Lojas Centauro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lojas Centauro
Slogan Seu Esporte, Nossa Paixão
Indústria Varejista
Fundação 01 de abril de 1981 (36 anos)
Sede São Paulo, SP, Brasil
Proprietário(s) Sebastião Bomfim Filho / GP Investments
Presidente Pedro Zemel (CEO)
Empregados 8.000
Produtos Artigos Esportivos
Divisões Varejo/Comércio Eletrônico
Acionistas GP Investments - 36.5%
Faturamento R$ 2,6 bilhões (2014)
Website oficial centauro.com.br

As Lojas Centauro fazem parte de uma rede brasileira multicanal de artigos esportivos. Fundada em abril de 1981 por Sebastião Bomfim Filho com a missão de democratizar o esporte no Brasil, a companhia possui mais de 180 lojas em 22 estados do Brasil e Distrito Federal, além de contar com dois centros de distribuição localizados em Extrema, Minas Gerais, e Jarinu, São Paulo. A Centauro também comercializa produtos por comércio eletrônico e aplicativo para dispositivos móveis.[1]

Fundada em 1 de abril de 1981 por Sebastião Bomfim Filho, a primeira loja Centauro foi inaugurada há 36 anos próxima ao bairro Savassi, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Surgia então o Grupo SBF, que ainda possui uma rede especializada em tênis, a By Tennis.[2]

Filho de comerciante, Bomfim já trabalhava na loja de tecidos do pai, em Caratinga, interior de Minas Gerais. A oportunidade de mudança para o setor de artigos esportivos aconteceu no início dos anos 80, aos 26 anos, quando notou um crescente hábito na prática de atividades físicas regulares. Nesse período, constatou que mesmo com a paixão dos brasileiros por futebol, não havia nenhuma loja de artigos esportivos no Brasil que transmitisse a energia do esporte. A partir de então, nasceu a primeira loja da Centauro, com uma proposta inovadora, a de democratizar o esporte no país.[2] A inspiração do nome surgiu por conta da figura mitológica do centauro, um ser que soma a inteligência humana com a força e resistência de um animal.[3]

No final dos anos 90, a rede já possuía mais de 22 lojas em Minas Gerais, Rio de Janeiro e em Brasília. As lojas Centauro costumavam ter 200 metros quadrados e o fundador da rede decidiu abrir uma loja com dez vezes esse tamanho, inspirado nas megalojas de livros que faziam sucesso no país. A primeira loja neste novo modelo foi a loja do Shopping West Plaza, em São Paulo, em meados do ano 2000. A partir de então, a marca introduziu um novo exemplar de estabelecimento esportivo no Brasil, as megalojas de produtos esportivos.[2]

Em 2003, três anos depois de estabelecer a primeira megaloja, a Centauro iniciou suas operações no comércio eletrônico, que representa 12% da receita do grupo.[3]

No ano de 2009, a empresa inaugurou a sua primeira loja em formato outlet, junto ao centro de distribuição, na cidade de Extrema (MG).[4]

Em 2013, a empresa inaugurou um centro de distribuição no estado de São Paulo, na cidade de Jarinu. Nesse mesmo ano, foi aberta a loja Full Size no Rio de Janeiro, uma loja/empreendimento de rua com 3.000 metros quadrados voltados à experiência e interação de clientes com diversas modalidades esportivas.[5]

Dois anos depois, a rede lançou um aplicativo de compras para tablets e smartphones, para sistemas operacionais iOS e Android, o qual permite ao consumidor efetuar compras a partir de dispositivos móveis.[6] Além disso, no mesmo ano, ainda estabeleceu um segundo outlet no Shopping D, em São Paulo (SP).[7]

No final de 2015, a empresa chegou ao Mato Grosso para inaugurar sua primeira loja no estado, com 1.500 metros quadrados, em Cuiabá, no Pantanal Shopping.[8]

A rede atua em omnichannel (multicanalidade), permitindo o cliente comprar no site ou no aplicativo e trocar o produto na loja física.[9]

Atualmente, a Centauro também é responsável por administrar as lojas virtuais do time do Flamengo [10] e da marca esportiva Under Armour.[11]

Loja Centauro do Shopping Leblon - Rio de Janeiro/RJ

História[editar | editar código-fonte]

Comércio Eletrônico Lojas Centauro - Tela de Setembro/2016

1981 – Fundação da primeira loja Centauro em Belo Horizonte (MG).[1]

1995 – Grupo SBF inicia a expansão para outros Estados do Brasil, com inauguração da primeira loja no Rio de Janeiro.[12]

2000 – Inauguração da primeira megastore em São Paulo e a segunda em Brasília.[13]

2003 – Com presença em 10 cidades brasileiras, tem início a operação de comércio eletrônico em http://www.centauro.com.br.

