Araci

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Araci
"Mãe do Dia
RASO"
Portal Araci - Marco da Cidade e uma das principais de suas entradas

Portal Araci - Marco da Cidade e uma das principais de suas entradas
Bandeira de Araci
Brasão de Araci
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 7 de abril
Fundação 1812 (202 anos)
Gentílico araciense
Prefeito(a) Antonio Carvalho da Silva Neto (SILVA NETO) (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Araci
Localização de Araci na Bahia
Araci está localizado em: Brasil
Araci
Localização de Araci no Brasil
11° 19' 58" S 38° 58' 01" O11° 19' 58" S 38° 58' 01" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Nordeste Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Serrinha IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Sisaleira
Municípios limítrofes Teofilândia, Conceição do Coité, Tucano, Santaluz, Cansanção, Barrocas, Nova Soure, Biritinga, Quijingue
Distância até a capital 211 km
Características geográficas
Área 1 524,068 km² [2]
População 55 655 hab. IBGE/2013[3]
Densidade 36,52 hab./km²
Altitude 272 m. m
Clima Semi-árido ARD.
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,534 baixo PNUD/2010 [4]
Gini 0,57 PNUD/2010[5]
PIB R$ 134 496,061 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 2 486,43 IBGE/2008[6]
Página oficial
Prefeitura www.araci.ba.gov.br

Araci é um município brasileiro do estado da Bahia. Localizado na Mesorregião do Nordeste Baiano e na Microrregião de Serrinha. Sua população estimada em 2013 é de 55.655 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Araci foi fundada por José Ferreira de Carvalho, em 1812, e era conhecida como a cidade do Raso, antes da emancipação pertenceu a cidade de Serrinha. Araci fica a aproximadamente 210 quilômetros de Salvador. Sua área territorial é de 1524 km².

A Cidade se originou na sede da Fazenda Raso, onde foi formando-se um povoado em torno de uma capela. A fazenda então localizada no município de Serrinha de onde, mais tarde, foi desmembrada, tornando-se um distrito chamado Nossa Senhora da Conceição do Raso.

O município se desmembrou pelo fato de estar se desenvolvendo na agropecuária e no comércio e podendo sustentar suas despesas. Isso ocorreu em 13 de dezembro de 1890. Em 1904, o município passou a se chamar Araci, mas foi extinto em 1931 após decair em seus trabalhos sustentáveis. A partir da extinção, Araci foi novamente anexada a Serrinha.

Em 14 de novembro de 1956, Araci foi restaurada e elevada à cidade se separando novamente de Serrinha.

Outra versão indica que Araci pertencia ao município da Purificação dos Campos (atual Irará), com o desmembramento da Vila Serrinha com o município da Purificação dos Campos por volta 1876, Araci deixa de pertencer a Irará. Então a Fazenda Raso se localizava em 1890 na Vila Serrinha e não no município Serrinha, pois Serrinha só veio se tornar município em 1891. Assim como Serrinha e Araci, também pertenceram ao município da Purificação dos Campos as atuais cidades; Coité, Teofilândia, Água Fria, Barrocas, Lamarão, Santanópolis Ouriçangas, Pedrâo e Coração de Maria. [7]

