Yukon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Canadá Yukon

Yukon Territory (1898-2003)

 
—  Território  —
Bandeira de Yukon
Bandeira
Lema: Nenhum
Localização do território de Yukon no Canadá
Localização do território de Yukon no Canadá
Confederação 13 de Junho de 1898 (9.°)
Capital Whitehorse
Maior Cidade Whitehorse
Administração
 - Primeiro-ministro Sandy Silver
 - Comissário Doug Phillips
Área
 - Total 482,443 km²
 - Terra 474.391 km²
 - Água 8.052 km²
População (2016)
 - Total 35,874
    • Densidade 0,1 hab./km²
Informações
 - Línguas oficiais Inglês e Francês
 - PIB nominal C$ 2.603 bilhões (12.°)
 - PIB per capita C$ 70,351 (4.°)
 - IDH (2014) 0.889 (8.º) – muito alto[1]
Fuso horário -8 (UTC)
Código postal Y
Abreviação Postal YT
Código ISO 3166 CA-YT
Membros do Parlamento 1 de 338 (0.3%)
Membros do Senado 1 de 105 (1%)
Sítio www.gov.yk.ca
Disambig grey.svg Nota: Se procura o rio de mesmo nome, veja Rio Yukon.

Yukon (até 2003 Yukon Territory) é o mais ocidental e o menor dos três territórios federais do Canadá (os outros dois são os Territórios do Noroeste e Nunavut).[2] O território é limitado no oeste pelo Alasca, a leste pelos Territórios do Noroeste e ao sul pela Colúmbia Britânica. O território tem a menor população de qualquer província ou território no Canadá, com 35.874 residentes.[3] Whitehorse é a capital territorial e a única cidade incorporada do território de Yukon.

O território de Yukon foi separado dos Territórios do Noroeste em 1898 e foi nomeado como "Yukon Territory", seu nome se deve ao maior rio do território, o rio Yukon, que significa "Grande Rio". A Lei do Yukon e do governo federal, que recebeu o assentimento real em 27 de março de 2002, estabeleceu o nome de "Yukon" como o nome oficial do território,[4] embora o nome "Yukon Territory" também seja popular, ainda usa-se internacionalmente a abreviatura postal de YT para o Yukon.[5] Apesar de ser oficialmente bilíngue usando o inglês e o francês como línguas oficiais, o governo do Yukon também reconhece as línguas das primeiras nações porém não como oficiais.

No Yukon localiza-se o Monte Logan, com 5959 m de altitude, no Parque e Reserva Nacional Kluane. Trata-se da maior montanha do Canadá e segunda maior montanha da América do Norte (depois do Monte McKinley no estado norte-americano do Alasca). O clima do território é ártico e subártico, resultando em invernos frios e longos, curtos verões e pequenas precipitações.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O rio mais notável do local é o rio Yukon, esse rio deu nome ao território. Acredita-se que o termo "Yukon" tenha origem na língua gwich'in que traduzido para o inglês seria "great river" que em português significa "grande rio".[6]

História[editar | editar código-fonte]

Beringia, uma área livre de gelo durante a última era do gelo.

Pré-história[editar | editar código-fonte]

Foram encontrados restos humanos que pertenceram a população mais antiga e primitiva da América do Norte, ainda que sua datação seja bastante discutida. Uma grande quantidade de ossos modificados e de traços humanoides que foram descobertos na região de Old Crow, ao norte de Yukon, têm entre 25000 e 40000 anos de idade, segundo o estudo pelo método de carbono 14.[7] O centro e o norte de Yukon não foram afetados pelas glaciações, como aconteceu com parte da Beríngia.

História[editar | editar código-fonte]

Muito antes da chegada dos europeus, o centro e sul do Yukon já era povoado pelos povos das primeiras nações. Sítios arqueológicos no Yukon possuem algumas das mais antigas evidências da presença de ocupação humana na América do Norte.[8] Os locais guardam a história dos primeiros povos e das primeiras nações do Yukon.[9] A erupção vulcânica do Monte Churchill em aproximadamente 800 d.c, no que é agora o estado do Alasca, cobriu o sul do Yukon com uma camada de cinzas que ainda pode ser vista ao longo da rodovia Klondike e que faz parte da tradição oral dos povos das Primeiras Nações do Yukon e mais ao sul no Canadá.

As Primeiras Nações costeiras e continentais tinham extensas redes comerciais. As incursões europeias na área só começaram no início do século XIX com o comércio de peles, seguido pelos missionários. Por volta dos anos de 1870 e 1880 os mineiros do ouro começaram a chegar. Isto conduziu a um aumento da população que justificou o estabelecimento de uma força policial, apenas a tempo para o começo da corrida do ouro de Klondike em 1897. A população ampliada juntamente com a corrida do ouro conduziram à separação do distrito de Yukon dos Territórios do Noroeste e da formação do território do Yukon em 1898.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Mapa do Yukon
Monte Logan, a maior montanha do Canadá.

O território possui a forma aproximada de um triângulo, possui fronteiras com o estado norte-americano do Alasca a oeste e noroeste por 1.210 km, também a leste com os Territórios do Noroeste e ao sul com a Colúmbia Britânica.[10] Sua costa norte está no Mar de Beaufort. Seu limite oriental irregular segue na maior parte na divisão entre a bacia de Yukon e a bacia de drenagem do rio Mackenzie ao leste nas montanhas de Mackenzie.

A maior parte do território está na bacia hidrográfica do rio Yukon. O sul do Yukon é pontilhado com um grande número de lagos grandes, longos e estreitos alimentados com glaciares alpinos, a maioria dos quais fluem para o sistema do rio Yukon. Os lagos maiores incluem o Lago Teslin, Lago Atlin, Lago Tagish, Lago Marshu, Lago Laberge, Lago Kusawa e Lago Kluane. O lago Bennett na trilha da corrida do ouro é um lago que flui do lago Nares, com a maior parte de sua área dentro do Yukon.

Centro de Whitehorse às margens do rio Yukon.

O ponto mais alto do Canadá, o Monte Logan (com 5.959 m ou 19.551 pés), está no sudoeste do território. O Monte Logan e uma grande parte do sudoeste do Yukon estão no parque e reserva nacional Kluane, um Patrimônio Mundial da UNESCO. Outros parques nacionais incluem Parque nacional Ivvavik e Parque nacional Vuntut, no norte. As espécies notáveis ​​de árvores disseminadas dentro do Yukon são a Picea negra e a Picea Branca. Muitas árvores são atrofiadas devido à curta estação de crescimento e clima severo.[11]

A capital Whitehorse, é também a maior cidade, com cerca de três quartos da população. A segunda maior é Dawson City (com 2.016 habitantes), que foi a capital do Yukon até 1952.

Clima[editar | editar código-fonte]

Tipos climáticos de Yukon na classificação climática de Köppen-Geiger.

Embora a temperatura média do inverno no Yukon seja amena para os padrões do Ártico canadense, nenhum outro lugar na América do Norte fica tão frio quanto o Yukon durante as ondas de frio extremas. A temperatura caiu para -60°C três vezes, nos de 1947, 1954 e 1968. A temperatura mais baixa já registrada no Yukon ocorreu em fevereiro de 1947, quando a abandonada cidade de Snag registrou a temperatura extrema de -63,0°C.[12]

Ao contrário do restante do Canadá, onde as ondas de calor mais extremas ocorrem em julho, agosto e até setembro, os picos de calor do Yukon tende a ocorrer de junho até maio. O Yukon já registrou a temperatura de 36°C três vezes. A primeira vez foi em junho de 1969, quando a vila de Mayo registrou uma temperatura de 36,1°C. A segunda vez ocorreu 14 anos depois em maio de 1983, quando a temperatura de 36°C foi registrada em Forty Mile. O recorde foi finalmente quebrado 21 anos depois, em junho de 2004, quando a estação meteorológica de Mayo Road, localizada exatamente a noroeste de Whitehorse, registrou uma temperatura de 36,5°C, a mais alta temperatura já registrada no território de Yukon.[13]

Temperatura diária máxima e mínima para locais selecionados no Yukon[13]
Local Julho (°C) Julho (°F) Janeiro (°C) Janeiro (°F)
Whitehorse 21/8 70/46 −11/−19 12/−2
Dawson City 23/8 73/46 −22/−30 −8/−22
Old Crow 20/9 68/48 −25/−34 −13/−29

Referências

  1. «2016 CSLS Research Report» (PDF). The Human Development Index in Canada. 35 páginas. Consultado em 31 de agosto de 2012 
  2. «Yukon Act, SC 2002, c 7». CanLII. Consultado em 22 de fevereiro de 2011 
  3. Canada, Government of Canada, Statistics. «Population and Dwelling Count Highlight Tables, 2016 Census». www12.statcan.gc.ca (em inglês). Consultado em 8 de fevereiro de 2017 
  4. «Yukon Act, SC 2002, c 7». CanLII. Consultado em 22 de fevereiro de 2011 
  5. «Table 8 Abbreviations and codes for provinces and territories, 2011 Census». Statistics Canada. 30 de dezembro de 2015. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 
  6. «Origin and history of Yukon name». Etymonline. Consultado em 18 de setembro de 2017 
  7. J. Cinq-Mars Sobre o significado dos ossos de mamute modificados da Beríngia do Leste O mundo dos elefantes - Congresso Internacional, Roma 2001.
  8. Services, Cultural. Archaeology Program. Department of Tourism and Culture. [Online] March 8th, 2011. [Cited: April 7th, 2012.] http://www.tc.gov.yk.ca/archaeology.html.[ligação inativa]
  9. Services, Cultural. Archaeology Program. Department of Tourism and Culture. [Online] March 8th, 2011. [Cited: April 7th, 2012.] http://www.tc.gov.yk.ca/archaeology.html.[ligação inativa]
  10. «Boundary Facts». International Boundary Commission. Consultado em 18 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2011. Length of boundary by province — Yukon- 1,210 km or 752 miles 
  11. Carl Duncan, "The Dempster: Highway to the Arctic Arquivado em 04-05-2009 no Wayback Machine." accessed 2009.10.22.
  12. «Life At Minus 80: The Men Of Snag». The Weather Doctor. Consultado em 19 de dezembro de 2014 
  13. a b «National Climate Data and Information Archive». Environment Canada. Consultado em 19 de dezembro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]