Nova Era (Minas Gerais)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Nova Era
Igreja Matriz de Nova Era

Igreja Matriz de Nova Era
Bandeira de Nova Era
Brasão de Nova Era
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 19 de março
Fundação 19 de março de 1703 (311 anos)
Gentílico novaerense
Prefeito(a) Benito de Araújo (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Nova Era
Localização de Nova Era em Minas Gerais
Nova Era está localizado em: Brasil
Nova Era
Localização de Nova Era no Brasil
19° 45' 00" S 43° 02' 16" O19° 45' 00" S 43° 02' 16" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Metropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008[1]
Microrregião Itabira IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Bela Vista de Minas, Antônio Dias, São Domingos do Prata, Itabira e Santa Maria de Itabira.
Distância até a capital 130 km
Características geográficas
Área 363,195 km² [2]
População 17 540 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 48,29 hab./km²
Altitude 526 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,792 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 239 048,702 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 12 909,69 IBGE/2008[5]
Página oficial

Nova Era é um município brasileiro situado no Quadrilátero Ferrífero do estado de Minas Gerais. Sua população segundo o Censo 2010 era de 17.528 habitantes. Sede da indústria de ferro silício, Nova Era Silicon.

Em 1988 foi descoberta uma jazida de esmeraldas na localidade de Capoeirana fazendo com que o garimpo projetasse Nova Era no cenário internacional.

Nova Era tem uma localização privilegiada, situando-se a 140 km de Belo Horizonte, a 60 km da Região Metropoliana do Vale do Aço e a 510 km de Vitória. A cidade é cortada pela Rodovia BR-381 e pela Estrada de Ferro Vitória a Minas. A Rodovia BR-262, passa a 22 km de Nova Era (Minas Gerais ao Espírito Santo).

Por ela passa Estrada de Ferro Vitória a Minas, importante rota de Minério de ferro e uma das poucas linhas diárias de trem passageiro, sendo que a estação de Drumond Central uma das mais importantes da mesma, fazendo ponto de conexão entre as linhas férreas de Belo Horizonte e Itabira.

A cidade de Nova Era é entrecortada pelo Rio Piracicaba, importante afluente do Rio Doce.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada por bandeirantes que estavam à procura de pedras preciosas, em 1705, foi denominado Arraial de São José da Lagoa.

"Fundado entre 1703 e 1705, por ocasião da passagem de Antônio Dias de Oliveira e dos irmãos Camargos, pelas margens até hoje muito auríferas do Piracicaba, o velho arraial de São José da Lagoa, que já perdeu o nome bicentenário, foi um grande centro de mineração".[6]

"O povoamente inicial é atribuído a João Correia da Silva, bisneto de Amador Bueno, o aclamado de São Paulo, casado com Maria Pedroso de Morais, o qual teria fundado a fazenda do Rio do Peixe, nos primeiros anos do século XVIII".[7]

Após a exaustão do garimpo, surgiram as fazendas que se dedicaram à lavoura. Foi emancipada em 1938 com a denominação Presidente Vargas e em 31 de dezembro de 1943 passou a ter o nome atual.[8] [9] Desta região provém o Barão de São José da Lagoa.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O Rio Piracicaba em Nova Era.

Demografia[editar | editar código-fonte]

O município de Nova Era tem cerca de 86% de sua população morando na cidade, ou seja, 15.421 dos 17.932 Habitantes.

  • População total:.......... 17.932
  • População urbana:....... 15.421
  • População Rural:.......... 2.511
  • Taxa de Urbanização:.... 8,623%

Relevo[editar | editar código-fonte]

Um dos mais importantes elementos naturais no processo de ocupação de uma região ou município é o seu relevo. O território do município de Nova Era se apresenta como montanhoso (70%), ondulado (25%) e plano (5%)

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Nova Era se situa as margens do Rio Piracicaba um dos principais afluentes do Rio Doce. Em épocas de maior intensidade pluvial (janeiro/fevereiro), o Rio Piracicaba se enche a ponto de termos enchentes históricas, como foi o caso das enchentes de 1979[10] e 1997[11] .

Transportes[editar | editar código-fonte]

A cidade não possui aeroportos, mas se localiza a 75Km do Aeroporto da Usiminas e a 180Km do Aeroporto Internacional de Confins.

Rodoviário[editar | editar código-fonte]

Distâncias aproximadas aos principais centros (km)
Principais rodovias que servem de acesso a Belo Horizonte
Principais rodovias que servem ao município

Ferroviário[editar | editar código-fonte]

Por Nova Era passa a Estrada de Ferro Vitória a Minas, ferrovia brasileira que liga a cidade de Belo Horizonte,passando pela região de mineração de Itabira à cidade de Cariacica e aos portos de Tubarão, Praia Mole, e Barra do Riacho, no Espírito Santo. Importante rota de Minério de ferro e uma das poucas linhas diárias de trem passageiro, sendo que a estação de Drumond Central uma das mais importantes da mesma, fazendo ponto de conexão entre as linhas férreas de Belo Horizonte e Itabira.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Um pôr-do-sol em Nova Era.

Nova Era se destaca no turismo cultural por ser uma cidade de patrimônio histórico, veja alguns pontos turísticos:

  • Praça da Matriz
  • Jazida de Pedras Preciosas
  • Igreja Matriz São José da Lagoa
  • Museu Municipal de Arte e História
  • Lagoa de São José
  • Gruta de São José
  • Fazenda da vargem

Novaerenses ilustres[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Pedro Maciel Vidigal, "Amador Bueno, o Aclamado, na Família Lagoana", 1945, p. 51
  7. Dicionário Histórico Geográfico de Minas Gerais, Waldemar de Almeida Barbosa, Ed. Itatiaia
  8. Nova Era - Histórico. biblioteca.ibge.gov.br (2009). Página visitada em 19 de junho de 2012.
  9. História | Nova Era (Almanaque Nova Era / Março de 2000). novaera.mg.gov.br. Página visitada em 19 de junho de 2012.
  10. http://www.riodoce.cbh.gov.br/comite/gt-cheias/capitulo4.htm Enchente de 1979
  11. http://tribunalagoana.flogbrasil.terra.com.br/foto16599042.html Enchente de 1997

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.