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

  • 1812 - Fundação da Fazenda Raso - Chegada do Capitão José Ferreira de Carvalho, fundador de Araci, vindo de Alagoinhas;
  • 1859 - 8 de dezembro, Proclamação de Nossa Senhora da Conceição como padroeira de Araci;
  • 1866 - Morreu o fundador de Araci José F. de Carvalho, aos 83 anos de idade;
  • 1877 - 12 de abril, elevação a categoria de freguesia, sendo o Pe. Alexandre o 1º pároco;
  • 1890 - 13 de dezembro - Emancipação Política da Vila do Raso, sendo desmembrado de Tucano ;
  • 1904 - Alteração no topônimo: de Vila do Raso para Araci;
  • 1931 - Extinção do Município, foi anexado a Serrinha;
  • 1932 - Araci sofre com uma das maiores secas da história;
  • 1959 - Reemancipação política de Araci;
  • 1966 - inauguração do CEMOB;
  • 1977 - inauguração do Estádio municipal José Brígido da Silva;
  • 1997 - toma posse um dos políticos mais influentes de Araci, Prefeito Zedafó;
  • 2001 - Nenca, filha do ex-prefeito José Brígido da Silva assume o poder pela 1ª vez;
  • 2004 - Zedafó é eleito novamente e assume para o período de 2005 a 2008;
  • 2009 - Nenca assume pela segunda vez para o período de 2009 a 2012;
  • 2010 - Aguia Dourada conquista o Campeonato Araciense de futebol amador.
  • 2010 - Bamuara, traz o título inédito de Campeã Baiana de Fanfarras pela Licbamba.
  • 2012 - Silva Neto (Filho do ex-prefeito Zedafó) vence o pleito eleitoral e se torna Prefeito do Município de Araci eleito.

Divisões administrativas[editar | editar código-fonte]

A cidade tem em sua extensão territorial (Zona Rural e Urbana) 15 bairros, 06 distritos e 53 povoados, os quais são:

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Bombinha
  • Cascalheira
  • Casinha
  • Centro
  • Contel
  • Coqueiro
  • Coqueiro I
  • Coqueiro II
  • Felicidade
  • Guarani
  • Jardim Cruzeiro
  • Morumbi
  • Município
  • Regalinho
  • São João
  • Tiracolo
  • Vila Olímpica

Distritos[editar | editar código-fonte]

Povoados[editar | editar código-fonte]

* Poço Grande
  • Várzea da Pedra
  • Alto Grande
  • Angico
  • Balaio
  • Barbosa
  • Barreiro Preto
  • Barreiro Branco
  • Bela Vista
  • Bento
  • Bomba
  • Caldeirão
  • Caldeirão Novo
  • Campo do Eloi
  • Campo Grande
  • Campo Novo
  • Cúbica
  • Duas Estradas
  • Fazenda
  • Firmada
  • Inchú
  • Jacu
  • Jibão
  • Lagoa Escura
  • Lagoa da Anta
  • Lagoa da Laje
  • Lagoa da Jurema
  • Lagoa do Boi
  • Lagoa do Curral
  • Lajinha
  • Lameiro
  • Mandacaru
  • Minador
  • Nazaré
  • Olho D'água Seco
  • Pau de Rato
  • Pedra do Serrote
  • Perpétua
  • Queimada do Borges
  • Rejeito
  • Resina
  • Retirada
  • Ribeira I
  • Ribeira II
  • Rio do Peixe
  • Roça de Dentro
  • Rufino
  • Sapé
  • Povoado de sem Freio
  • Tanque Cavado
  • Terra Dura
  • Tinguí
  • Umburaninha

Aspectos Socioeconômicos[editar | editar código-fonte]

O município desenvolveu também um forte comércio popular, feiras livres, nos dias quintas e segundas-feira, com destaque para a feira de segunda que se alastra por quase toda região central da cidade, em alguns pontos estendendo-se por ruas mais afastadas. Podendo ser encontrados nestas feiras de, conveniências até aparelhos domésticos, roupas, tecido em geral, calçados, artesanatos, hortaliças, legumes e demais gamas de produtos agrícolas produzidos na região, ainda animais domésticos e de carga para venda livre e até uma feira popularmente chamada de feira do rolo, atraindo gente de cidades vizinhas e de regiões mais distantes.

Economia[editar | editar código-fonte]

As receitas municipais proveem basicamente do setor agrícola, da pecuária, avicultura e da indústria.

