Via Embratel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Canal Via Embratel)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Via Embratel
EMBRATEL TVSAT TELECOMUNICAÇÕES LTDA.
Slogan Assinou Via Embratel. Pegou bem.
Tipo Sociedade anônima (SA)
Fundação 16 de dezembro de 2008
Fundador(es) Embratel
Encerramento 1º de março de 2012
Sede Rio de Janeiro, RJ,  Brasil
Áreas servidas Brasil
Proprietário(s) Embratel
Produtos Televisão por assinatura
Sucessora(s) Claro TV
Página oficial www.viaembratel.com.br

Via Embratel foi uma operadora de TV por assinatura via satélite, cujo satélite é da própria Embratel, StarOne C2, de banda larga e telefonia via Voip. A transmissão do sinal da Via Embratel era feita pelo sistema DTH (Direct to Home) por Banda Ku, e os canais são criptografados pelo sistema Nagravision 3. Sua recepção se dá através de uma mini-antena parabólica e de um receptor DVB-S2, e a autenticação dos assinantes é feita via cartão de acesso condicional. Já o Via Embratel Fone e a Via Embratel Banda Larga são levados até o cliente através da rede de cabos da Embratel.[1] A Embratel também mantém participação acionária em outra operadora de TV paga via cabo, a NET; e, a fim de ampliar ainda mais seu mercado, se estendeu à TV por satélite. Em setembro de 2011 a empresa obteve aumento de 23% de assinantes, no segundo trimestre tinha 1.589 milhão de assinantes para 1.964 milhão sendo a operadora de TV que mais cresceu no terceiro trimestre de 2011.[2] .

A partir do dia 1 de março de 2012, a empresa passou a se denominar o nome Claro TV.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Receptor N8102H, primeiro receptor da Via Embratel: fabricado pela Coship, com saída de vídeo composto, saída RF (canal 3 ou 4), saídas de áudio analógico (estéreo) e digital (coaxial), conector USB e entradas para duas antenas parabólicas (Banda C analógica e Banda Ku digital), além de entrada para antena VHF/UHF.
Receptor N5166, segundo modelo de receptor da Via Embratel: fabricado pela Coship, com as mesmas características do modelo N8102H, exceto pela ausência do conector USB e da entrada para antena parabólica Banda C.

Em 16 de dezembro de 2008 a Embratel estreia o serviço de TV por assinatura Via Embratel.[4]

Em 29 de fevereiro de 2012 a Via Embratel tem último dia de transmissão[5] e já no dia 1 de março, à meia-noite, a Via Embratel sai do ar por um minuto e retorna com transmissões com novo nome Claro TV.[6]

Cobertura[editar | editar código-fonte]

Mini-Antena Parabólica da Via Embratel numa casa em Jaboatão dos Guararapes.

A Via Embratel tinha atuação em todo o Brasil, pois atua no setor de TV por assinatura via satélite. Já a Via Embratel Banda Larga e o Via Embratel Fone estavam disponíveis apenas em algumas cidades dos estados Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Maranhão e São Paulo.

Os canais oferecidos pela Via Embratel estão disponíveis no satélite StarOne C2, utilizando a faixa de frequências da Banda Ku.[7] A Via Embratel atua em cidades diferentes da NET nos seguimentos de banda larga e telefonia.

Referências

  1. Via Embratel - Banda Larga
  2. Tela Viva (21/11/2011). TV paga: veja quem ganhou e perdeu assinantes Revista Home Theater. Visitado em 28/11/2011.
  3. Thássius Veloso (1 de fevereiro de 2012). Claro absorve serviços da Embratel e lança em breve Claro TV e Claro Fixo Globo.com Tecnoblog. Visitado em 19 de fevereiro de 2012.
  4. Embratel lança TV por assinatura via satélite a R$ 59,90 TeleSíntese Terra Networks (16 de dezembro de 2008). Visitado em 18 de outubro de 2014.
  5. É oficial: Claro TV substitui Via Embratel
  6. http://www.viaembratel.com.br/
  7. Via Embratel. Grade de Programação. Visitado em 1 de fevereiro de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]