José Carlos Nepomuceno Mozer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mozer
Informações pessoais
Nome completo José Carlos Nepomuceno Mozer
Data de nasc. 19 de setembro de 1960 (54 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Informações profissionais
Posição Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1980-1987
1987-1989
1989-1992
1992-1995
1995-1996
Brasil Flamengo
Portugal Benfica
França Olympique de Marseille
Portugal Benfica
Japão Kashima Antlers
293 0(21)
079 0(11)
089 00(5)
092 00(3)
017 00(0)
Seleção nacional
1983-1994 Brasil Brasil 036 00(0)
Times que treinou
2006-2009
2009
2011
2011
Angola Interclube
Marrocos Raja Casablanca
Portugal Naval
Portugal Portimonense

José Carlos Nepomuceno Mozer, mais conhecido como Mozer (Rio de Janeiro, 19 de setembro de 1960), é um ex-futebolista brasileiro, zagueiro do Flamengo na década de 80, que depois também fez sucesso no Benfica e no Olympique Marseille.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Desprezado nas categorias de base do Botafogo por causa de seu porte físico franzino, Mozer chegou ao Flamengo em 1975. Teve que disputar posição com outros grandes jogadores como Rondinelli, Marinho, Luís Pereira e Figueiredo, contudo, na metade de 1981, já era um dos zagueiros titulares do Mengão. Fez parte da campanha vitoriosa do Flamengo na Taça Libertadores da América em 1981, que levou o rubro-negro à decisão do Mundial Interclubes. Mozer foi titular naquela memorável partida contra o Liverpool, que garantiu o Flamengo no rol dos times campeões mundiais.

Em 1987, Mozer saiu do Flamengo e foi jogar no Benfica, clube de Portugal. Impecável na marcação, o zagueiro brasileiro conquistou o coração dos portugueses e título de campeão português na temporada 1988/89, passando a ser idolatrado pela torcida do Benfica. Deixou o clube português três anos depois, quando foi vestir a camisa do Olympique Marseille, da França. Neste novo clube, Mozer sagrou-se tricampeão francês e recebeu o sugestivo apelido de Muralha.

Retornou ao Benfica em 1992, para a alegria dos torcedores do clube, que viram Mozer conquistar mais dois títulos pelo clube: o Campeonato Português de 1993/1994 e a Taça de Portugal de 1992/1993.

Em seguida, o jogador decidiu encarar o desafio de jogar no futebol japonês e assinou contrato com o Kashima Antlers, clube gerenciado pelo velho amigo Zico. Lá, no Japão, Mozer encerrou sua carreira com a conquista do Campeonato Japonês de 1996.

Seleção brasileira[editar | editar código-fonte]

Mozer foi convocado para a Copa do Mundo de 1990, na Itália, começando como titular, sendo depois afastado.

No total participou de 35 jogos pela seleção brasileira, de 1983 a 1994, não participando da Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, devido a uma contusão.

Pós-carreira[editar | editar código-fonte]

Após encerrar sua carreira de jogador, Mozer retornou a Lisboa e abriu um restaurante.

Em 2000 foi treinador adjunto de José Mourinho no S. l. Benfica. O primeiro jogo foi a 23 de Setembro de 2000, no Estádio do Bessa, frente ao Boavista, tendo o Benfica perdido por 1-0 .

Quando começa a conquistar os adeptos benfiquistas (especialmente depois da vitória contra o rival Sporting Clube de Portugal por 3-0) há eleições no Sport Lisboa e Benfica. Muda a presidência de João Vale e Azevedo para o Manuel Vilarinho. Mourinho sai do Benfica após 9 jogos e com ele Mozer.

Ainda durante essa época, segue com Mourinho para o União de Leiria, no qual viria a assumir funções na época 2001/2002 e onde se manterá até Janeiro de 2002. Nessa altura Mourinho entra no F. C. Porto mas Mozer já não vai com ele.

Então, após vários anos afastado do futebol, mais precisamente em 24 de outubro de 2006, Mozer decidiu aceitar a proposta de treinar a equipe angolana do Interclube, primeira divisão do Girabola.[1]

Em julho de 2009, Mozer acertou a sua transferência para treinar o clube marroquino Raja Casablanca.

Em 2010, Mozer acertou a sua transferência para treinar o clube português Naval.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Benfica
Olympique de Marseille
Kashima Antlers

Referências

  1. InterClube sign Brazilian coach - BBC Sport, 24 de outubro de 2006 (visitado em 24-5-2010).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.