The CW Television Network

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The CW
The CW Television Network
Logotipo do canal
Tipo Rede de televisão aberta
País  Estados Unidos
 Canadá (via satélite)
Fundação 18 de setembro de 2006
por CBS Corporation e Warner Bros.
Proprietário The CW Network, LLC[1] (CBS Corporation (50%)
Warner Bros. Entertainment (50%)

(Time Warner)

(Time Warner)

Presidente Mark Pedowitz
Cidade de origem Flag of California.svg Burbank, CA
Sede Burbank, CA
Slogan TV Now[2]
Formato de vídeo 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Cobertura Estados Unidos Estados Unidos
 Canadá
 Porto Rico
 México
Nome(s) anteriore(s) UPN (1995 até 2006)
The WB (1995 até 2006)
Página oficial CWTV.com

The CW Television Network ou The CW é uma rede de televisão dos Estados Unidos, lançada durante a temporada televisiva de 2006 para 2007. Apresenta uma mistura da programação da UPN e da The WB, que encerraram suas transmissões para dar lugar ao novo canal em 15 de setembro e 17 de setembro de 2006, respectivamente. A rede, cujo público-alvo é composto de jovens e adultos,[3] é um joint venture entre a CBS Corporation, dona da UPN, e a Warner Bros. Entertainment, uma subsidiária da Time Warner, dona majoritária da The WB.

A rede iniciou suas transmissões na segunda-feira, 18 de setembro de 2006 com duas noites de reprises e especiais sobre o lançamento do canal. No entanto, só foi lançada formalmente na quarta-feira, 20 de setembro, com a estreia da nova temporada de America's Next Top Model..[4] Também foram exibidas no canal as duas temporadas do reality show relacionado às Pussycat Dolls, Pussycat Dolls Present:. O Canal também exibe a série que é sucesso em todos os países exibidos, Kamen Rider: Dragon Knight. O Canal é reconhecido internacionalmente por transmitir na TV aberta dos Estados Unidos, a série de grande sucesso Supernatural, entre outras como: Arrow, One Tree Hill, Smallville e The Vampire Diaries estando em franca expansão em audiência, afiliações e faturamento desde o início de suas operações.

Origens[editar | editar código-fonte]

O The WB e o UPN foram ambos lançados em Janeiro de 1995, numa altura em que a Fox estava a começar a marcar o seu terreno nas audiências. Ambos limitaram-se a ter fracos desempenhos e resultados. Onze temporadas depois, e apesar de um pequeno número de séries de culto e de pequenos êxitos, nenhuma das redes foi capaz de chegar ao estatuto que a Fox ganhou no fim da sua primeira década, e muito menos do enorme sucesso que as três grandes têm: ABC, CBS e NBC. Ambos os canais estavam a perder dinheiro, embora o The WB tenha já sido rentável numas temporadas antes. No dia 24 de Janeiro, apesar de tudo, o anúncio que a CBS e a Warner Bros. deram de unir as duas redes caiu como uma surpresa no meio televisivo.

À imagem do UPN e do The WB, o The CW vai virar-se para as audiências mais jovens. A CBS e a Warner Bros. esperam que a união das suas programações e meios, leve a um The CW forte e que surja no papel de a quinta maior estação americana muito rapidamente. Ao Contrário das outras estações, o The CW não tem planos para programação relacionada com o desporto e com as notícias.

O presidente da CBS, Les Moonves, explicou que o nome da estação é uma união das primeiras letras de CBS e Warner Bros.. Moonves brincou dizendo que não podiam pôr "WC" porque WC, Water Closet, em todo o mundo indica banheiro. Apesar de alguns executivos terem reprovado o novo nome,[5] naquele março, Moonves declarou que não havia mais oportunidades para mudá-lo,[6] citando uma pesquisa que afirmava que 48% do público-alvo do canal já estava sabendo do nome "The CW". Na primeira apresentação da rede, em 18 de maio de 2004, um novo logotipo foi revelado para substituir o retângulo azul provisório utilizado em janeiro. O logotipo é uma insígnia verde e branca com o nome do canal, o que causou comparações com o logotipo da CNN (outra subsidiária da Time Warner).

O The WB fechou no dia 17 de Setembro de 2006 com uma programação especial de cinco horas, mostrando os episódios pilotos de algumas das suas séries que ficaram para a história. Figuram na escolha: Angel, Buffy, Felicity e Dawson's Creek. Nos intervalos a publicidade incluiu promos conhecidos do canal e publicidade a DVDs das séries produzidas pelo canal.

Em relação à UPN, a transmissão se encerrou na sexta-feira anterior com a programação usual de Friday Night SmackDown.

