Região Metropolitana do Vale do Aço

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde março de 2014).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Região Metropolitana do Vale do Aço
Localização
Unidade federativa  Minas Gerais
Lei LC nº51
Data da criação 30 de dezembro de 1998 - Elevado a Região Metropolitana em 12 de janeiro de 2006
Número de municípios 28 (4 oficialmente e 24 incluindo o colar metropolitano).
Cidade-sede Sem cidade-sede oficial. A agência metropolitana é sediada em Ipatinga. [1]
Características geográficas
Área 807,246 km²[2]
População 477 669 hab. (35º) Censo IBGE/2013
Densidade 591,73 hab./km²
IDH 0,803 (17º) – elevado PNUD/2000[3]
PIB R$ 9.346.029,914 mil IBGE/2008[4]
PIB per capita R$ 20.799,46 [4]

A Região Metropolitana do Vale do Aço, conhecida também por Região Siderúrgica localiza-se no leste do estado de Minas Gerais, Sudeste brasileiro. Possui o 11º maior PIB do Brasil.

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

A região tornou-se conhecida internacionalmente em virtude de grandes empresas que se encontram na região, a exemplo da Cenibra, Aperam South America (antiga Acesita e ArcelorMittal Inox Brasil) e Usiminas, todas com um crescente volume de produtos exportados.

Municípios[editar | editar código-fonte]

Região Metropolitana[editar | editar código-fonte]

Município Área (km²)[5] População
(2010)[6] [7]
PIB (2008)[4] IDH (2010)[8] Distância
a Ipatinga (Km)
Ipatinga 166 239.177 6.182.516,210 0,771
elevado
Coronel Fabriciano 221 103.797 661.950,666 0,755
elevado
9,6
Timóteo 145 81.119 2.350.882,545 0,770
elevado
12,6
Santana do Paraíso 276 27.258 150.680,493 0,685
médio
15,6
Total 808 451.351 9.346.029,914 0,745
elevado

Colar metropolitano[editar | editar código-fonte]

Região Metropolitana do Vale do Aço e seu Colar, anteriormente à inclusão de Caratinga.

Distritos[editar | editar código-fonte]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Ferroviário[editar | editar código-fonte]

As cidades de Antônio Dias, Timóteo, Ipatinga, Santana do Paraíso(Ipaba) e Belo Oriente, possuem estações ferroviária da Estrada de Ferro Vitória-Minas.

Rodoviário[editar | editar código-fonte]

A Autotrans realiza o transporte urbano dos municípios de Timóteo e de Ipatinga, além de parte do de Coronel Fabriciano pois neste último também circula a Viação Acaiaca. A Univale é a responsável pelas principais linhas intermunicipais que ligam as cidades da Região Metropolitana.

Para a municípios da zona rural, a São Roque faz a linha Fabriciano - Cava Grande (Marliéria). Ligando a Região a outras partes de Minas Gerais e do Brasil estão várias companhias que utilizam os terminais rodoviários do Vale do Aço, como a Presidente, a Rio Doce e a Gontijo. Vale do Aço conta com a Viação Marli que liga Coronel Fabriciano até Marliéira passando pelas cidades de Timoteo e Jaguaraçu.

Aeroviário[editar | editar código-fonte]

O Vale do Aço conta com o Aeroporto da Usiminas, em Santana do Paraíso, próximo ao centro de Ipatinga.

Fotos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Região Metropolitana do Vale do Aço
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Vale do Aço.

Referências

  1. http://www.jvaonline.com.br/novo_site/ler_noticia.php?id=94831
  2. Área territorial oficial — Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02) (10 out. 2002). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Ranking decrescente do IDH-M das regiões metropolitanas do Brasil Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 1 de junho de 2008.
  4. a b c Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 12 dez. 2010.
  5. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas IBGE_Cidades
  6. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas SIDRA
  7. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas IBGE_Pop_2010
  8. http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/