Kanui

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Kanui.com.br
Logo Kanui.svg
Privada
Atividade Varejista
Gênero Loja Online
Fundação 2011
Fundador(es) Bruno Ferraz Henriques, Bruno Nardon Felici e Luis Fernando Barreiro
Sede Brasil São Paulo, Brasil
Empregados 500 (2015)
Produtos Calçados, roupas, acessórios, esportes e lifestyle
Website oficial www.kanui.com.br

Kanui é uma empresa que foi fundada em outubro de 2011 por três sócios: Bruno Ferraz Henriques, Bruno Nardon Felici e Luis Fernando Barreiro[1].

História[editar | editar código-fonte]

A empresa iniciou em uma sala de apenas 20 metros quadrados em São Paulo. O fundo alemão Rocket Internet tornou-se o principal financiador da empresa.

Atualmente a KANUI é o maior site de comércio eletrônico de esportes radicais e estilo de vida masculino do Brasil, contando com mais de 500 funcionários. Com faturamento de 202 milhões de reais em 2014, a Kanui se tornou uma das únicas grandes empresas do segmento do e-commerce brasileiro a operar no positivo se destacando pelos seus métodos de gestão de estoque, compras e marketing inovadores. [2]

Em setembro de 2015 a Kanui foi adquirida pelo grupo GFG (Global Fashion Group) e se fundiu no Brasil com a Dafiti www.dafiti.com.br e Tricae www.tricae.com.br numa transação estimada em 150 milhões de euros (algo em torno de 515 milhões de reais).[3] [4]

O site oferece um catálogo com mais de 100 mil produtos e mil marcas diferentes, entre calçados, roupas, acessórios, artigos esportivos, produtos para estilo de vida e beleza.

Referências

  1. «A loja online Kanui mede tudo». Exame.com. 01 de Maio de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «Como a loja Kanui saiu do prejuízo no e-commerce brasileiro». Revista Exame. 21 de fevereiro de 2015 
  3. «Dafiti compra as lojas online Kanui e Tricae». Revista Exame. 01 de setembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. «Tricae e Kanui não trocarão de roupa após compra pela Dafiti». Revista Exame. 02 de setembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.