Traduções de Harry Potter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2011).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Portal A Wikipédia possui o
Portal Harry Potter

Traduções de Harry Potter trata sobre as traduções da série literária Harry Potter em dezenas de idiomas.

Os livros da série Harry Potter se tornaram alguns dos mais amados — e mais criticados — trabalhos de literatura infantil ao redor do mundo, com leitores de todas as idades, e a autora J.K. Rowling saiu da miséria e se tornou mundialmente famosa e bastante rica (estimativas recentes avaliaram sua fortuna, ganha a partir dos livros e filmes, em aproximadamente US$ 1 bilhão). Só nos Estados Unidos há mais de 80 milhões de cópias impressas dos livros, e as vendas mundiais ultrapassam 450 milhões de cópias[1] .

Lugares[editar | editar código-fonte]

  • The Burrow
    • Alemão: Der Fuchsbau
    • Checo: Doupě
    • Chinês (RPC): 陋居
    • Croata: Jazbina
    • Eslovaco: Brloh
    • Espanhol: La Madriguera
    • Finlandês: Kotikolo
    • Francês: Le Terrier (literal)
    • Grego moderno: Το Μπάρροου
    • Hebraico: המחילה
    • Holandês: Het Nest
    • Húngaro: Az Odú
    • Italiano: La Tana
    • Japonês: 隠れ穴 (Kakure Ana, lit. "Buraco Escondido")
    • Letão: Midzeņi
    • Lituano: Landynė
    • Norueguês: Hiet (literal)
    • Polaco: Nora (literal)
    • Português: A Toca (literal)
    • Romeno: Vizuina
    • Sueco: Kråkboet (Ninho de Corvo mau)
    • Tailandês: บ้านโพรงกระต่าย
  • Diagon Alley:
    • Alemão: Winkelgasse
    • Checo: Příčná ulice
    • Chinês (RPC): 对角巷
    • Chinês (Hong-Kong): 斜角巷
    • Croata: Zakutna Ulica
    • Eslovaco: Šikmá ulička
    • Espanhol: Callejón Diagon
    • Finlandês: Viistokuja
    • Francês: Chemin de Traverse
    • Galês: Y Llôn Groes
    • Grego antigo: ὁ στενωπὸς διάγων
    • Grego moderno: Διαγώνιος Αλέα
    • Hebraico: סמטת דיאגון
    • Holandês: Wegisweg
    • Húngaro: Abszol út (escrito junto quer dizer: absoluto; "út" quer dizer: estrada)
    • Italiano: Diagon Alley
    • Japonês: ダイアゴン横丁 (Daiagon Yokochō; literal)
    • Latim: Angiportum Diagonion
    • Letão: Diagonaleja
    • Lituano: Skersinis skersgatvis
    • Norueguês: Diagonallmenningen
    • Polaco: ulica Pokątna (fala-se u-li-ka pucutnah)
    • Português (Portugal): Diagon-Al
    • Português (Brasil): Beco diagonal (Literal)
    • Romeno: Aleea Diagon
    • Sueco: Diagrongränden
    • Tailandês: ตรอกไดแอกอน
  • Gringotts Wizard Bank
    • Alemão: Gringotts Halt. Zaubererbank
    • Checo: Gringottova kouzelnická banka
    • Chinês (RPC): 古灵阁
    • Chinês (Taiwan): 古靈閣
    • Eslovaco: Gringottbanka
    • Finlandês: Irveta
    • Francês: Banque de Gringotts
    • Galês: Banc Gringrwn
    • Grego moderno: Γκρίνγκοτς
    • Hebraico: גרינגוטס
    • Holandês: Goudgrijp
    • Húngaro: Gringotts Varázslóbank (literal)
    • Italiano: Gringott
    • Japonês: 魔法使いの銀行グリンゴッツ (Mahōtsukai no Ginkō Guringottsu; literal)
    • Letão: Gringoti
    • Lituano: Gringotso burtininkų bankas
    • Norueguês: Flirgott
    • Polaco: bank Gringotta
    • Português (Brasil): Gringotes
    • Romeno Banca Gringotts
    • Sueco: Gringotts
    • Tailandês: ธนาคารกริงกอตส์
  • Knockturn Alley:
    • Alemão: Nokturngasse
    • Checo: Obrtlá ulice