Afiliadas[editar | editar código-fonte]

Após o anúncio da rede, a The CW imediatamente anunciou acordos de afiliação de 10 anos com a Tribune Company e a CBS Television Stations Group. A Tribune designou 16 estações (incluindo suas principais estações, como a WGN-TV de Chicago, a KTLA de Los Angeles e a WPIX de Nova York) que estavam anteriormente afiliadas com a The WB, enquanto que a CBS designou 11 de suas estações da UPN (incluindo a WKBD em Detroit, a WPSG na Filadélfia e a WUPA em Atlanta). Combinadas, essas estações atingem 48% dos Estados Unidos. Ambos os grupos também são donos de várias estações da UPN ou da The WB que não se juntaram à The CW em mercados em que ambas têm posses. Como parte do acordo, a Tribune concordou em abrir mão da sua parte na The WB e em não ser uma das proprietárias da The CW.

A rede declarou que chegaria a 95% dos Estados Unidos. Em mercados onde operavam afiliadas tanto da UPN como da The WB, apenas uma estação tornava-se uma afiliada da The CW. Os diretores preferiram as estações mais "fortes" entre as afiliadas existentes. Na maioria dos casos, era óbvio em qual afiliada o novo canal entraria; havia poucos mercados em que tanto a afiliada da The WB como da UPN eram ambas relativamente fortes.

No entanto, enquanto a "fusão" era estruturada como não uma fusão no sentido legal, mas como uma nova rede surgindo ao mesmo tempo em que duas fechavam, a The CW não tinha obrigações de manter as afiliações existentes com a The WB ou a UPN. Por isso, tinha de negociar do zero com cada estação.

Como resultado, em alguns mercados a The CW não está nem numa ex-afiliada da The WB e nem da UPN. Em Helena, Montana, foi a afiliada da ion, KMTF, que tornou-se uma estação da The CW. Em Honolulu, no Havaí, a The CW não apareceu até o início de janeiro de 2007 quando começou sua transmissão como subcanal digital da afiliada local da FOX, a KHON. Em Las Vegas, Nevada, a estação independente KVCW assinou sua afiliação com a The CW. A rede também se afiliou com alguns canais digitais – geralmente subcanais novos de uma afiliada local das quatro maiores estações de televisão do país – em vários mercados.

Devido à disponibilidade dos subcanais digitais, e a provável chance que têm de estarem disponíveis na televisão a cabo e via satélite, tanto a The CW como a MyNetworkTV foram lançadas com mais cobertura nacional do que a UPN e a The WB quando começaram em 1995. A UPN, por vários anos, teve falhas nos 30 maiores mercados, e em 2005 atingia apenas 85% da população. Isso resultava em afiliações secundárias com outras redes e a audiência prejudicada quando os programas eram exibidos em outro horário (ou nem exibidos, como algumas séries de Star Trek) por causa de conflitos com programas da afiliação principal da estação.

Repercussões do lançamento[editar | editar código-fonte]

O anúncio da The CW causou a maior mudança na televisão aberta norte-americana desde a aliança entre a Fox e a New World Communications em 1994 e subsequente lançamento da UPN e da The WB no ano seguinte. Enquanto que a estreia da The CW afetou mais mercados, era improvável que causasse muita confusão no telespectador, já que nenhuma das afiliadas das quatro maiores estações abriu mão de suas afiliações para juntar-se à The CW.

A The WB e a UPN foram as maiores redes de televisão a fechar desde o colapso da DuMont Television Network em 1955, apesar de outras redes de televisão menores também terem encerrado as operações conforme os anos passavam.

Nos mercados onde havia estações separadas para a The WB e a UPN, uma estação local foi deixada de lado na fusão; a maioria dessas estações assinou com a MyNetworkTV enquanto outras optaram por virar estações independentes. Algumas estações (a maioria subcanais digitais e estações de baixa-potência) que não receberam nenhuma afiliação optaram pelo desligamento permanente e o encerramento total.

Ficou claro que a Fox Television Stations Group, que tinha comprado várias afiliadas da UPN de uma das donas antigas da UPN, a Chris-Craft Industries em 2002, sofreu um impacto. Suas afiliadas da UPN em cinco grandes mercados não seriam afiliadas com a The CW, devido ao acordo com a Tribune, e a Fox deixou claro que nem tentaria buscar a afiliação para suas outras quatro estações da UPN. Todos os logotipos da UPN e as referências à rede foram rapidamente removidas de suas estações. Pouco depois, a Fox anunciou que estaria iniciando a MyNetworkTV, um serviço de programação feito para preencher duas horas do horário nobre toda noite que iniciou operações nas suas ex-afiliadas da UPN após o começo da The CW. A Fox também ofereceu o serviço para outras estações.[7]

Programação[editar | editar código-fonte]

Programação Atual[editar | editar código-fonte]

Dramas[editar | editar código-fonte]

