Harmonia (mitologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Harmonia, veja Harmonia (desambiguação).
Harmonia
Personificação da paz, harmonia e concórdia
Polinices presenteia Erifila com o colar da Harmonia
Cerâmica ática, Museu do Louvre
Casado(a) com Cadmo
Pais Afrodite e Ares
Filho(s) Ino
Polidoro
Autônoe
Agave
Sêmele
Ilírio
Romano equivalente Concórdia

Harmonia, na mitologia grega, a personificação da paz, harmonia e concórdia. Sua equivalente romana é a Concórdia. Ela serve como antítese da Éris, deusa da discórdia. Filha de Afrodite e Ares, representa o equilíbrio ideal vindo da união da deusa do amor e do deus da guerra.[1] É esposa de Cadmo, com quem teve Ino, Polidoro, Autônoe, Agave, Sêmele e Ilírio.

Estátua de Harmonia em Grottoand, Pensilvânia

Aqueles que descreveram Harmonia como de Samotrácia, relatou que Cadmo, em sua viagem para a Samotrácia, depois de ter sido iniciado nos mistérios, apaixonou-se por Harmonia, e a levou como sua companheira com ajuda de Atena. Quando Cadmo foi obrigado a parar em Tebas, Harmonia o acompanhou. Quando chegaram na tribo dos enquéleas, eles os assistiram em sua guerra contra os ilírios, e conquistou o inimigo.

Cadmo, em seguida, tornou-se rei dos enquéleas, mas depois foi transformado em uma serpente. Harmonia em sua dor pediu a Cadmo para ir até ela. Quando ela foi abraçada por Cadmo em forma de serpente numa piscina de vinho, os deuses transformou-a em uma serpente, incapaz de suportar ver seu sofrimento.[2]

Referências

  1. Wikisource-logo.svg Chisholm, Hugh, ed. (1911). "Harmonia". Encyclopædia Britannica (11th ed.). Cambridge University Press.
  2. Apollod. iii. 5. § 4; Eurip. Baccti. 1233; Ov, Met. iv. 562, &c. (citado por Schmitz)
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.