República Socialista da Tchecoslováquia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Československá socialistická republika
República Socialista da Tchecoslováquia

Estado satélite da União Soviética

Flag of Czechoslovakia.svg
1960 – 1989 Flag of Czechoslovakia.svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Hino nacional
Kde domov můj e Nad Tatrou sa blýska
Localização de Tchecoslováquia
Continente Europa
Capital Praga
50° 05' N 14° 28' E
Governo república socialista federal,
Estado comunista de partido único
Presidente
 • 1948–1953 (primeiro) Klement Gottwald
 • 1975–1989 (último) Gustáv Husák
Secretário-Geral
 • 1948-1953 (primeiro) Klement Gottwald
Karel Urbánek
Período histórico Guerra Fria
 • 1960 Fundação
 • 11 de Julho de 1960 de {{{ano_evento1}}} Constituição
 • 1989 estabelecimento da Federação
Czechoslovakia.png

A República Socialista da Checoslováquia ou República Socialista da Tchecoslováquia (Československá socialistická republika em checo e eslovaco) foi o nome oficial adotado pela última Checoslováquia durante o período em que o país era governado por um autoritário governo marxista-leninista de 1960 até final de 1989 (ou seja, logo após a Revolução de Veludo); foi um estado satélite soviético do Bloco Oriental. O país permaneceu em primeira instância, de 1948 a 1960, com o nome oficial de República Checoslovaca (Československá republika, o nome de República Popular da Checoslováquia, por vezes foi utilizado [1] , sendo não-oficial), antes de alterar a denominação em 1960.

Após o golpe de Estado de Fevereiro de 1948, quando o Partido Comunista da Checoslováquia tomou o poder com o apoio da União Soviética, o país foi declarado uma república popular após a Nona Constituição de Maio passar a vigorar. O tradicional nome Československá republika (República da Checoslováquia) foi alterado em 11 de julho de 1960 após a implementação da Constituição da Tchecoslováquia de 1960 como um símbolo da "vitória final do socialismo" no país, e assim permaneceu até a Revolução de Veludo. Vários outros símbolos do estado foram alterados em 1960.

A Checoslováquia foi membro do Conselho para Assistência Econômica Mútua e do Pacto de Varsóvia. Termos como Checoslováquia comunista [2] ou Checoslováquia socialista [3] , são por vezes utilizados informalmente para se referir a todo o período de 1948 a 1989. O regime terminou em 1989 com a queda do Bloco de Leste durante as Revoluções de 1989.

Referências

  • Bideleux, Robert; Jeffries, Ian (2007), A History of Eastern Europe: Crisis and Change, Routledge, ISBN 0415366267 
  • Black, Cyril E.; English, Robert D.; Helmreich, Jonathan E.; McAdams, James A. (2000), Rebirth: A Political History of Europe since World War II, Westview Press, ISBN 0813336643 
  • Crampton, R. J. (1997), Eastern Europe in the twentieth century and after, Routledge, ISBN 0415164222 
  • Dale, Gareth (2005), Popular Protest in East Germany, 1945–1989: Judgements on the Street, Routledge, ISBN 071465408 
  • Frucht, Richard C. (2003), Encyclopedia of Eastern Europe: From the Congress of Vienna to the Fall of Communism, Taylor & Francis Group, ISBN 0203801091 
  • Grenville, John Ashley Soames (2005), A History of the World from the 20th to the 21st Century, Routledge, ISBN 0415289548 
  • Grenville, John Ashley Soames; Wasserstein, Bernard (2001), The Major International Treaties of the Twentieth Century: A History and Guide with Texts, Taylor & Francis, ISBN 041523798X 
  • Grogin, Robert C. (2001), Natural Enemies: The United States and the Soviet Union in the Cold War, 1917–1991, Lexington Books, ISBN 0739101609 
  • Hardt, John Pearce; Kaufman, Richard F. (1995), East-Central European Economies in Transition, M.E. Sharpe, ISBN 1563246120 
  • Saxonberg, Steven (2001), The Fall: A Comparative Study of the End of Communism in Czechoslovakia, East Germany, Hungary and Poland, Routledge, ISBN 905823097X 
  • Wettig, Gerhard (2008), Stalin and the Cold War in Europe, Rowman & Littlefield, ISBN 0742555429