Orestes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Orestes (desambiguação).
Orestes
Orestes Pursued by the Furies by William-Adolphe Bouguereau (1862) - Google Art Project.jpg
O Remorso de Orestes
William-Adolphe Bouguereau
Pais Agamemnon e Clitemnestra
Irmão(s) Ifigênia

Orestes (em grego clássico: Ὀρέστης), na mitologia grega, era filho do rei Agamemnon de Micenas e da rainha Clitemnestra, e irmão mais novo de Ifigênia.

Clitemnestra e seu amante, Egisto, mataram Agamemnon quando este voltava da Guerra de Troia. Único que poderia vingar o crime, Orestes foi à Fócida, porque suspeitava que o amante de sua mãe pretendia matá-lo também. Ali cresceu em segurança na corte de Estrófio e ficou amigo do filho deste, seu primo, Pílades. Ao tornar-se adulto, em obediência às ordens de Apolo, Orestes matou a mãe e Egisto. Perseguido pelas Erínias, refugiou-se no santuário de Apolo em Delfos. Julgado por seu crime em Atenas, o voto da deusa Atena desempatou o resultado a seu favor.

Novamente por ordem de Apolo, Orestes partiu para a Táurida a fim de roubar a estátua de Ártemis e devolvê-la à cidade de Atenas. Preso com Pílades, foi condenado a ser sacrificado à deusa, mas sua irmã Ifigênia, sacerdotisa de Ártemis, reconheceu-o e fugiu com ele e com Pílades, levando a estátua da deusa. Salvo, herdou o reino de Agamemnon, a que anexou Esparta e Epiro, depois do casamento com Hermíone, filha de Menelau e de Helena. Morreu aos noventa anos picado por uma serpente.

Precedido por
Menelau
Rei de Esparta
Sucedido por
Tisâmeno
Precedido por
Egisto
Rei de Micenas
Sucedido por
Tisâmeno
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.