Milton Monti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Milton Monti
Milton Monti
Deputado Federal de São Paulo São Paulo
Período 1º:'1 de janeiro de 1995
até 31 de dezembro de 1998
2º:1 de janeiro de 1999
até 31 de dezembro de 2002
3º:1 de janeiro de 2003
até 31 de dezembro de 2006
4º:1 de janeiro de 2007
até 31 de dezembro de 2010
5º:1 de janeiro de 2011
até 31 de dezembro de 2015
'
6º:1 de janeiro de 2015
até a atualidade
Deputado estadual de São Paulo São Paulo
Período 1º:1 de janeiro de 1991
até 31 de dezembro de 1994
Prefeito de São Manuel Bandeira sao manuel.jpg
Período 1 de janeiro de 1983
até 31 de dezembro de 1988
Dados pessoais
Nascimento 11 de julho de 1961 (56 anos)
São Manuel, SP
Partido PR
Religião Católico
Profissão Economista

Milton Antônio Casquel Monti, (São Manuel, 11 de junho de 1961), é um economista e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Milton Antonio Casquel Monti, nascido em 11 de junho de 1961 em São Manuel é casado com Liliana da Silva Monti e tem três filhos. Formado em Economia, foi eleito aos 21 anos Prefeito de São Manuel, sendo o mais jovem prefeito do Brasil, onde administrou entre os anos de 1983 a 1988. É considerado até hoje um dos melhores prefeitos da história da cidade.

Entre os principais cargos ocupados por Monti, destacam-se a presidência e vice-presidência da Associação dos Prefeitos do Estado de São Paulo (APESP). Entre os anos de 1989 e 90 exerceu a função de diretor administrativo-financeiro da Fundação para o Desenvolvimento da Educação da Secretaria de Estado da Educação.

Em 1991 foi eleito deputado estadual, entre julho de 1992 a dezembro de 1993 foi Secretário de Estado de Relações do Trabalho, reeleito ao Legislativo do Estado em 1995, onde foi primeiro secretário da Assembléia entre os anos de 1997/1998.  Em 1999 iniciou a sua primeira legislatura como deputado federal, sendo reeleito em 2003 e 2007 quando também se tornou vice-líder do Governo na Câmara. Monti é hoje um dos mais respeitados parlamentares do país, sempre trabalhando em prol do Estado de São Paulo, principalmente pelos municípios da região centro-oeste paulista. Em 2014 abriu um canal no youtube chamado "Política sem mistérios".

Foi eleito deputado federal em 2014, para a 55.ª legislatura (2015-2019). Em dezembro de 2016 foi condecorado com o título de cidadão do município paulista de Duartina.

Votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff.[1] Já durante o Governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[1] Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista.[1] [2] Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[1][3] Na sessão do dia 25 de outubro de 2017, o deputado, mais uma vez, votou contra o prosseguimento da investigação do então presidente Michel Temer, acusado pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa. O resultado da votação livrou o Michel Temer de uma investigação por parte do Supremo Tribunal Federal (STF)[4].

Deputado Federal Milton Monti em Avaré

Carreira Política[editar | editar código-fonte]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]