Espelho de Ojesed

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O Espelho de Ojesed (título no Brasil) ou Espelho dos Invisíveis (título em Portugal) (ou Mirror of Erised no original inglês) é um objeto mágico da obra de J. K. Rowling, que aparece no capítulo XII e no capítulo XVII do livro Harry Potter e a Pedra Filosofal. É um espelho que não reflete a imagem da pessoa, mas sim o desejo mais profundo de seu coração.

Características[editar | editar código-fonte]

O livro afirma que o Espelho de Ojesed é um "magnífico espelho, da altura do teto, com uma moldura de talha dourada, aprumado sobre dois pés de garra [...]".

O espelho tinha entalhado em sua parte de cima as seguintes palavras: erised strae hruo ytub ecaf ruoyt on woh si. Se lidas ao contrário, as palavras assumem a forma: I show not your face but your heart's desire, e em português, Não mostro o seu rosto mas o desejo em seu coração. Na primeira edição de Harry Potter no Brasil, somente a palavra Erised foi trocada por Ojesed; o resto da frase foi mantido como no original pela tradutora Lia Wyler. No entanto, em edições posteriores, a frase foi vertida para o português, assumindo a seguinte forma: Oãça rocu esme ojesed osamo tso rueso ortso moãn.

A primeira aparição do espelho se dá com Harry Potter escondendo-se do zelador, à noite, dentro de uma sala de aula. Ele encontra o espelho e surpreende-se ao ver que não via apenas a si, mas também seu pai e sua mãe, que sempre quis, mas nunca conhecera.

O amigo de Harry, Rony Weasley, também se mira no espelho, mas ele se vê como Monitor Chefe de Hogwarts e capitão do time de Quadribol, segurando a Taça das Casas. Esse era o seu desejo, já que, nascido numa grande família, tinha avidez por destacar-se em meio aos seus irmãos mais velhos.

Mas numa terceira visita de Harry à sala, ele encontra o diretor de Hogwarts, o sábio e bondoso Alvo Dumbledore, que explica como funciona o espelho, e pede a Harry que não volte a procurá-lo, usando argumentos que, no mundo "potteriano", são muito conhecidos.

O próprio Alvo Dumbledore afirma que, quando se mira no espelho, se vê segurando um par de meias. Diz que os anos passam e as pessoas insistem em lhe dar apenas livros.

Segue o trecho do capítulo XII do primeiro livro da série, de autoria de J. K. Rowling e tradução de Lia Wyler:

- Então, outra vez aqui, Harry?

[...] Sentado em uma das mesas junto à parede estava ninguém menos que Alvo Dumbledore [...]

- Então -[disse] Dumbledore, escorregando da cadeira até o chão para se sentar ao lado de Harry - você, como centenas antes de você, descobriu os prazeres do Espelho de Ojesed [...] Deixe-me explicar [o que faz o Espelho]. O homem mais feliz do mundo poderia usar o Espelho de Ojesed como um espelho normal, ou seja, ele olharia e se veria exatamente como é, [...] ele mostra-nos nada mais nem menos do que o desejo mais íntimo, mais desesperado de nossos corações [...]

Porém, o espelho não nos dá nem o conhecimento nem a verdade. Já houve homens que definharam diante dele, fascinados pelo que viram, ou enlouqueceram sem saber se o que o espelho mostrava era real ou sequer possível [...] Peço que não volte a procurá-lo. Não faz bem viver sonhando e se esquecer de viver [...]

Como o espelho mostra o desejo mais profundo, Dumbledore usou-o para esconder a Pedra Filosofal de Lord Voldemort, o vilão da trama. Somente alguém que quisesse obter a pedra, mas não para usá-la, conseguiria tirá-la do Espelho. Esse é o caso de Harry no capítulo XVII do livro.

Desejos Vistos[editar | editar código-fonte]

Personagem Desejo
Harry Potter Primeiro ele viu a sua família, incluindo seus pai e outros membros. Depois, no final do livro, ele se vê com a Pedra Filosofal (Harry Potter e a Pedra Filosofal)
Alvo Dumbledore Ao encontrar Harry, ele mente dizendo que se vê com grossas meias de lã (Harry Potter e a Pedra Filosofal), mas, depois, em Harry Potter e as Relíquias da Morte, revela-se que ele se via ao lado de sua família
Rony Weasley Ele se vê como Monitor Chefe de Hogwarts e capitão do time de Quadribol, segurando a Taça das Casas (Harry Potter e a Pedra Filosofal)
Severo Snape Ele se vê com Lílian Potter (Harry Potter e as Relíquias da Morte)
Hermione Granger Ela se vê com Harry e Rony "vivos e ilesos e Voldemort acabado". Ela também pode ver-se em um abraço romântico com uma "certa pessoa".[1]

Significado Externo[editar | editar código-fonte]

De acordo com o livro O Mundo Mágico de Harry Potter, de David Colbert, o espelho é um teste ao caráter das pessoas, ele é símbolo da vaidade e do egoísmo, mas só uma pessoa desprendida pode conseguir do espelho aquilo que mais quer.

Este capítulo do livro é o preferido de J. K. Rowling. Ela disse que se olhasse no espelho, veria a sua mãe, que morreu jovem de Esclerose Múltipla. Disse que ficaria falando sem parar, e que, no fim, deixaria de perguntar à mãe como é estar morta.

É considerado por muitos fãs o melhor capítulo, o que mais emotivamente mostra a falta dos pais para Harry Potter.

História[editar | editar código-fonte]

No site Pottermore, a autora fala um pouco sobre o Espelho de Ojesed. Ele é um objeto muito antigo, e ninguém sabe quem o criou ou como ele foi parar em Hogwarts. Durante os séculos, muitos professores da escola traziam aparelhos interessantes de suas viagens, então é possível que o espelho tenha chegado até o castelo assim, ou porque o professor sabia como funcionava e estava interessado nele, ou porque queria a opinião de seus colegas de trabalho sobre o objeto.

O Espelho provavelmente foi criado com um objetivo de diversão, seja ela inocente ou maléfica, porque ele é pouco útil, apesar de revelador. Apenas após as modificações feitas por Dumbledore o espelho se tornou um ótimo esconderijo para a Pedra Filosofal. Antes disso, o espelho havia ficado na Sala Precisa por mais ou menos um século.[2]


Portal A Wikipédia possui o
Portal Harry Potter


Referências

  1. Accio Quote: An Evening with Harry, Carrie and Garp (em inglês). Accio Quote. Página visitada em 26 de junho de 2011.
  2. The Mirror of Erised (em inglês). Pottermore. Página visitada em 16 de maio de 2012.