Unidos de Cosmos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de GRES Unidos de Cosmos)
Ir para: navegação, pesquisa
Unidos de Cosmos
Bandeira do GRES Unidos de Cosmos.png
Fundação 1 de janeiro de 1948 (69 anos) [1]
Escola-madrinha Unidos de Bangu [2]
Cores

Verde

Branco
Símbolo Estrela [1]
Bairro Cosmos [1]
Desfile de 2018
Posição de desfile Segunda escola a desfilar no dia 11/02/2018
Site oficial
www.unidosdecosmos.com.br

Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Cosmos (ou simplesmente Unidos de Cosmos) é uma escola de samba da Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro. Foi fundada no dia 1 de janeiro de 1948.

De 2003, ano em que voltou a desfilar, a 2012, foi considerada a escola de samba mais antiga da zona oeste em atividade[3], posto que perdeu com a volta da Unidos de Bangu.

História[editar | editar código-fonte]

A agremiação surgiu no ano de 1948, a partir do antigo Bloco Carnavalesco União de Cosmos, fundado dois anos antes, e que possuía como suas cores o azul e o branco.[4] Entre os principais fundadores da Unidos estão: Oswaldo Augusto Albuquerque, José Lima, Francisco Hilário Gomes, Isaac Barbosa, Seu Artur, e o compositor luso-brasileiro Adelino Moreira, que compôs os primeiros sambas, até a formação da ala de compositores da escola em 1950.[5] Adelino era filho do Comendador Serafim Sofia, que estimulou a criação da escola e doou o terreno para construção da quadra.[4]

A partir do primeiro carnaval após a sua fundação, a escola desfilou na Praça Onze, quando apresentou o enredo "Vitória-régia". Por ser uma agremiação pequena, de bairro afastado do centro da cidade, acabou ficando, após o carnaval de 1952, fora das competições oficiais. Desfilou de 1953 a 1968 nos carnavais de Campo Grande, Santa Cruz e Itaguaí.[5]

Em 1969, desfilou novamente na Praça Onze, ainda filiada à Confederação Brasileira das Escolas de Samba, que segundo seus integrantes, não lhe dava apoio.[5] Sem subvenção, o desfile foi feito para garantir a vaga no Carnaval de 1970. No entanto, a confederação não oficializou sua apresentação, e a Unidos de Cosmos decidiu filiar-se à Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro, começando a desfilar oficialmente no ano de 1971.[5]

Em 1992, a Unidos de Cosmos foi suspensa da Associação por ficar na última colocação. Tentou retornar em 1998, mas não foi aprovada na avaliação da AESCRJ.[5]

Em 2003, conseguiu se filiar novamente e desfilar com as escolas do grupo E obtendo a 2ª colocação e subindo de grupo. Nos anos seguintes a escola se manteve no grupo D obtendo a 6ª colocação.[5]

Em 2009, a agremiação apresentou um desfile em homenagem ao ex-prefeito Pedro Ernesto, contando sua trajetória como médico e político, a defesa da cultura popular e a perseguição que sofrera por opositores, além de sua importância para o mundo do samba. Na concentração, integrantes homenagearam a deputada Cida Diogo (chamada de "nossa madrinha"), além de outros políticos do Partido dos Trabalhadores. O abre-alas trouxe um mosquito laranja representando a parte do samba que dizia "epidemias, ratos mosquitos em sinfonia", mostrando o trabalho de Pedro Ernesto no combate às doenças epidêmicas.[6]Por fim, a escola classificou-se em 9°lugar com 157 pontos, permanecendo no mesmo grupo para 2010.

Alegoria em homenagem a Moacyr de Goés, no carnaval de 2010.

Em 2010, seguindo a mesma linha, a escola trouxe novo enredo sobre personagens ligados à cultura popular, entre os quais o educador Moacyr de Góes,[7] que desenvolveu projetos educacionais em Natal, no Rio Grande do Norte; o refrão do samba dizia "De pé no chão também se aprende a ler, na escola de palha aprendi o ABC", e foi considerado acima da média pela crítica.[8] Durante a apresentação, a escola mostrou como o trabalho foi perseguido pela Ditadura Militar. Com muitos problemas durante seu carnaval, acabou rebaixada.

Logo após o carnaval, anunciou o pré-sal em seu enredo para 2011. Ao abordar a história do petróleo através dos séculos, desde sua descoberta na Mesopotâmia, passando pelo Campo de Riacho Doce e Monteiro Lobato, que previu que havia petróleo no Brasil, a escola utilizou os personagens do Sítio do Picapau Amarelo, obra-prima de Lobato, para falar da exploração do petróleo no país, terminando com a defesa dos royalties do Petróleo para o Rio de Janeiro, e da posse do pré-sal pelo governo brasileiro.[9] Apesar de obter apenas o sétimo lugar, a escola conquistou dois prêmios Samba Show: melhor intérprete (Sandrinho do Beco), e melhor samba-enredo.[10]

Em 2012, a escola falou sobre o cosmonauta soviético Yuri Gagarin, fazendo um trocadilho entre o nome da agremiação e a profissão do homenageado. O desfile contou com a volta do carnavalesco Raphael Ladeira.[11] Para o ano seguinte, o então presidente Professor Geraldo, em seu último ano de mandato, mantendo a linha de enredos de esquerda, anunciou como homenageado de seu carnaval o revolucionário brasileiro Apolônio de Carvalho.[12] Indicou como candidato da situação Clélio Rafael Junior, diretor de harmonia e compositor vencedor dos sambas em três dos últimos quatro anos, que foi aclamado presidente, por não haver chapa de oposição. No entanto, a nova diretoria decidiu alterar o enredo e homenagear a ex-primeira-dama e ex-carnavalesca da Santa Cruz, Rosele Nicolau, falecida em março de 2009.[13] Após uma eliminatória relâmpago, com apenas duas apresentações e uma final com sete sambas, a diretoria fundiu três obras.[14] Na letra do samba final, referências a enredos que tiveram a participação de Rosele, tais como o 1998 ("O Exagerado Cazuza, nas Terras de Santa Cruz") e 2002 ("Papel - Das Origens à Folia - História, Arte e Magia")[15] Décima escola a desfilar na terça-feira de Carnaval, a Unidos de Cosmos obteve a quarta colocação.[16]

Para o Carnaval de 2014, foi anunciado como novo diretor geral de harmonia Lucio Naval.[17] A diretoria da agremiação decidiu homenagear no Carnaval seguinte o político e secretário municipal de Mangaratiba, José Madeira. Após uma rápida eliminatória de samba-enredo com grande número de sambas concorrentes, na final de samba, novamente houve uma fusão, desta vez entre duas composições. José Madeira, que esteve presente na festa de aniversário da agremiação, em janeiro, e desfilou na última ala do desfile. Desde então, a escola tem se mantido no mesmo grupo.

Em 2015, contou a história de seu bairro[4] e em 2016 homenageou em seu Carnaval o compositor Zé Glória.

Quadra, sede e barracão[editar | editar código-fonte]

Quadra da escola em 2012.

A quadra da escola, onde também funciona sua sede, se localiza na Rua Iguaraçu, número 191, no bairro carioca de Cosmos.

O barracão da escola funciona na Rua Carlos Xavier, no bairro Campinho.[18]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidência[editar | editar código-fonte]

Presidente Mandato Referência
Izaque Barbosa e Oziel 1949 - 1989 [19]
Alcir Soares e Oziel 1990 [19]
Benedito Oliveira Grijó 1991 [19]
Jorge Pimenta 1992 - 1993 [19]
Epemeniz Lourenço 1994 - 1996 [19]
José Geraldo dos Santos (Professor Geraldo) 2003 - 2012 [19]
Rafael Júnior 2012 - atualmente [3][20]

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Período Intérprete oficial Referência
2007 Daniel Silva [carece de fontes?]
2009–2011 Sandrinho do Beco [21]
2012 Aurélio Brito [22]
2013–2016 Fabrício Alves [20]

Comissão de frente[editar | editar código-fonte]

Coreógrafo(a) Período Referência
Luciano Abrahão 2013 [23]
Fernando Bersot 2016 - 2017 [20]

Casal de mestre-sala e porta-bandeira[editar | editar código-fonte]

Coreógrafo(a) Período Referência
Ewerton e Cássia 2010 [24]
Samuel e Suelen 2013 - 2014 [25]
Fábio Júnior e Suelen 2015
José Mauro e Suelen 2016 - 2017 [20]

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor geral de harmonia Mestre de bateria Ref.
2013 Eduardo Barros Elson Clayton Nascimento [25]
2014 Eduardo Barros Lúcio Naval Léo Moura
2015 Eduardo Barros Lucio Naval Mestre Márcio [26]
2016 Val Alfa Luiz Alberto Márcio André e Marcos Mattos [27]
2017 Val Santos Marilza Silvério Márcio André [20][nota 1]

Corte de bateria[editar | editar código-fonte]

Período Rainha Madrinha Musa Rei Ref.
2010 Carol Agnello [24]
2013 Thamirez Queiroz [25]
2014 Thamires Queiroz
2015 Thamires Queiroz Glauner Bandeira [28]
2016 Thamires Queiroz Glauner Bandeira

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Carnavais do GRES Unidos de Cosmos
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalescos Ref.
1949 Campo Grande "Grito do Ipiranga"
1950 29.º Lugar 1 "Tardes de verão"
1951 Campo Grande "Vaidade Século XX"
1952 Campo Grande "Viva a Marinha"
1953 Campo Grande "Violões em funeral"
A escola não desfilou em 1954 e 1955
1956 Campo Grande "Deusa do Mar"
A escola não desfilou entre 1957 e 1961
1962 Santa Cruz "Inferno verde"
1963 Santa Cruz "Batalha do Tuiuti"
1964 Santa Cruz "Escrava Isaura"
1965 Itaguaí "Homenagem ao IV centenário do Rio de Janeiro"
1966 Itaguaí "Batalhadora dos Guararapes"
1967 Itaguaí "Exaltação ao Colégio D. Pedro II"
A escola não desfilou entre 1968 e 1970
1971 9.º Lugar Grupo 3 "Exaltação ao negro brasileiro" [carece de fontes?]
1972 6.º Lugar Grupo 3 "Epopeia carioca" [carece de fontes?]
1973 12.º Lugar Grupo 3 "Na trilha do gigante" [carece de fontes?]
1974 11.º Lugar Grupo 3 "Momo em todos os tempos"
1975 12.º Lugar Grupo 3 "Samba e fantasia no reino das borboletas" [carece de fontes?]
1976 9.º Lugar Grupo 3 "Candomblé, culto a magia afro-brasileira" [carece de fontes?]
1978 16.º Lugar Grupo 3 "Os jangadeiros nordestinos"
1979 7.º Lugar Grupo 2B "Bahia terra de Caymmi" [carece de fontes?]
1980 6.º Lugar Grupo 2B "O Brasil também é criança" [carece de fontes?]
2003 Vice-campeã Grupo E "Cosmos 5.5 reverencia Heitor dos Prazeres"
(Samba-enredo composto por Eloy, Luiz de Lima, Paulino e J. Paixão)
Comissão de Carnaval
(José Geraldo dos Santos, Jorge Veríssimo e Mestre Saul)
2004 6.º Lugar Grupo D "Cosmos viaja nos sonhos de Ney Roriz sem medo de ser feliz"
(Samba-enredo composto por Ditao, Marquinho Bombeiro, Doutor, Eli Penteado e Fernando de Lima)
José Geraldo dos Santos
2005 6.º Lugar Grupo D "Com a fina flor do samba, Cosmos pede passagem"
(Samba-enredo composto por Rafael, Daniel Silva, Humberto, Aluysio Madrugada e Luciano)
Reinaldo Silveira
2006 6.º Lugar Grupo D "Cosmos faz a festa na Intendente" Comissão de Carnaval
2007 11.º Lugar Grupo D "Sou Cosmos 100% negro, da abolição aos dias atuais" Wagner Silva e Osmar Costa
2008 3.º Lugar Grupo D "O sertão carioca está em festa, parabéns Cosmos, 60 anos de samba!"
(Samba-enredo composto por Fábio Santana, G. Rios, Bira Nota 10, Renatinho e Marquinhos Imperial)
Comissão de Carnaval
(Raphael Ladeira, Flávio Almeida e José Geraldo dos Santos)
2009 9.º Lugar Grupo RJ-2 "Tem prefeito no samba, e o Dr. Pedro Ernesto nos braços do povo"
(Samba-enredo composto por Rafael Junior, Anderson Augusto & Geraldo)
Raphael Ladeira e Flávio Almeida [29]
2010 12.º Lugar Grupo RJ-2 "De pé no chão também se aprende a ler, Cosmos conta essa história popular"
(Samba-enredo composto por Rafael Jr, Anderson, D. Maria e Geraldo Vitorino)
Raphael Ladeira
2011 7.º Lugar Grupo D "Do Reino das Águas de Monteiro Lobato ao ouro negro do Pré-Sal, Cosmos desvenda a saga do Petróleo"
(Samba-enredo composto por Rafael Júnior, D. Maria, Geraldo Vitorino, Abraão e Jorge Matias de Oliveira)
Comissão de Carnaval
(Verônica, André e Flávio Almeida)
[9][30]
2012 8.º Lugar Grupo D "Yuri Gagarin, de volta ao Cosmos"
(Samba-enredo composto por Laio, Lelo, Camillo e Hugo Tamborim)
Raphael Ladeira [31]
2013 4.º Lugar Grupo D "Rosele Nicolau brilha no Cosmos. A eterna estrela da Zona Oeste"
(Samba-enredo composto por Dodo, Bola na Rede, Naval, Toninho, Tizil, Preza, Geleira, Pc Teixeira, J Miúda, Ivo Imperial, P Cacuia e Madalena)
Sylvio Cunha e Lane Santana [32]
2014 5.º Lugar Grupo D "Em Mangaratiba tem madeira de lei, um compromisso com todos"
(Samba-enredo composto por André Felix, Rony, Lelei, Xandon, Tá na área, Gil Lessa, Douglas Ramos, Flavinho do Agogô, Léo do Tamborim e Jack Topete)
Comissão de Carnaval [33]
2015 4.º Lugar Série D "Cosmos no meu coração!"
(Samba-enredo composto por André Felix, André Filosofia, Shabba Do Pandeiro, Evinho, Roni Remandiola, Léo Peres, André Do Upa, Alexandre Peres, Tom. Intérprete: Fabrício Alves)
Comissão de carnaval [22]
2016 7.º Lugar Série D "Sob o brilho da estrela, a glória do compositor!"
(Samba-enredo composto por Flavinho do Agogô, Filósofo LV, Diley Nocera, Jefersson, Rey, André Baiacu, André Félix, Ricardo Simpatia, Rony Remandiola, Beto BR e Rodney de Figueiredo. Intérprete: Fabrício Alves)
Eduardo Gomes [34]
2017 7.º Lugar Série D "Ao mestre com carinho" Comissão de Carnaval [35]
2018 Série D

Premiações[editar | editar código-fonte]

Prêmios recebidos pelo GRES Unidos de Cosmos.

Ano Prêmio Categoria / premiados Divisão Ref.
2005 Troféu Jorge Lafond Ala de passistas Grupo D [36]
2006 Troféu Jorge Lafond Porta-bandeira Grupo D [37]
2007 Troféu Jorge Lafond Rainha de bateria Grupo D [38]
2008 Troféu Jorge Lafond Comissão de frente Grupo D [39]
2011 Prêmio Samba Show (samba-enredo e intérprete) Série D [10]
2012 Plumas e Paetês Compositores (Hugo Tamborim, Laio Lopes, Lelo e Pedro Camilo) Série D [40][41]
2013 Elite do Samba (samba-enredo e velha-guarda) Série D [42]
Oscar do Samba (alegoria) [43]
Prêmio Samba na Veia (intérprete e mestre-sala e porta-bandeira) [44]


Referências

  1. a b c Galeria do Samba. «Dados básicos». Consultado em 12 de junho de 2016 
  2. Unidos de Bangu (25 de março de 2014). «História». 25/03/2014. Consultado em 25 de março de 2014 
  3. a b Festa de posse da nova diretoria do G.R.E.S Unidos de Cosmos Site oficial, 22 de julho de 2012. Acessado em 22/05/2013. Arquivado do original http://gresunidosdecosmos.blogspot.com.br/
  4. a b c Carnaval Carioca.net (10 de agosto de 2014). «Unidos de Cosmos aposta no enredo sobre suas origens». Consultado em 15 de janeiro de 2016 
  5. a b c d e f Comunidades.net. «Unidos de Cosmos». Consultado em 12 de julho de 2011 
  6. Wesley Rodrigues de Carvalho (2012). «Saúde e política no Rio de Janeiro de Pedro Ernesto (1931-1936)» (PDF). p. 14. Consultado em 22 de maio de 2013 nota:o autor do trabalho acadêmico se confundiu ao chamar a escola de "Unidos de Vila Kosmos", escola esta que não existe.
  7. O Batuque. «Carnaval 2010 - Unidos de Cosmos». Consultado em 5 de novembro de 2010 [ligação inativa] 
  8. Denise Fátima, para o Samba Rio Carnaval, nº 31, ano III (12 de fevereiro de 2009). «ARAME, VIGÁRIO GERAL E INDEPENDENTE - OS SAMBAS DA INTENDENTE». Consultado em 5 de novembro de 2010 
  9. a b Esquina do Samba (10 de março de 2011). «DESFILE DA UNIDOS DE COSMOS». Consultado em 12 de julho de 2011. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2012 
  10. a b Prêmio Samba Show. «Vem aí o Prêmio Samba Show 2011». Consultado em 12 de julho de 2011 
  11. Esquina do Samba (15 de abril de 2011). «Unidos de Cosmos anuncia enredo e carnavalesco». Consultado em 12 de julho de 2011. Cópia arquivada em 3 de fevereiro de 2012 
  12. Unidos de Cosmos anuncia enredo para 2013
  13. GRES Acadêmicos de Santa Cruz. «Unidos de Cosmos vai homenagear Rosele Nicolau no Carnaval». Consultado em 22 de maio de 2013 
  14. GRES Unidos de Cosmos (15 de janeiro de 2013). «Unidos de Cosmos Final da disputa de Samba Enredo Carnaval 2013!». Consultado em 22 de maio de 2013 
  15. Tititi do Samba. «Unidos de Cosmos». Consultado em 22 de maio de 2013 
  16. TV Rio Samba. «Apuração do Carnaval 2013». Consultado em 22 de maio de 2013 
  17. Oscar do Samba (17 de maio de 2013). «Unidos de Cosmos Tem o Seu novo Diretor De Harmonia». Consultado em 22 de maio de 2013 
  18. «Barracão.». esquinadosamba.com.br. Consultado em 12 de junho de 2016 
  19. a b c d e f Academia do Samba. «Diretoria». Consultado em 22 de maio de 2013 
  20. a b c d e Apoteose.com. «Ficha técnica». Consultado em 12 de junho de 2016 
  21. [htttp://www.galeriadosamba.com.br/carnavais/unidos-de-cosmos/2011/213/ ]
  22. a b [1]
  23. [2]
  24. a b Fábio Silva, Galeria do Samba (8 de setembro de 2009). «Unidos de Cosmos tem nova rainha de bateria e bateria e casal de mestre-sala e porta-bandeira». Consultado em 22 de maio de 2013 
  25. a b c [3]
  26. http://www.galeriadosamba.com.br/carnavais/unidos-de-cosmos/2015/213/
  27. [4]
  28. http://www.sidneyrezende.com/noticia/245603+intendente+unidos+de+cosmos+desfila+com+atraso/mobile
  29. Esquina do Samba. «Unidos de Cosmos escolhe samba amanhçã». Consultado em 25 de abril de 2014. Cópia arquivada em 25 de abril de 2014 
  30. Samba Rio Carnaval. «Cosmos 2011». Consultado em 25 de abril de 2014. Cópia arquivada em 25 de abril de 2014 
  31. Diário da Rússia (8 de novembro de 2011). «Rússia cai no samba com Unidos de Cosmos - Escola da Zona Oeste do Rio faz seu Carnaval com "Yuri Gagarin de Volta ao Cosmos"». Consultado em 25 de novembro de 2014 
  32. Revista Carnaval da Intendente 2013
  33. Prefeitura do Rio de Janeiro. «Rio Guia Oficial - Carnaval 2014» (PDF). p. 60. Consultado em 25 de abril de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 25 de abril de 2014 . Nota: A fonte se refere errôneamente à escola como "Unidos de Vila Cosmos".
  34. http://www.radioarquibancada.com.br/?platform=hootsuite
  35. http://www.apoteose.com/carnaval-2017/unidos-de-cosmos/
  36. «Troféu Jorge Lafond 2005». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 17 de junho de 2016 
  37. «Troféu Jorge Lafond 2006». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  38. «Troféu Jorge Lafond 2007». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 20 de junho de 2016 
  39. «Troféu Jorge Lafond 2008». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 24 de junho de 2016 
  40. Elisa Fernandes, Tudo de Samba (5 de março de 2012). «Veja a relação dos premiados do Plumas e Paetês 2012». Consultado em 22 de maio de 2013 
  41. «Plumas e Paetês 2012». www.academiadosamba.com.br. Consultado em 13 de junho de 2016 
  42. Papo de Samba (5 de maio de 2013). «Entrega do Prêmio Elite do Samba será no dia 5 de maio». Consultado em 21 de maio de 2013 
  43. Oscar do Samba. «Relação dos premiados do Oscar do Samba 2013:». Consultado em 21 de maio de 2013. Cópia arquivada em 21 de maio de 2013 
  44. Oscar do Samba (16 de abril de 2013). «Prêmio Samba na Veia realiza sua 1ª edição dia 30 de abril». Consultado em 21 de maio de 2013 

Notas

  1. Embora a fonte Apoteose do Samba cite Marcos Matos como mestre de bateria, ele abandonou a escola semanas antes do desfile, de acordo com o Carnaval Carioca.net

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons