Kappa Centauri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
κ Centauri
Dados observacionais (J2000)
Constelação Centaurus
Asc. reta 14h 59m 09,7s[1]
Declinação -42° 06′ 15,1″[1]
Magnitude aparente 3,13[1] (3,34 + 4,71)[2]
Características
Tipo espectral B2IV[1]
Cor (U-B) -0,78[1]
Cor (B-V) -0,20[1]
Variabilidade possível β Cephei[3]
Astrometria
Velocidade radial 8,0 km/s[1]
Mov. próprio (AR) -17,62 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -22,51 mas/a[1]
Paralaxe 8,51 ± 0,54 mas[1]
Distância 380 ± 20 anos-luz
118 ± 7 pc
Magnitude absoluta -2,22 (-2,01 + -0,64)
Detalhes
κ Cen Aa
Massa 7,83[4] M
Raio 4,4 ± 0,7[3] R
Gravidade superficial log g = 4,02 ± 0,20 cgs[3]
Luminosidade 2 500[3] L
Temperatura 19 800 ± 900[3] K
Rotação v sin i = 11 ± 7 km/s[3]
Idade 18,2 ± 3,2 milhões[5]
de anos
κ Cen Ab
Massa 5,33[4] M
Outras denominações
CD-41 9342, FK5 553, HR 5576, HD 132200, HIP 73334, SAO 225344.[1]
Kappa Centauri
Centaurus constellation map.png

Kappa Centauri (κ Cen, κ Centauri) é um sistema estelar triplo[2] na constelação de Centaurus. Com uma magnitude aparente visual de 3,13,[1] é visível a olho nu mesmo em áreas com bastante poluição luminosa. Medições de paralaxe indicam que está a uma distância de aproximadamente 380 anos-luz (118 parsecs) da Terra.[1]

O componente primário do sistema Kappa Centauri, com uma magnitude aparente de 3,34,[2] é classificado como uma estrela subgigante de classe B com um tipo espectral de B2IV,[1] apesar de, a uma idade de 18,2 milhões de anos,[5] ainda estar na sequência principal, tendo completado 64% de seu período evolucionário nessa fase.[3] Possui uma massa de 7,83 vezes a massa solar,[4] raio de 4,4 vezes o raio solar e está brilhando com 2 500 vezes a luminosidade solar.[3] Sua atmosfera irradia essa energia a uma temperatura efetiva de 19 800 K,[3] dando à estrela a coloração azul-branca típica de estrelas de classe B.[6] É uma possível estrela variável do tipo Beta Cephei,[3] fazendo a magnitude do sistema variar entre 3,13 e 3,14.[7]

O componente secundário do sistema está separado do primário por 0,128 segundos de arco, a um ângulo de posição de 156°.[4] É uma estrela de magnitude 4,71 com uma massa de 5,33 vezes a solar.[2][4] As duas estrelas levam cerca de 19 anos para completar uma órbita.[8] A uma separação angular de 3,9 segundos de arco está a terceira estrela do sistema, de magnitude 11,5,[2] que leva 3 500 anos para orbitar o par central.[8]

O sistema é membro do subgrupo Centaurus Superior-Lupus da associação Scorpius–Centaurus, a associação OB mais próxima do Sol.[9]

Em chinês, 騎官 (Qí Guān), o que significa Guardas Imperiais, refere-se a uma asterismo consistindo de κ Centauri, γ Lupi, δ Lupi, β Lupi, λ Lupi, ε Lupi, μ Lup, π Lupi, ο Lupi e α Lupi.[10] Consequentemente, κ Centauri em si é conhecida como 騎官三 (Qí Guān sān, em português: a Terceira Estrela das Guardas Imperiais.).[11] A partir desse nome chinês surgiu a designação Ke Kwan usada para esta estrela.[12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n «SIMBAD query result - kap Cen». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 28 de fevereiro de 2017 
  2. a b c d e Eggleton, P. P.; Tokovinin, A. A (setembro de 2008). «A catalogue of multiplicity among bright stellar systems». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 389 (2): pp. 869-879. Bibcode:2008MNRAS.389..869E. doi:10.1111/j.1365-2966.2008.13596.x 
  3. a b c d e f g h i j Hubrig, S.; et al. (abril de 2009). «New magnetic field measurements of β Cephei stars and slowly pulsating B stars». Astronomische Nachrichten. 330 (4): p.317. Bibcode:2009AN....330..317H. doi:10.1002/asna.200811187 
  4. a b c d e Kouwenhoven, M. B. N.; Brown, A. G. A.; Portegies Zwart, S. F.; Kaper, L (outubro de 2007). «The primordial binary population. II.. Recovering the binary population for intermediate mass stars in Scorpius OB2». Astronomy and Astrophysics. 474 (1): pp.77-104. Bibcode:2007A&A...474...77K. doi:10.1051/0004-6361:20077719 
  5. a b Tetzlaff, N.; Neuhäuser, R.; Hohle, M. M (janeiro de 2011). «A catalogue of young runaway Hipparcos stars within 3 kpc from the Sun». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 410 (1): pp. 190-200. Bibcode:2011MNRAS.410..190T. doi:10.1111/j.1365-2966.2010.17434.x 
  6. «The Colour of Stars». Australia Telescope, Outreach and Education. Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation. 21 de dezembro de 2004. Consultado em 28 de fevereiro de 2017 
  7. «VSX : Detail for NSV 6873». The International Variable Star Index. American Association of Variable Star Observers (AAVSO). Consultado em 1 de março de 2017 
  8. a b Tokovinin, A (setembro de 2008). «Comparative statistics and origin of triple and quadruple stars». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 389 (2). pp. pp. 925–938. Bibcode:2008MNRAS.389..925T. doi:10.1111/j.1365-2966.2008.13613.x 
  9. Chen, Christine H.; Pecaut, Mark; Mamajek, Eric E.; Su, Kate Y. L.; Bitner, Martin (setembro de 2012). «A Spitzer MIPS Study of 2.5-2.0 M ⊙ Stars in Scorpius-Centaurus». The Astrophysical Journal. 756 (2): artigo 133, 24 pp. Bibcode:2012ApJ...756..133C. doi:10.1088/0004-637X/756/2/133 
  10. (chinês) 中國星座神話, escrito por 陳久金. Publicado por 台灣書房出版有限公司, 2005, ISBN 978-986-7332-25-7.
  11. (chinês) AEEA (Activities of Exhibition and Education in Astronomy) 天文教育資訊網 2006 年 7 月 25 日
  12. Richard Hinckley Allen: Star Names — Their Lore and Meaning: Centaurus

Ligações externas[editar | editar código-fonte]