Economia de Ruanda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Economia de Ruanda
Parque Nacional dos Vulcões, um dos atrativos turísticos de Ruanda.
Moeda franco ruandês
Ano fiscal ano calendário
Blocos comerciais OMC, União Africana
Estatísticas
PIB 15,74 bilhões (2012) (140º lugar)
Variação do PIB 8,9% (2018)
PIB per capita 1 500
PIB por setor agricultura 33,3%, indústria 13,9%, serviços 52,8%
Inflação (IPC) 2,3% (2018)
População
abaixo da linha de pobreza
39% (2011)
Coeficiente de Gini 0,468
Força de trabalho total 4 446 000 (2007)
Força de trabalho
por ocupação
agricultura 90%, indústria e serviços 10% (2000)
Desemprego N/D
Principais indústrias cimento, produtos agrícolas, bebidas em pequena escala, sabão, mobiliário, calçados, itens de plástico, têxteis, cigarro
Exterior
Exportações 451,3 milhões (2012)
Produtos exportados café, chá, peles, minério de estanho
Principais parceiros de exportação Quênia 32,6%, República Democrática do Congo 13,1%, República Popular da China 11,7%, Malásia 10,4%, Estados Unidos 5,6%, Suíça 5,2%, Paquistão 4,1%
Importações 1 559 milhões (2012)
Produtos importados alimentos, máquinas e equipamentos, aço, derivados de petróleo, cimento e materiais de construção
Principais parceiros de importação Quênia 18,4%, Uganda 16,6%, Emirados Árabes Unidos 8,3%, República Popular da China 6,9%, Índia 5,4%, Tanzânia 5,4%, Bélgica 4,3%
Dívida externa bruta 1 153 milhões (2012)
Finanças públicas
Receitas 1 670 milhões (2012)
Despesas 1 873 milhões (2012)
Fonte principal: [[1] The World Factbook]
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

Ruanda é um país pobre de economia militarizada[2] onde 90% da sua população trabalha na agricultura, principalmente a de subsistência, além de uma pequena produção mineral e processamento de produtos agrícolas.[1] É o país mais densamente povoado da África, tem poucos recursos naturais e um setor industrial extremamente pequeno. Atualmente o turismo é a principal fonte de renda do país, e desde 2008 a mineração ultrapassou o café e o chá como principal fonte de produtos para exportação.[1] As exportações sofreram uma queda em 2009 e 2010 como consequência da retração económica global.

Cultivo de café em Ruanda.

A agricultura representava 33% da economia do país em 2012.[3] Durante muitos anos o país dependeu do café como seu cultivo principal, mas o congelamento do preço da mercadoria a pedido do FMI levou ao incremento da corrupção.[4] A queda dos preços internacionais do café em 1989 provocou uma grande queda na paridade do poder de compra e aumentou as tensões domésticas.

A economia sofreu violentamente com o genocídio de 1994, devido à enorme perda de vidas humanas, à impossibilidade de conservar a infraestrutura do país, aos saques e ao abandono das plantações. Isto provocou uma enorme queda do PIB e destruiu a capacidade do país em atrair investimentos internos e externos.[1] Depois disso a economia se recuperou, e o PIB per capita atingiu 1.592 dólares internacionais em 2013 contra 416 em 1994.

Ruanda tem poucos recursos naturais, e a economia se baseia principalmente na agricultura de subsistência praticada com ferramentas simples. Cerca de 90% da população está no campo, e a agricultura respondia por 42,1% do PIB em 2010.

Comércio exterior[editar | editar código-fonte]

Em 2018, o país foi o 138º maior exportador do mundo (US $ 2,0 bilhões em mercadorias, menos de 0,1% do total mundial).[5][6] Já nas importações, em 2019, foi o 166º maior importador do mundo: US $ 1,1 bilhões.[7] O país tem recebidop investimento militar dos Estados Unidos desde a década de 90.[8]

Setor primário[editar | editar código-fonte]

Agricultura[editar | editar código-fonte]

Ruanda produziu, em 2019[9]:

Além de outras produções de outros produtos agrícolas. Produtos como banana, abacaxi, chá, café, e tabaco são produtos de alto valor, voltados à exportação.[10]

Pecuária[editar | editar código-fonte]

Na pecuária, Ruanda produziu, em 2019, 174 milhões de litros de leite de vaca, 72 milhões de litros de leite de cabra, 8 milhões de litros de leite de ovelha, 33 mil toneladas de carne bovina, 20 mil toneladas de carne de cabra, 19 mil toneladas de carne de frango, 9 mil toneladas de carne suína, entre outros.[11]

Setor secundário[editar | editar código-fonte]

Indústria[editar | editar código-fonte]

O Banco Mundial lista os principais países produtores a cada ano, com base no valor total da produção. Pela lista de 2019, Ruanda tinha a 144ª indústria mais valiosa do mundo (US $ 0,86 bilhões).[12]

Mineração[editar | editar código-fonte]

Em 2019, o país era o o 7º maior produtor mundial de tungstênio [13] e o 12º maior produtor mundial de estanho.[14] O país também tem alguma extração de ouro, safira e coltan.

Referências

  1. a b c d CIA. «The World Factbook». Consultado em 5 de novembro de 2013  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "CIA" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. Michel Chossudovsky and Pierre Galand, L'usage de la dette exterieure du Rwanda, la responsabilité des créanciers, mission report, United Nations Development Program and Government of Rwanda, Ottawa and Brussels, 1997.
  3. «Rwanda's GDP per capita in 2012 rises to USD 644» 
  4. Maton, Jef. 1994. Développement économique et social au Rwanda entre 1980 et 1993. Le dixième décile en face de l’apocalypse. (Economic and Social Development in Rwanda between 1980 and 1999.)
  5. Trade Map - List of exporters for the selected product in 2018 (All products)
  6. Market Intelligence: Disclosing emerging opportunities and hidden risks
  7. «International Trade Statistics». International Trade Centre. Consultado em 25 de agosto de 2020 
  8. Musengwa Kayaya, U.S. Company To Invest in Zaire, Pan African News, 9 May 1997.
  9. Rwanda production in 2019, by FAO
  10. Rwanda production in 2019, by FAO
  11. Produção da pecuária da Ruanda em 2019, pela FAO
  12. Fabricação, valor agregado (US $ corrente)
  13. USGS Tungsten Production Statistics
  14. USGS Tin Production Statistics


Flag-map of Rwanda.svg Ruanda
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens