Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Star Wars Episode II:
Attack of the Clones
Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones (PT/BR)
Pôster oficial de lançamento, feito por Drew Struzan
 Estados Unidos
2002 •  cor •  142 min 
Direção George Lucas
Produção Rick McCallum
Roteiro George Lucas
Jonathan Hales
Elenco Ewan McGregor
Natalie Portman
Hayden Christensen
Ian McDiarmid
Samuel L. Jackson
Christopher Lee
Anthony Daniels
Kenny Baker
Frank Oz
Gênero Ação
Aventura
Fantasia
Música John Williams
Cinematografia David Tattersall
Edição Ben Burtt
Companhia(s) produtora(s) Lucasfilm
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 16 de maio de 2002
Portugal 17 de maio de 2002
Brasil 1 de julho de 2002
Idioma Inglês
Orçamento US$ 120 milhões
Receita US$ 649.398.328[1]
Cronologia
Último
Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma
(1999)
Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith
(2005)
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Star Wars Episode II: Attack of the Clones (no Brasil e em Portugal, Star Wars Episódio II: Ataque dos Clones) é uma space opera épica americana, pertencente a série de filmes Star Wars, lançado em 2002, sendo o quinto filme da saga Star Wars a ser rodado, embora o segundo em ordem cronológica. Foi a quarta maior bilheteria do ano, arrecadando 649.398.328 milhões de dólares, sendo a 90ª maior bilheteria do cinema. E sendo o primeiro filme da saga Star Wars a não ficar em 1ª lugar nas bilheterias mundiais.

A critica em relação a esse filme foi positiva, considerado melhor que seu antecessor, "A Ameaça Fantasma", as sequências de ação e os efeitos especiais foram muito elogiados pela crítica, foi indicado a 3 prêmios Oscars.

De acordo com o argumento de Star Wars, entre este filme e o seguinte da série teria lugar a Guerra dos Clones, ou Guerras Clônicas, um combate entre os clones, liderados pelos Cavaleiros Jedi (que lutavam pela República) e droids (que lutavam pela Confederação dos Sistemas Independentes).

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A história se passa 22 anos antes da explosão da primeira Estrela da Morte. Dez anos se passaram após a invasão de Naboo pela Federação de Comércio, e a República Galáctica está ameaçada por um movimento separatista organizado pelo ex-Mestre Jedi Conde Dooku. A ex-Rainha de Naboo e agora Senadora Padmé Amidala viaja para a capital galáctica de Coruscant para votar uma emenda para criar um exército para ajudar os Jedi contra esta ameaça. Evitando por pouco uma tentativa de assassinato na chegada, ela é colocada sob a proteção de dois Jedi, são eles o jovem Anakin Skywalker e seu mestre Obi-Wan Kenobi. Os dois Jedi impedem uma segunda tentativa de assassinato e subjugam a assassina, Zam Wessel, uma metamorfa que logo é morta por seu cliente caçador de recompensas antes que ela possa revelar a sua identidade. O Conselho Jedi atribui a Obi-Wan a missão para identificar e capturar o caçador de recompensas para descobrir por que motivo estão querendo matar a senadora, enquanto seu aprendiz Anakin é atribuído a escoltar Padmé de volta para Naboo, onde os dois se apaixonam.

A investigação de Obi-Wan leva-o para o remoto planeta oceânico Kamino, onde ele descobre um exército de clones está sendo produzido para a República, com o caçador de recompensas Jango Fett servindo como seu modelo genético. Obi-Wan deduz que Jango é o caçador de recompensas que está procurando, e segue ele e seu filho clone, Boba Fett, para o planeta desértico Geonosis através de um rastreador colocado na sua nave, a Slave I. Enquanto isso, Anakin passa a ter pesadelos com sua mãe, Shmi, em que esta estar sendo torturada, e viaja para Tatooine com Padmé para salvá-la. Eles se encontram Owen Lars, meio-irmão de Anakin e o filho do novo marido de Shmi, Cliegg Lars. Cliegg diz Anakin que Shmi foi seqüestrada pelo Povo da Areia semanas antes e que provavelmente estar morta. Determinado a encontrá-la, Anakin começa a procurá-la, encontrando o acampamento do Povo da Areia, localizando Shmi, que morre devido a tortura realizada pela tribo. Ela morre nos braços de Anakin. Anakin, enfurecido, massacra a tribo e retorna para a fazenda de Lars com o corpo de Shmi. Após revelar, transtornado, o que fez a Padmé, Anakin diz que ele quer evitar que outras pessoas morram.

