Macaúbas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde agosto de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Município de Macaúbas
Vista parcial da cidade.

Vista parcial da cidade.
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 6 de Julho
Fundação 1832
Gentílico macaubense
Lema Nossa gente,nosso maior patrimônio.
Prefeito(a) José João Pereira (PSB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Macaúbas
Localização de Macaúbas na Bahia
Macaúbas está localizado em: Brasil
Macaúbas
Localização de Macaúbas no Brasil
13° 01' 08" S 42° 41' 56" O13° 01' 08" S 42° 41' 56" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano
Microrregião Boquira
Municípios limítrofes Paratinga, Boquira, Ibipitanga, Rio do Pires, Caturama, Botuporã, Tanque Novo, Riacho de Santana, Bom Jesus da Lapa.
Distância até a capital 682 km
Características geográficas
Área 2,994 km²
População 49,436 hab. 15,71
Densidade 16,51 hab./km²
Altitude 690 m
Clima Tropical Semi-Árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,609 médio PNUD/2010 [1]
PIB R$ 124 723,789 mil IBGE/2008[2]
PIB per capita R$ 2 598,90 IBGE/2008[2]
Página oficial

Macaúbas é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2013 era de 49.436 habitantes. O município cobre uma área de 2.994  km². Situa-se na chamada Zona Fisiográfica da Serra Geral, microrregião da Chapada Diamantina Meridional.Conhecida pela exploração do mármore azul, único na região.

História[editar | editar código-fonte]

Os índios pertencentes ao grupo dos tupinaés (ramo dos tupinambás foram os primeiros habitantes da região) Existem vários sítios arqueológicos em todo o município. A formação do município começou em meados do século XVII, no lugar "Coité", quando ali chegaram os primeiros brancos e ergueram uma capela em louvor a Nossa Senhora da Imaculada Conceição, ainda hoje padroeira do município. Eram bandeirantes que transitavam pelo rio São Francisco em busca de ouro e pedras preciosas. A povoação formou-se em terras pertencentes ao município de Urubu (Rio Branco, hoje, Paratinga) do qual foi desmembrado em 1832, para constituir município independente, com o topônimo de Macaúbas, por decreto imperial de 6 de julho 1832, que também elevou a sua sede à categoria de vila. O início do seu funcionamento ocorreu em 23 de setembro de 1833. Com o crescimento do povoado, o curato da primitiva capela passou a ser a freguesia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Macaúbas, promovida pela Lei provincial nº 124, de 19 de maio de 1840. Esta denominação deveu-se à abundância de uma espécie de palmeira, que os índios denominavam "macaúba" ou "macaíba", atualmente em extinção no município. Pela lei estadual nº 1761, de 10 de junho de 1925, Macaúbas foi elevada à categoria de cidade e sede do município, ao qual foi incorporado o território do extinto município de Bom Sucesso (atual Ibitiara) já emancipado. A cidade cresceu em torno da Matriz de Nossa Senhora da Conceição, cuja Paróquia foi criada pela Lei 124, de 19 de maio de 1840. Na formação do povo macaubense há forte presença da miscigenação indígena com branco de origem portuguesa. O negro não esteve tão presente, pois o município era pobre e não teve muitos escravos. O imenso município perdeu terras na década de 60, quando emanciparam-se Boquira, com o distrido de Bucuituba (Santa Rita) e Botuporã, com os distritos de Tanque Novo e Caturama, atualmente emancipados. O território de Macaúbas apresenta "gerais" e “chapadões”. A principal elevação é a serra de Macaúbas muito extensa e uniforme, que corre o município do sul para o norte, e se eleva até 1250 metros. afluentes do São Francisco pela margem direita. O rio Paramirim, que nasce na Serra das Almas, serve de limite com os municípios de Caturama, Rio do Pires e Ibipitanga. O açude de Macaúbas, Hoje seco tem capacidade de 20.900.000 metros cúbicos, construído pelo antigo DNOCS, permanece até hoje, quase inaproveitado.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

O município de Macaúbas está situado na região central do estado da Bahia, na chamada Zona Fisiográfica da Serra Geral, Chapada Diamantina Meridional. Faz limites, ao Norte, com os municípios de Boquira, Paratinga e Ibipitanga, ao Sul com Botuporã, Tanque Novo, Igaporã, ao Leste com Rio do Pires e a Oeste com Riacho de Santana. O município está totalmente localizado no Polígono da Seca. A sede do município tem a sua posição indicada pelas seguintes coordenadas geográficas: 13º 01' 17 de latitude sul e 42º 41'41 de longitude Oeste. Distância em linha reta da Capital do Estado: 433 km. A altitude da sede do município é de 690 metros.

Portal de entrada da cidade.

Comércio[editar | editar código-fonte]

Macaúbas possui um comércio bastante diversificado. Nos últimos anos, vem atraindo algumas redes de varejo do Brasil, como a Eletrozema, Lojas 2000, Lojas Dubelo.

Na sede a um grande número de Butecos e Salão de Cabeleireiro.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O município tem em suas comemorações de São João uma das melhores épocas para o turismo, onde milhares de pessoas chegam à cidade para curtir uma das melhores festas juninas do interior baiano, com diversas atrações, comidas típicas juninas e muita animação. Além da festa aberta ao público na Praça Imaculada Conceição, destacam-se também as festas privadas nas Casas de Eventos como a "Princy" e o "Barretão Show".

