Riachão das Neves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Riachão das Neves
Bandeira de Riachão das Neves
Brasão de Riachão das Neves
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 1962
Gentílico riachãoense
Prefeito(a) Hamilton Santana de Lima (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Riachão das Neves
Localização de Riachão das Neves na Bahia
Riachão das Neves está localizado em: Brasil
Riachão das Neves
Localização de Riachão das Neves no Brasil
11° 44' 45" S 44° 54' 36" O11° 44' 45" S 44° 54' 36" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Extremo Oeste Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Barreiras IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Santa Rita de Cássia
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 5 840,191 km² [2]
População 21 941 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 3,76 hab./km²
Altitude cerca de 450m m
Clima tropical, com temperatura mínima que pode chegar a 9°C em uma noite de inverno e a 38°C no mês de outubro e no verão
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,578 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 243 946,665 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 465,77 IBGE/2008[5]
Página oficial

Riachão das Neves é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2004 era de 22.756 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

O território integrava a sesmaria da Casa da Ponte de Antônio Guedes de Brito. Seu povoamento iniciou-se na primeira metade do século XIX, por colonos vindos da província de Pernambuco. A fertilidade das terras atraiu novas famílias, que ali se estabeleceram, formando o arraial Riachão das Neves, elevado a vila em 1934. O município foi criado em 1962. O topônimo originou-se da existência do riacho denominado Riachão das Neves, que banha a sede municipal.

Turismo[editar | editar código-fonte]

A cidade de Riachão das Neves fica a 55km de Barreiras e conta com a festa de Santana, muito famosa, com bandas de forró, barracas e bingo e derrubada do mastro, que acontece no mês de julho. Tem o distrito de São José, onde passa o rio grande, navegava-se a vapor, pode-se nadar ou pescar, ou comer peixes nos restaurantes da orla. O taguá também é famoso. Ainda tem o distrito de Cariparé, terra de gente animada e hospitaleira, onde no mês de agosto acontece a festa de são Lourenço, com bandas locais e de nível nacional, muita comida e bebidas na pegada e derrubada do mastro "Pau Seco". O município conta com belas paisagens , a se ver pela subida da serra, bem próxima à cidade.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 24 de agosto de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.