2004 – Fundação do Centro de Serviços na Lapa, São Paulo.

2008 – Com 100 lojas em todo o Brasil, ocorre a transferência de 100% da operação de Back Office para São Paulo. No mesmo período, a companhia inaugura Centro de Distribuição na cidade de Extrema (MG), com área de armazenagem equivalente a 48.000 metros quadrados.

2013 – Inauguração da loja Full Size no Rio de Janeiro [5] e inauguração do centro de distribuição no Estado de São Paulo em Jarinu, com área útil de 16.000 metros quadrados.

2014 – A Centauro foi patrocinadora oficial da Copa das Confederações [14] e apoiadora Nacional da Copa do Mundo FIFA™ 2014.[15]

2015 – Lançamento do aplicativo de compras para dispositivos móveis;[16] Abertura outlet Shopping D em São Paulo (SP);[7] Inaugurada primeira loja no estado do Mato Grosso, na cidade de Cuiabá.[8]

Investidores[editar | editar código-fonte]

A Centauro é uma das empresas do Grupo SBF, grupo controlado pela Pacipar Participações, que possui 63,5% do capital da companhia, e pela GP Investments, com 36,5% de participação.[17] O fundador do Grupo SBF, Sebastião Bomfim Filho, segue como controlador da empresa. Em dezembro de 2015, a companhia anunciou um novo CEO, Pedro Zemel, que atuava há três anos como diretor comercial da empresa.[18]

Marcas Próprias[editar | editar código-fonte]

Além de ser o maior vendedor brasileiro de marcas como Nike, Adidas e Puma [19] e de comercializar produtos de diversos outros parceiros, como Reebok, Asics, Mizuno e Olympikus, a Centauro possui marcas próprias que complementam seu portfólio: Adams, com artigos de Futebol, Basquete e Tennis; Nord Outdoor, com produtos para Camping; Oxer, que inclui diversos segmentos esportivos (artigos para Academia, Corrida, Natação, Ciclismo, Surf e Casual) e X-Seven, de Skate.[20]

Apoios e Patrocínios[editar | editar código-fonte]

Desde 2007, a empresa é patrocinadora do tenista brasileiro Marcelo Melo,[21] que em 2015 conquistou um feito importante para o país, ao alcançar a primeira posição do ranking mundial de duplistas da ATP (Associação de Tenistas Profissionais). A proposta, feita diretamente pelo fundador e presidente da rede, Sebastião Bomfim Filho, veio nas condições de que o jogador abandonasse a categoria simples e começasse a se dedicar apenas ao tênis de duplas, além de ter um contrato baseado em meritocracia. Na época, Marcelo Melo ocupava a 198º posição no ranking e, a partir de então, contou com todo apoio da Centauro para se desenvolver como atleta profissional.[22]

Na Paraolimpíada de Pequim, em 2008, a companhia patrocinou os atletas deficientes visuais Terezinha Guilhermina, velocista que conquistou um ouro, uma prata e um bronze na competição, e Odair Ferreira dos Santos, ganhador de três medalhas de bronze.[23]

Já em 2014, a Centauro foi Apoiadora Nacional da Copa do Mundo FIFA™ 2014.[24] A rede ainda foi Apoiadora Nacional da Copa das Confederações [14] da FIFA em 2013 e patrocinadora da Copa do Brasil durante os anos de 2012 e 2013.[25]

Em seu histórico, já investiu também em patrocínios como o do Campeonato Brasileiro/Série B,[26] o de todos os árbitros da Copa Libertadores da América e da Sul Americana (Conmebol),[27] além das Seleções Africanas de Camarões, Costa do Marfim, Gana e Senegal.[28]

Em 2015, a companhia, que já apoiava mais de 100 corridas de rua, fechou patrocínio com dez assessorias esportivas em sete capitais do país: Run&Fun, em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro; 4Any1, Find Your Self e Race, em São Paulo; Even Faster, no Rio Grande do Sul; Walter Tuche e Start, no Rio de Janeiro; BPM, em Curitiba; Santiago Ascenço, em Goiânia, e Top Sports, no Distrito Federal. No total, as dez assessorias somaram mais de 3.500 praticantes de esportes. Até hoje, a Centauro já patrocinou diversos eventos de corrida, entre eles Night Run, Circuito das Estações, Circuito Athenas, Circuito Caixa e Venus WRun, além da Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro como apoiadora.[29]

A Centauro ainda é uma das empresas parceiras do Movimento por um Futebol Melhor, que une torcedores, clubes e empresas que apoiam o desenvolvimento dos clubes.[30] Além disso, é uma das apoiadoras do Pacto Pelo Esporte, um acordo setorial que autorregula os investimentos do setor.[31]

Últimos Prêmios Recebidos[editar | editar código-fonte]

