Ibirataia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Ibirataia
Entrada da cidade

Entrada da cidade
Bandeira de Ibirataia
Brasão de Ibirataia
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 10 de Novembro
Fundação 1960
Gentílico ibirataense
Prefeito(a) Marcos Aurélio (PP)
(2013–2016)
Localização
Localização de Ibirataia
Localização de Ibirataia na Bahia
Ibirataia está localizado em: Brasil
Ibirataia
Localização de Ibirataia no Brasil
14° 04' 01" S 39° 38' 27" O14° 04' 01" S 39° 38' 27" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Sul Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Ilhéus-Itabuna IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ipiaú, Gandu
Distância até a capital 356 km
Características geográficas
Área 226,139 km² [2]
População 18 946 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 83,78 hab./km²
Clima Quente e úmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,576 baixo PNUD/2010 [4]
PIB R$ 94 764,197 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 855,02 IBGE/2008[5]
Página oficial

Ibirataia é um município brasileiro localizado no sul do estado da Bahia. Sua população estimada em 2010 é de 18.881 habitantes.

Cidade pequena e tranqüila que possui uma grande festa junina em homenagem a São João.

História[editar | editar código-fonte]

Em local onde era encontrado uma infinidade de plantas medicinais, formou-se o povoado de Ipecacuanha, em área do município de Jequié. Descoberta e fundada pelas famílias Calheira e Silva, tornou-se distrito, com o nome de Tesouras, mais tarde alterado para Ibirataia, já sob a jurisdição de Ipiaú. Município criado com parte dos distritos de Ibirataia e Algodão, desmembrados de Ipiaú, por força de Lei Estadual de 10.11.1960, com a denominação de Ibirataia. A sede, formada distrito, no município de Rio Novo (atual Ipiaú), com o topônimo de Tesouras, em 1933, denominação alterada para Ibirataia, em 1943, foi elevada à categoria de cidade, quando da criação do município. Na sua história, pode-se citar Dr. Aristóteles Dias da Fonseca, o primeiro prefeito, José Passos Prazeres, Florisval Abdon Fair, Agenor Gonçalves Meira e José Antonio da Costa, dentre os prefeitos que por ali administraram o município, o Poder Legislativo Municipal ganhou destaque após sua independência do Poder Executivo que até então conduzia a gestão financeira daquele Poder, com a atitude do inesquecível Lourivaldo Silva Leite (Jeff), dali também sairam nomes conhecidos pela defesa do município e promoção da Democracia local como os Vereadores Roberti Lino e Silva (Betinho), Dilson Dias Lima, Dr. Roberto (Beto Gordo) e ainda Elmar Lopes que se tornou Presidente da União dos Vereadores da Bahia - UVB, a maior Associação de Vereadores da Bahia. ajudando assim para o seu desenvolvimento do município.

A população de Algodão não esquece jamais de agradecer aos familiares do Dr. Mauro Barreira de Alencar, grande desbravador e proprietário das terras daquele distrito que nunca negou qualquer área para ajudar a crescer e desenvolver o único distrito de Ibirataia. [6]

Hoje Ibirataia possui dois sites onde contem todas as informações da cidade: http://tesourasnoticias.blogspot.com/, www.ibirataianoticias.com.br

Significado do nome[editar | editar código-fonte]

A palavra Ibirataia vem do tupi: Ibirataia. De ibirá, árvore, planta e taia, arder. Planta que arde (na língua).

Economia[editar | editar código-fonte]

Na produção agrícola destaca-se o cultivo de cacau e produção expressiva de banana.

Na pecuária destacam-se os rebanhos de muares e bovinos. Seu parque hoteleiro registra 28 leitos.

No ano de 2001 o município registrou 4.280 consumidores de energia elétrica com um consumo de 6834mwh. Segundo dados da SEI/IBGE, o PIB do município para 2003 foi de R$69,28 milhões, e a estrutura setorial está distribuída da seguinte forma: 48,08% para agropecuária, 5,02% para indústria e 46,90% para serviços.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 24 de outubro de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  6. http://www.tesourasnoticias.com.br/2013/11/algodao-rumo-ao-crescimento-e.html

Ligações externas[editar | editar código-fonte]