Tabela de derivadas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A operação primária do cálculo diferencial é encontrar a derivada de uma função. Na tabela a seguir[1], supomos que e são funções deriváveis em e é um número real. Essas fórmulas são suficientes para derivar qualquer função elementar. Demonstrações destas fórmulas podem ser obtidas em livros de cálculo diferencial e integral[2][3][4][5].

Regras gerais de derivação[editar | editar código-fonte]

Regra da soma

Regra da subtração

Regra da multiplicação

Regra do produto

Regra do quociente

sendo esta válida para todo no domínio das funções com .

Regra da Cadeia

onde é a composição de com . Sendo esta válida para no domínio da função e tal que esteja no domínio da função .

Derivadas de funções simples[editar | editar código-fonte]

Derivadas de funções exponenciais e logarítmicas[editar | editar código-fonte]

Se u é uma função derivável, então:

se u é uma função derivável,então:

Se u é uma função derivável, então:

Se u é uma função derivável, então:

Derivadas de funções trigonométricas[editar | editar código-fonte]

Derivadas de funções trigonométricas inversas[editar | editar código-fonte]

Derivadas de funções hiperbólicas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Faça exemplos com O Monitor». omonitor.io. Consultado em 2016-03-22. 
  2. Leithold, Louis (1994). Cálculo com geometria analítica - vol. 1 3. ed. Harbra [S.l.] ISBN 8529400941. 
  3. Simmons, George (2009). Calculo com geometria analitica Pearson Makron Books [S.l.] ISBN 0074504118. 
  4. Howard, Anton (2007). Cálculo - vol 1. 8 ed. Bookman [S.l.] ISBN 9788560031634. 
  5. Stewart, James (2006). Cálculo - Vol. 1 5 ed. Thompson [S.l.] ISBN 8522104794.