Possui ainda locais como a Serra do Carrapato, a Cachoeira do Tinguis (Distante da Sede) e o Cristo Redentor grande monumento no morro da coruja , que são excelentes opções de passeios turísticos e de lazer.

Esporte[editar | editar código-fonte]

A seleção da cidade de Macaúbas participa do campeonato intermunicipal de futebol amador desde o ano de 2004. Além de disputar o Regional de Seleções com cidades vizinhas O Estádio onde e feita a pratica de esportes na cidade e o João Oliveira Figueredo, Conhecido como (Roberão) Pelo seu antigo nome, Tem capacidade para cerca de 4.000 espectadores e não tem iluminação . Há Também o Ginásio Euclides Defensor (Kidão) Construído em 2008, é tem capacidade para cerca de 1.000 Espectadores.

Comunicação[editar | editar código-fonte]

A comunicação no município sempre se deu através do rádio, que atinge as áreas rurais mais distantes da sede. Atualmente existem duas emissoras de rádio regularizadas: a comercial Macaúbas FM, ligada ao grupo Nunes, e a comunitária Tropicália FM, gerida pelo diretor Tony Gil[carece de fontes?]. Com o advento da internet, blogs e sites passaram a ser o meio de informação alternativo da população.

Macaúbas não possui nenhuma geradora de TV. Os canais disponíveis através de sinal aberto e gratuito são:

Saúde[editar | editar código-fonte]

Em funcionamento, existe um Hospital, uma UPA, além de postos de saúde espalhados pelo interior do município.

Divisão administrativa[editar | editar código-fonte]

Macaúbas a possui aproximadamente 12 bairros, sendos os principais: Centro, Alto do Cruzeiro, Alexandrino, Parque Bela Vista, Santa Cruz, Luís Eduardo Magalhães, Loteamento Bastos, Coité, Bela Vista 2, Conjunto Habitacional (Casinhas), Nova Macaúbas, Alto do Bonfim, Aloísio Brandão, Mamão, Eldourado, Capuchinho,Alto do Tanque. Existem Também Grandes Distritos como Carrapato, Lagoa Clara, Pajeú e Santa Terezinha. E outros Povoados como Contendas, Betânia, Açude, Jurema, Vaca Morta, Etc.

Segurança Pública[editar | editar código-fonte]

Existe em Macaúbas a 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (4ª CIPM), e a Guarda Municipal. Possuindo também a Retran (coordenadoria municipal de trânsito) que desenvolve o serviço de fiscalização e já utiliza de notificações para doutrinar o trânsito municipal. A 4ª CIPM é atualmente , sediada em um Prédio na Praça Matriz, No Transito da Cidade atua também Guardas Mirins que Orientam Motoristas e Pedestres.

Educação[editar | editar código-fonte]

O município contem escolas municipais e estaduais e particulares, sendo elas do ensino fundamental e médio, e a faculdade de ensino a distãncia UNOPAR além da UAB (Universidade Aberta do Brasil)e os alunos são transportados por ônibus e automóveis, sendo esses terceirizados pela prefeitura municipal.

Na Zona Urbana as principais escolas públicas são:

  • CETEP
  • Colégio Estadual Prof José Batista da Mota
  • Colégio Conêgo Firmino Soares
  • Escola Selma Nunes
  • Escola Selma Nunes Infantil
  • Escola Padre Durval Soares De Sales
  • Escola Municipal Prof Flamiano Alves Pimenta

Principais Colégios Particulares: (só pra gente fresca)

  • ISEM (Instituto Social de Educação de Macaúbas)
  • Colégio Jose Nogueira
  • Escola O Sonho de Talita

Transporte[editar | editar código-fonte]

O Transporte Rodoviário Interestadual é oferecido apenas Por duas empresas de transporte de passageiros Viação Novo Horizonte e Real Expresso, com destino diário para São Paulo/SP , Salvador/BA , Vitória da Conquista/BA, etc.

Infra-estrutura básica[editar | editar código-fonte]

Asfalto: Na sede, e em algumas comunidades rurais.

Bancos: 03 agências Bradesco,Banco do Brasil,Caixa Econômica Federal

Casa Lotérica: 02 agência em funcionamento

Correios: 01 Agência em funcionamento

Feira-Livre: 01 na sede realidada na sexta-feira e no sábado, Outra está em Construção

Hospitais: 01 Hospital SUS, 01 UPA, 01 SAMU 192 , e Clínicas Particulares

Internet: conexão de internet banda larga.


Posto de Combustível: 03 postos na sede municipal AleSat , Rede PetroBahia e Petrobras e 05 postos na zona Rural , Santa Terezinha (Bahia), Açude e Veredinha todos sem Bandeira

Posto de Saúde: vários distribuídos entre a sede, distritos e povoados,

Rodoviária: rodoviária para embarque e desembarque de passageiros.

Televisão: TV Bahia (rede aberta) com Parabólica


Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 23 de agosto de 2013.
  2. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 de dezembro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Macaúbas

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.