C&A

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
C&A
Razão social C&A Modas S.A
Empresa de capital aberto
Slogan “Muito Eu”
Cotação B3CEAB3
Fundação 1841 (179 anos)
Fundador(es) Irmãos Clemens e August
Sede  Países Baixos
Produtos Varejo, Têxtil, Eletrônicos,Cosméticos
LAJIR Aumento R$ 1.422 bilhão (2019)[1]
Faturamento Aumento R$ 690 milhões (2019)[1]
Renda líquida Aumento R$ 6.841 bilhões (2019)[1]
Website oficial www.cea.com.br
  • Notas de rodapé / referências
  • C&A Brasil é controlada por Cofra Holding AG[1]

C&A é uma cadeia internacional de lojas de vestuário. No Brasil, é uma das maiores rede de lojas de departamento do país[2][3][4] e a décima segunda maior empresa varejista, segundo ranking do Ibevar em 2012. Foi fundada nos Países Baixos em 1841 pelos irmãos Clemens e August (daí C&A) como uma empresa têxtil. A C&A foi a primeira empresa do varejo de moda no país a incluir temas voltados à sustentabilidade em suas campanhas, tendo como meta ser uma plataforma para as pessoas se expressarem e oferecer moda com impacto positivo. A rede ainda tem uma Loja Eco, localizada no Centro Histórico de Porto Alegre, com projeto que faz parte das iniciativas que priorizam a sustentabilidade.[5]

História[editar | editar código-fonte]

A C&A foi criada em 1841[6] pelos irmãos holandeses Clemens e August Brenninkmeijer, que eram agricultores em Mettingen e resolveram se mudar para tentar a vida como comerciantes. A união de suas iniciais deu origem ao nome da empresa, sendo a primeira loja inaugurada em Sneek (Holanda), em 1861. A rede tornou-se uma das primeiras no mundo a oferecer roupas prontas aos consumidores. Em 1912, com o crescimento do negócio, a empresa instalou-se também na Alemanha (terra da família Brenninkmeijer), e, posteriormente, em outros países da Europa.

A rede varejista conta hoje com filiais na Alemanha, Áustria, Bélgica, Brasil, Croácia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, França, Hungria, Itália, Luxemburgo, México, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Tcheca, Roménia, Rússia, Sérvia, Suíça, China e Turquia.

Em 2017 o Tecmundo publicou um artigo onde aponta que os funcionários da C&A Brasil vendem dados dos clientes.[7]

C&A no Brasil[editar | editar código-fonte]

A primeira loja C&A no Brasil foi inaugurada no Shopping Ibirapuera, em São Paulo, no dia 31 de agosto de 1976. Foi também a primeira loja da rede a ser inaugurada na América Latina.[8]

Atualmente a empresa tem 290 lojas em 101 cidades, atendidas por mais de 22 mil associados e que recebem cerca de um milhão de clientes por dia. Em 2013, contratou cerca de 2500 funcionários e conta com 60% do seu staff com menos de 25 anos.

Parcerias com Celebridades[editar | editar código-fonte]

As lojas C&A lançou a coleção de roupas inspirados em divas da musica pop. Entre as as celebridades que assinaram as linhas de roupas para a loja incluem: Thalia, Fergie, Nicole Scherzinger (vocalista do extinto grupo The Pussycat Dolls), Christina Aguilera e Beyoncé. A modelo Gisele Bündchen e a estilista Stella McCartney também tiveram suas próprias linhas de roupas.

Em 2015 a C&A une-se a Sarah Chofakian, dona de uma marca homônima que produz calçados feitos à mão por artesãos, para lançar uma coleção de calçados com modelos coloridos, com recortes e formas diferentes elaborados por Chofakian.[9] Ainda em 2015, a atriz Maria Casadevall, começou a estrelar a campanha Se tá bombando, tá na C&A. O jingle da campanha é inspirado na música Lips Are Movin, da cantora Meghan Trainor.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre C&A