeto, as pretensões de ampliar a rodovia estão em discussão. A BR 242 teria o seu percuso novo, ligando Salvador com o seu marco zero no Porto, atravessando a Baía de Todos os Santos, ligando a Ilha de Itaparica em conexão com São Roque do Paraguaçu, município de Maragogipe. Situação precária também encontra-se deste trecho até Luís Eduardo Magalhães, dentro do Centro Industrial da cidade, onde os buracos e a falta de acostamento prejudicam o trajeto de veículos. Sendo que este trecho é o principal meio de locomoção para os caminhões que carregam Soja, Milho e Algodão.

Segundo a Lei 11.103, de 18 de março de 2005[2] , a rodovia BR-242 passou a ser Denominada Rodovia Milton Santos.

Percurso[editar | editar código-fonte]

A partir do km 0 na localidade de São Roque do Paraguaçu (BA), as cidades localizadas às margens ou próximas à MT-242 são as seguintes:

Bahia[editar | editar código-fonte]

Tocantins[editar | editar código-fonte]

Mato Grosso[editar | editar código-fonte]

  • São Félix do Araguaia
  • Alto Boa Vista
  • Posto da Mata (localidade)
  • Querência
  • Nova Ubiratã
  • Sorriso
  • De Sorriso a rodovia chega ao município de Ipiranga Do Norte.
  • De Ipiranga Do Norte vai a Itanhangá por estrada de terra.
  • De Itanhangá passa o Rio Arinos, por balsa, e chega ao Distrito de BRIANORTE, BRIANORTE é Distrito de Nova Maringá, esta estrategicamente localizado na região noroeste do MT, topografia plana e com regime de chuvas bem definidos, tem vocação agrícola e seu desenvolvimento depende ainda de estrutura e apoio governamental.
  • De BRIANORTE a rodovia 242 vai a Brasnorte passando pelo rio do Sangue por ponte.
  • DE Brasnorte a rodovia 242 da acesso a Campos Novos Dos Parecis ou Juína.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]