Mário Mamede Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mário Mamede Filho (Fortaleza, 7 de novembro de 1946) é um médico e político brasileiro.[1]

Formado em medicina pela Universidade Federal do Ceará, atuou no movimento sindical na década de 1980.[2] Elegeu-se deputado estadual pelo PT em 1990 e 1994. Na assembléia, presidiu a Comissão de Direitos Humanos.

Foi nomeado subsecretário de Direitos Humanos da Presidência da República em 2005, ano em que o órgão ganhou status de ministério. Permaneceu no cargo até 2006, quando foi substituído por Paulo de Tarso Vannuchi.[3]

Presidiu o Instituto de Previdência do Município de Fortaleza, e em 2009 foi multado pelo Tribunal de Contas do Município, que não aprovou suas contas.[4]

Referências

  1. Deputados Estaduais - 23ª legislatura 1991 – 1994. Assembleia Legislativa do Ceará
  2. Comenda. Sindicato dos Médicos do Estado do Ceará
  3. Direito à verdade e à memória. Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos - Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, 2007. Pág. 12
  4. Gestores da PMF são condenados. Diário do Nordeste, 23 de novembro de 2011


Precedido por
Nilmário Miranda
Secretário dos Direitos Humanos
2005 — 2006
Sucedido por
Paulo Vannuchi


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.