2015 – A empresa foi eleita pelo Prêmio E-bit, de votação popular, a melhor loja do e-commerce na categoria Moda e Acessórios.[32] No mesmo ano, o Instituto Datafolha divulgou pesquisa que resultou na 1ª edição da série do "O Melhor de São Paulo", no qual a rede conquistou o primeiro lugar na categoria loja de material esportivo.[33] A rede Centauro – Lojas Físicas também recebeu o Prêmio Época Reclame Aqui 2015 na categoria Moda, Confecção e Artigos Esportivos – Varejo.[34]

2016 – Pelo segundo ano consecutivo, a Centauro é a preferida dos paulistanos para loja de material esportivo, segundo a pesquisa “O Melhor de São Paulo – Serviços”, do jornal Folha de S.Paulo.[35]

Neste mesmo ano, também recebeu pela segunda vez consecutiva, o Prêmio Época ReclameAqui na categoria Moda e Confecção - Varejo e pela primeira vez na categoria E-commerce - Artigos Esportivos, promovido pelo site de reclamações Reclame Aqui em parceria com a Revista Época.

Referências

  1. a b «Sebastião Bomfim Filho». Universo Online. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  2. a b c «O empreendedor que virou o jogo na Centauro». Exame (Brasil). Consultado em 18 de agosto de 2016 
  3. a b «Poder: as histórias fabulosas de Sebastião Bomfim Filho, da Centauro». Universo Online. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  4. «Outlet Centauro em Extrema, faça compras com desconto». Extrema MG. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  5. a b «Centauro inaugura Full Size, loja de rua com 3 mil metros quadrados». Portal da Propaganda. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  6. «Centauro lança aplicativo para tablets e smartphones». e-Commerce News. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  7. a b «Centauro lança outlet em São Paulo». Investimentos e Notícias. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  8. a b «Centauro inaugura em Cuiabá». Diário de Cuiabá. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  9. «Centauro aposta na integração entre online e offline para se destacar». Exame (Brasil). Consultado em 23 de agosto de 2016 
  10. «Com Adidas, Centauro assume loja online do Flamengo». Universo Online. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  11. «Under Armour lança canal próprio de vendas na Internet». Época (revista). Consultado em 23 de agosto de 2016 
  12. «Centauro». Varejista. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  13. «Mega Centauro». Isto É. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  14. a b «Centauro investe R$ 100 milhões no projeto Copa». Universo Online. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  15. «Centauro compra última cota de patrocínio para Copa de 2014». Exame (Brasil). Consultado em 18 de agosto de 2016 
  16. «Centauro lança aplicativo de compras para iOS e Android». Diário do Comércio. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  17. «Fundo da GP Investments amplia fatia na Centauro». Exame (Brasil). Consultado em 23 de agosto de 2016 
  18. «Dona da Centauro, SBF tem novo CEO a partir de janeiro». Valor Econômico. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  19. «Centauro: das quadras para o IPO». Exame (Brasil). Consultado em 22 de agosto de 2016 
  20. «Centauro aposta em multicanais». PropMark. Consultado em 22 de agosto de 2016 
  21. «Centauro patrocina Marcelo Melo». Universo Online. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  22. «O salto teimoso do varejo». Isto É. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  23. «Centauro anuncia patrocínio a tenistas». Universo Online. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  24. «Centauro fecha último contrato de patrocínio para Copa de 2014». G1. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  25. «Centauro patrocina Copa do Brasil pelo segundo ano». Exame (Brasil). Consultado em 22 de agosto de 2016 
  26. «Centauro é a nova patrocinadora do Brasileirão Série B». Futebol Marketing. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  27. «Centauro renova parceria com a Penalty para patrocinar árbitros da Conmebol». O Povo online. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  28. «Por seleções africanas, Centauro fecha com a Puma». Universo Online. Consultado em 23 de agosto de 2016 
  29. «Por aproximação de público, Centauro anuncia patrocínio de assessorias esportivas». Universo Online. Consultado em 22 de agosto de 2016 
  30. «Centauro e Easy Taxi são novos parceiros de Movimento por um Futebol Melhor». Universo Online. Consultado em 22 de agosto de 2016 
  31. «Com 20 empresas, 'Pacto pelo Esporte' é lançado com presença de ex-atletas». Isto É. Consultado em 22 de agosto de 2016 
  32. «E-Bit Elege Centauro Melhor Loja Na Categoria Moda E Acessórios». Falando de Varejo. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  33. «"O Melhor de sãopaulo" elege Centauro como a melhor loja de material esportivo». Portal da Propaganda. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  34. «Confira o resultado do Prêmio Época Reclame Aqui». Reclame Aqui. Consultado em 18 de agosto de 2016 
  35. «Centauro é preferida do paulistano pelo segundo ano consecutivo». Folha de S.Paulo. Consultado em 18 de agosto de 2016 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências