Plano Schlieffen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O plano Schlieffen

O Plano Schlieffen, desenvolvido em 1905, foi a estratégia de defesa alemã na Primeira Guerra Mundial contra um ataque da França, Inglaterra e Rússia. Alfred von Schlieffen, Comandante-em-Chefe do Exército alemão, previa que, em caso de guerra, seria necessário derrotar o mais rápido possível a França. Assim, Inglaterra e Rússia não seriam capazes de continuar guerreando com a Alemanha. Supondo que a Rússia demoraria seis semanas para mobilizar seu exército, o Plano empregava inicialmente 90% das forças armadas alemã contra a França, em um ataque dirigido através da Bélgica, Holanda e Luxemburgo, desviando das defesas francesas localizadas na fronteira leste. Os 10% restantes das forças ficariam no leste da Alemanha, em posição defensiva.

Resultado[editar | editar código-fonte]

O plano não teve sucesso pois o exército alemão não conseguiu derrotar rapidamente as tropas belgas, que desaceleraram o ataque inicial, dando tempo para as forças francesas se organizarem e receberem o apoio da Força Expedicionária Britânica. Isto motivou a adoção de um plano diferente em 1940, por ocasião da invasão da França pelos alemães: uma investida inicial através da Bélgica e Holanda, para atrair os exércitos aliados, e uma outra, logo em seguida, com a utilização maciça de colunas blindadas e infantaria motorizada através da Floresta das Ardenas, mais ao sul e visando um avanço posterior até a costa francesa do Canal da Mancha para cercar tais exércitos.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • ORGILL, Douglas. Tanques - 1918 Nascem os blindados. Ed. Renes.
  • Foley, Robert Alfred von Schlieffen's Military Writings. London: Frank Cass, 2003.
  • Foley, Robert T. "The Real Schlieffen Plan", War in History, Vol. 13, Issue 1. (2006), pp. 91–115.
  • Fromkin, David, Europe's Last Summer: Who Started the Great War in 1914? New York: Vintage Books, 2004. ISBN 0-375-72575-X
  • Hull, Isabel V. Absolute Destruction: Military Culture and the Practices of War in Imperial Germany. Ithaca: Cornell University Press, 2005. ISBN 0-8014-4258-3
  • Landa, Manuel de. War in the Age of Intelligent Machines. 1991.
  • Mombauer, Annika, Helmuth von Moltke and the Origins of the First World War Cambridge: Cambridge University Press, 2005.
  • Ritter, Gerhard The Schlieffen plan, Critique of a Myth, foreword by Basil Liddell Hart. London: O. Wolff, 1958.
  • Rothenberg, Gunther E. "Moltke, Schlieffen, and the Doctrine of Strategic Envelopment." in Makers of Modern Strategy Peter Paret (Ed.). Princeton: Princeton University Press, 1986.
  • Stoneman, Mark R. “Wilhelm Groener, Officering, and the Schlieffen Plan.” PhD diss., Georgetown University, 2006. abstract
  • van Creveld, Martin, Supplying War: Logistics from Wallenstein to Patton. Cambridge: Cambridge University Press, 1977. ISBN 0-521-29793-1
  • Zuber, Terence, Inventing the Schlieffen Plan. OUP, 2002. ISBN 0-19-925016-2

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.