Reality[editar | editar código-fonte]

Especiais[editar | editar código-fonte]

  • iHeartRadio Music Festival (2012-presente)
  • IHeartRadio Ultimate Pool Party (2013-presente)
  • Young Hollywood Awards (2013-presente)

Em Breve[editar | editar código-fonte]

  • Statick Shock(Em Produção)

Dramas[editar | editar código-fonte]

  • Jane the Virgin (Estreia 13 de Outubro de 2014)
  • iZombie (2015)
  • The Messengers (2015)

Especiais[editar | editar código-fonte]

  • The World Dog Awards (Estreia em Janeiro de 2015)

Antiga Programação[editar | editar código-fonte]

Dramas[editar | editar código-fonte]

Sitcoms[editar | editar código-fonte]

Minisséries[editar | editar código-fonte]

  • Labyrinth (2014)

Especiais[editar | editar código-fonte]

  • 36th Daytime Emmy Awards (2009)
  • Perez Hilton All Access: Lady Gaga (2012)
  • Perez Hilton All Access: Katy Perry (2012)
  • Dr. Horrible's Sing-Along Blog (2012)
  • Critics' Choice Movie Awards (2013-2014)
  • Justin Timberlake iHeartRadio Album Release Party (2013)
  • One Direction iHeartRadio Album Release Party (2013)
  • iHeartRadio Jingle Ball 2013 (2013)
  • Critics' Choice Television Awards (2014)

Reality[editar | editar código-fonte]

  • WWE Friday Night SmackDown (2006–2008)
  • Beauty and the Geek (2006–2008)
  • Online Nation (2007)
  • Crowned: The Mother of All Pageants (2007–2008)
  • CW Now (2007–2008)
  • Pussycat Dolls Present: (2007–2008)
  • 4Real (2008)
  • Farmer Wants a Wife (2008)
  • In Harm's Way (2008)
  • Stylista (2008)
  • The CW Sunday Night Movie (2008–2009)
  • Judge Jeanine Pirro (2008–2009)
  • 13: Fear Is Real (2009)
  • Hitched or Ditched (2009)
  • The Tyra Banks Show (2005–2010)
  • High Society (2010)
  • Fly Girls (2010)
  • Plain Jane (2010)
  • Shedding for the Wedding (2011)
  • H8R (2011)
  • Lifechangers (2011–2012)
  • Remodeled (2012)
  • The Catalina (2012)
  • Oh Sit! (2012–2013)
  • The Next: Fame Is at Your Doorstep (2012)
  • Breaking Pointe (2012–2013)
  • Perfect Score (2013)
  • Capture (2013)
  • Famous in 12 (2014)

Problemas com a Time Warner Cable[editar | editar código-fonte]

Alguns domicílios não puderam assistir à nova rede quando estreou em 18 de setembro, devido à falha em chegar a um acordo com a Time Warner Cable em alguns mercados. Em regiões como Charleston, Carolina do Sul; El Paso, Texas; Honolulu, Havaí; Palm Springs, Califórnia; Beaumont, Texas e Corpus Christi, Texas, onde a The CW é transmitida em um subcanal digital da afiliada principal da estação, houve tentativas sem sucesso em fazer com que a Time Warner Cable carregasse a The CW em sua grade básica.[8] Desde então, algumas afiliadas assinaram acordos com a Time Warner Cable, mas nem todas as estações conseguiram entrar na numeração analógica, como a WSTQ de Syracuse, Nova York, que só pode ser vista no canal 266.[9]

Atualmente, o maior mercado sem afiliação conhecida é o de Johnstown/Altoona na Pensilvânia, que fica na 98ª posição na listagem da Nielsen. A afiliada mais próxima, WPCW-TV, é transmitida na televisão a cabo dessas cidades.

Referências

  1. CW Network LLC profile Businessweek.com Bloomberg L.P.. Visitado em September 27, 2012.
  2. Andreeva, Nellie (July 25, 2012). The CW unveils New 'TV Now' Slogan Deadline Hollywood. Visitado em July 26, 2012.
  3. Allison Romano (21 de agosto de 2006). Dawn of a New Network Broadcasting & Cable. "Our shows are going to appeal to the 18- to 34-year-olds but will have something unique about them that feels fresh."
  4. CW Staggers Its Debut Zap2it (17 de julho de 2006).
  5. http://www.nypost.com/entertainment/62346.htm
  6. Ben Grossman (15 de março de 2006). CW Staying CW, Says Moonves Broadcasting & Cable.
  7. http://www.newscorp.com/news/news_277.html
  8. http://www.broadcastingcable.com/article/CA6376892.html
  9. http://www.theithacajournal.com/apps/pbcs.dll/article?AID=/20061128/NEWS01/611280340

Ligações externas[editar | editar código-fonte]