O município possui também 33 indústrias e 516 casas comerciais, que vêm apresentando, um crescimento no que se refere ao número de estabelecimentos e pessoas empregadas.[8]

Turismo[editar | editar código-fonte]

Inaugurado no Janeiro de 2011, o primeira parte do complexo turístico do Poço Grande, um grande balneário de água salobra, com quiosques que servem peixes do próprio poço grande, o complexo turístico trouxe para os pescadores um nova perspectiva de vida e financeiro, trouxe alegria para os habitantes do município, como também turistas de varias partes da Bahia e do Brasil para conhecer o paraíso das águas.

Também estão entre seus pontos turísticos o Bomfim, a sua praça Nossa Senhora da Conceição, a Cachoeira do Inferno (situada a 6Km do povoado de Barreira), a Praça de Esportes (em reforma), o Pesqueiro Farias, Estádio municipal, O açude do Maracujá, o rio da Roda, A Ilha do Amor (situado em Pedra Alta) e o rio Itapicuru. Um pouco mais de sua história pode ser vista no museu e biblioteca pública da cidade.

Festividades[editar | editar código-fonte]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Rio Itapicuru
  • Rio do Peixe
  • Rio da Roda (também conhecido como Rio Poço Grande)
  • Barragem do Poço Grande
  • Açude do Maracujá

Bioma[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Órgãos[editar | editar código-fonte]

Em Araci, existem alguns setores para benefício da população, tais como:

Secretarias municipais[editar | editar código-fonte]

  • Secretaria de Ação Social
  • Secretaria de Administração
  • Secretaria de Agricultura
  • Secretaria de Cultura e Turismo
  • Secretaria de Educação
  • Secretaria de Esportes e Eventos
  • Secretaria de Finanças
  • Secretaria de Infra-estrutura
  • Secretaria de Saúde
  • Secretaria de Tributos

Educação[editar | editar código-fonte]

Possui unidades das seguintes faculdades:

  • FTC Faculdade de Tecnologia e Ciências
  • COC Faculdade Girassol
  • UNIASSELVI Universidade
  • EADCOM Faculdade Interativo
  • Pitágoras Faculdade Pitágoras
  • Colégio Olimpo's Coc - da Educação Infantil Ao Ensno Médio

Conselhos municipais[editar | editar código-fonte]

  • Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente
  • Secretaria de Administração
  • Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico
  • Secretaria de Finanças
  • Secretaria de Relações Institucionais
  • Secretaria de Segurança e Transportes
  • Secretaria de Cultura e Turismo
  • Secretaria de Infraestrutura
  • Secretaria de Assistência Social
  • Secretaria de Agricultura
  • Secretaria de Saúde
  • Secretaria de Esporte e Lazer

Administração[editar | editar código-fonte]

  • Antônio Carvalho da Silva Neto - 2013 a 2016
  • Maria Edneide Torres Silva Pinho - 2009 a 2012
  • José Eliotério da Silva - 2005 a 2008
  • Maria Edneide Torres Silva Pinho - 2001 a 2004
  • José Eliotério da Silva - 1997 a 2000
  • Daniel Almeida Ramos - 1993 a 1996
  • Edvaldo Pinho - 1989 a 1992
  • José Carlos Mota - 1985 a 1988
  • Erasmo Oliveira Carvalho - 1981 a 1984

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikisource Textos originais no Wikisource
Commons Imagens e media no Commons
Wikivoyage Guia turístico no Wikivoyage

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2013 Censo Populacional 2013 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (01 de julho de 2013). Visitado em 30 de setembro de 2013.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 11 de agosto de 2013.
  5. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (2010). Perfil do município de Araci - BA Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Visitado em 4 de março de 2014.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  7. http://www.africaeafricanidades.com.br/documentos/Colonizacao_sertao.pdf
  8. Os dados socioeconômicos relativos ao município foram obtidos a partir de publicações do Governo do Estado da Bahia (SEPLANTEC/SEI – 1994/2002/Guia Cultural da Bahia – Secretaria da Cultura e Turismo – 1997/1999) e IBGE – Censo 2007.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.