Em Geonosis, Obi-Wan descobre uma reunião separatista liderada por Conde Dooku, que Obi-Wan descobre ter sido quem autorizou as tentativas de assassinato de Padmé e que está desenvolvendo um exército de dróides de batalha com o vice-rei Nute Gunray da Federação de Comércio. Obi-Wan transmite as suas conclusões a Anakin para transmitir ao Conselho Jedi, mas é capturado no meio da transmissão. Com o conhecimento do exército droíde, o Senado Galáctico vota em dar para o Supremo Chanceler Palpatine poderes de emergência para enviar os clones para a batalha. Anakin e Padmé partem para Geonosis para resgatar Obi-Wan, mas também são capturados. Os dois são presos e os dois Jedi e a senadora vão para uma arena, onde lutam com criaturas. No momento mais difícil, os Jedi aparecem e, logo após, Yoda com os clones. Quando a guerra começa, os clones lutam contra os droides; Durante a batalha Jango Fett é morto por Mace Windu, diante dos olhos de Boba. Enquanto o exercito de clones e dróides batalha, Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker tentam deter Conde Dooku, e os três se envolvem em uma batalha de sabres de luz. Mas Anakin acaba perdendo seu braço, até vir a ajuda do mestre Yoda. Ao perceber que é incapaz de derrotar Yoda, Dooku foge. Chegando em Coruscant, ele fornece plantas e projetos de uma super arma a seu mestre Sith, Darth Sidious, que confirma que tudo está indo conforme o planejado. Os Jedi reconhecem o início de uma guerra civil na galáxia. Anakin substitui seu braço perdido por uma prótese robótica e no fim do filme se casa com Padmé, com apenas R2-D2 e C-3PO como testemunhas.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem Dublador Brasil
Ewan McGregor Obi-Wan Kenobi Marcus Jardym
Hayden Christensen Anakin Skywalker Peterson Adriano
Natalie Portman Padmé Amidala Flávia Saddy
Samuel L. Jackson Mace Windu Marcelo Torreão
Christopher Lee Conde Dooku / Darth Tyranus Ednaldo Lucena
Ian McDiarmid Palpatine / Darth Sidious Pádua Moreira
Anthony Daniels C-3PO Marco Antônio Costa
Frank Oz Yoda (voz) Rodney Gomes
Kenny Baker R2-D2 TBA
Pernilla August Shmi Skywalker Miriam Ficher
Jack Thompson Cliegg Lars Leonardo José
Andrew Secombe Watto (voz) Mário Monjardim
Jimmy Smits Senador Bail Organa Marco Antônio Costa
Joel Edgerton Owen Lars Philippe Maia
Temuera Morrison Jango Fett Ricardo Schnetzer
Daniel Logan Boba Fett Caio César

Temas[editar | editar código-fonte]

Lucas observou que a ascensão de Palpatine ao poder é muito semelhante à de Adolf Hitler na Alemanha nazista , como chanceler da Alemanha , pois a este último foram concedidos "poderes de emergência", como à Palpatine. As comparações também foram feitas a Otaviano- que se tornou Augustus , o primeiro imperador de Roma - e a Napoleão Bonaparte , que subiu ao poder na França em 1796-1799. Otaviano foi o responsável pela morte de centenas de opositores políticos bem antes de a ele serem concedidos poderes de tribuno; Bonaparte foi nomeado Primeiro Cônsul para a vida (e, mais tarde imperador) pelo Consulado francês após uma tentativa fracassada em sua vida e o subsequente golpe de 18 de Brumário em 1799. Alguns traçaram paralelos com a guerra civil americana , comparando os separatistas do Estados Confederados da América, o nome oficial do grupo separatista é a "Confederação de Sistemas Independentes". O nome do Exército do governo, o "Grande Exército da República", é o mesmo em ambos os Star Wars e da Guerra Civil Americana, e em ambos Palpatine e o presidente Abraham Lincoln assumiram amplos poderes de guerra e suspenderam muitos direitos civis .

Jornalismo de guerra, filmes de combate, e cenas de combate da Segunda Guerra Mundial influenciaram o estilo câmera de documentário na Batalha de Geonosis, até o ponto que os shakes de mão foram digitalmente adicionado à sequências geradas por computador.

A trilogia prequela, muitas vezes refere-se à trilogia original, afim de ajudar a conectar os filmes juntos. Lucas muitas vezes se referiu aos filmes como um poema longo que rima. Tais exemplos incluem a agora famosa linha "Eu tenho um mau pressentimento sobre isso", uma frase usada em cada filme, e batalhas, duelos de sabre de luz, ou seja, que quase sempre ocorrem sobre um poço. Tal como acontece com O Ataque dos Clones, O Império Contra-Ataca foi o filme do meio de uma trilogia e, portanto, dos filmes originais da trilogia, O Império Contra-Ataca é o objeto dos mais referências em O Ataque dos Clones. Em ambos os filmes, um campo de asteroide é o pano de fundo de uma grande batalha espacial no meio do filme.

Obi-Wan escapa Jango Fett, pousando sua nave espacial num asteroide, com o intuito de desaparecer dos sensores inimigos; Han Solo usa uma tática semelhante, anexando o Millennium Falcon para um Star Destroyer em greves Império Voltar. Como um retcon, John Knoll confirma no comentário do DVD do filme que Boba Fett, que mais tarde iria pegar Solo no ato em O Império Contra-Ataca e "aprendeu a lição" dos acontecimentos de O Ataque dos Clones. Em outra cena, Obi-Wan pergunta a Anakin: "Por que tenho a sensação de que você vai ser a minha morte?". Esta é uma alusão a Uma Nova Esperança, onde Anakin, como Darth Vader, mata Obi-Wan abordo da Estrela da Morte. Além disso, o Conde Dooku corta fora o braço de Anakin, semelhante a quando Darth Vader cortou a mão de Luke Skywalker em O Império Contra-Ataca .

Execução ao estilo Geonosiano é mostrada como a principal forma de punição em Geonosis. O condenado é levado à arena e acorrentado à um poste, esperando a execução. Temíveis feras se aproximam vindo das portas da arena, e atacam e devoram o prisioneiro (Similar à antigas execuções em coliseus romanos, onde feras eram soltas para exterminar as pessoas capturadas).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Ligações externas[editar | editar código-fonte]