Antíopa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde Janeiro de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Antíopa, veja Antíope.

Antíopa é uma princesa amazona filha de Ares (deus da guerra) e de Otrera (rainha das amazonas). Antíopa é uma amazona e é muito confundida com Antíope (mãe de Anfião) e rainha de Tebas. Presenciou a guerra causada por Hera entre os homens de Hércules, dentre eles Teseu, e as amazonas. Versões posteriores dizem que ela é a mãe de Hipólito com Teseu, outras (as mais aceitas como Sonhos de uma noite de verão) dizem que ele seqüestrou Hipólita, e quando esta voltou para casa foi morta acidentalmente pela irmã Pentesiléia durante uma caçada. Não sucedeu a irmã e não se tem relatos (aínda) sobre outros pontos na vida de Antíopa.

Segundo Píndaro, ela foi raptada por Teseu e Pirítoo[1].

Segundo Hégias de Trezena, ela se apaixonou por Teseu durante o sítio de Temiscira no Termodonte por Héracles e seus aliados, e ela traiu a forteleza a Teseu[1].

Os atenienses, porém, na época de Pausânias (geógrafo), diziam que ela foi flechada por Molpadia quando as amazonas atacaram Atenas, sendo Molpadia, por sua vez, morta por Teseu[1].

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.