C&C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
C&C Casa e Construção
Razão social C&C Casa e Construção Ltda
Indústria varejista de produtos para construção, reforma e decoração
Fundação São Paulo, SP, Brasil (2000)
Sede São Paulo, SP
Locais 45 lojas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo
Proprietário(s) Conglomerado Alfa
Pessoas-chave Aloísio de Faria
Produtos Materiais para construção e reforma.
Website oficial cec.com.br

A C&C, ou Casa e Construção é a maior empresa do Brasil do setor varejista de produtos para construção, reforma e decoração.[1][2] A empresa faz parte do Grupo Alfa e englobou antigas empresas do setor, tais como Madeirense, Conibra, Uemura Home Center e Castorama.

A C&C possui 45 lojas distribuídas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, e 4 centros de distribuição, sendo dois em São Paulo, um no Espírito Santo e um no Rio de Janeiro.[3][4][5]

Historia[editar | editar código-fonte]

A C&C Casa e Construção foi fundada em 2000, através da fusão da Conibra e Madeirense, empresas varejistas do setor de construção. A C&C comprou a rede varejista Uemura Home Center em 2001, e em 2003 adquiriu a operação no Brasil da Castorama, rede varejista multinacional do setor de construção.[6][7]

Segundo a Revista Isto é Dinheiro, a C&C Casa e Construção é líder brasileira no setor varejista de produtos para construção, reforma e decoração.[8] A C&C foi a primeira empresa do setor varejista de casa e construção a fazer vendas de seus produtos online em 2001.[5] Em 2005 a C&C iniciou a venda de produtos eletroeletrônicos nas lojas físicas e no portal online.[9] A empresa possui mais de 45 mil produtos para construir, reformar e decorar.[5]

Em 2013, a C&C foi a vencedora da edição do Prêmio DCI (Diário Comércio Indústria e Serviços) como empresas mais admiradas, na categoria material de construção.[5]

Referências

  1. «As 27 empresas mais admiradas do País». DCI. Consultado em 24 de abril de 2014. 
  2. Anna Carolina Oliveira. «Espaço para o diferente». Exame Abril. Consultado em 24 de abril de 2014. 
  3. Maria Christina Frias. «Grupo investira R$ 233 mi na area de navegação». Folha de S. Paulo. Consultado em 24 de abril de 2014. 
  4. Erica Martin. «No aconchego do atendimento». Consumidor Moderno. Consultado em 24 de abril de 2014. 
  5. a b c d Igor Utusmi. «Apostas da C & C para 2014». DCI. Consultado em 24 de abril de 2014. 
  6. «C & C adquire lojas da Castorama no Brasil». Valor Econômico. Consultado em 25 de abril de 2014. 
  7. «C&C compra seis lojas da rede Uemura». Valor Econômico. Consultado em 25 de abril de 2014. 
  8. João Doria Jr. «Arrecadação». Isto é Dinheiro. Consultado em 25 de abril de 2014. 
  9. Rosenildo Gomes Ferreira. «C&C de cara nova». Isto é Dinheiro. Consultado em 25 de abril de 2014. 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]