    • Chinês (RPC): 翻倒巷
    • Eslovaco: Zašitá ulička
    • Espanhol: Callejón Knuckturn
    • Finlandês: Iskunkiertokuja
    • Francês: L'Allée des Embrumes
    • Grego moderno: Αδιέξοδος Αλέα (Dead End Alley)
    • Hebraico: סמטת נוקטורן
    • Holandês: Verdonkeremaansteeg (donkere quer dizer: lua escura, mas: verdonkeremanen é um verbo antigo para :roubar, steeg=travessa)
    • Húngaro: Zsebpiszok köz or Zsebkosz köz ("Travessa do Bolso-Sujo")
    • Italiano: Notturn Alley
    • Japanês: 夜の闇横丁 (Nokutān Yokochō). A palavranokutān é noturno em japonês.
    • Letão: Nakteņu aleja
    • Lituano: Mušeikų skersgatvis
    • Norueguês: Spindelsmuget
    • Polaco: ulica Śmiertelnego Nokturnu (traduzido para "Rua da noite mortal", pronunciado u-li-tzah s'mirtelnegoh nok-tur-nu)
    • Português (Portugal): Rua Bativolta
    • Português (Brasil): Travessa do Tranco
    • Romeno: Nocturnalee (Travessa Noturna)
    • Sueco: Svartvändargränden (Travessa Obscura)
    • Tailandês: ตรอกน็อคเทิร์น
  • Little Whinging:
    • Checo: Kvikálkov
    • Chinês (RPC): 小惠金镇
    • Eslovaco: Malé Neradostnice
    • Hebraico: ווינגינג תחתית
    • Holandês: Klein Zanikem (zaniken = vinho)
    • Letão: Mazčīkste
    • Lituano: Litl Vingingas
    • Norueguês: Søndre Syting
    • Polaco: Little Whinging
    • Romeno: Little Whinging
    • Tailandês: ลิตเติ้ล วิงจิง
  • The Leaky Cauldron:
    • Alemão: Der tropfende Kessel
    • Checo: Děravý kotel
    • Chinês (RPC): 破釜酒吧
    • Chinês (Taiwan): 破釜酒吧
    • Croata: Šuplji kotlić
    • Eslovaco: Deravý kotlík
    • Espanhol: El Caldero Chorreante
    • Finlandês: Vuotava noidankattila
    • Francês: Le Chaudron Baveur
    • Galês: Y Gogor-Grochan
    • Grego moderno: Το ραγισμένο τσουκάλι
    • Hebraico: הקלחת הרותחת
    • Holandês: De Lekke Ketel
    • Húngaro: Foltozott Üst ("Caldeirão Amassado")
    • Irlandês: An Coire Ligeach (literal)
    • Italiano: Il Paiolo Magico
    • Japonês: 漏れ鍋 (More Nabe; literal)
    • Latim: Lebes Rimosus
    • Letão: Caurais katls
    • Lituano: Kiauras katilas
    • Norueguês: Den lekke heksekjel
    • Polaco: Dziurawy Kocioł
    • Português (Portugal): O Caldeirão Escoante
    • Português (Brasil): Caldeirão Furado
    • Romeno: La Ceaunul Spart
    • Sueco: Den Läckande Kitteln
    • Tailandês: ร้านหม้อใหญ่รั่ว
  • Platform 9 3/4
    • Alemão: Gleis neundreiviertel
    • Checo: Nástupiště devět a tři čtvrtě
    • Chinês (RPC): 9 3/4 月台
    • Eslovaco: Nástupište deväť a trištvrte
    • Espanhol: Andén 9 3/4 (Plataforma 9 3/4 na edição sul-americana)
    • Finlandês: Laituri 9 3/4 (literal)
    • Francês: Le quai 9 3/4 (literal)
    • Galês: Platfform naw a thri chwarter
    • Grego moderno: Πλατφόρμα εννιά και τρία τέταρτα (literal)
    • Hebraico: רציף תשע ושלושה רבעים
    • Holandês: Perron 9 3/4 (literal)
    • Húngaro: 9 és háromnegyedik vágány (literal)
    • Irlandês: Ardán a naoi agus trí cheathrú (literal)
    • Italiano: Binario 9 e 3/4 (literal)
    • Japonês: 九と四分の三番線 (Kyū to Yonbun no San Bansen; literal)
    • Latim: Crepidine Novem cum Tribus Partibus
    • Letão: Platforma numur deviņi un trīs ceturtdaļas
    • Lituano: Devintas su trimis ketvirčiais peronas
    • Norueguês: Plattform 9 3/4
    • Polaco: peron numer dziewięć i trzy czwarte aka peron numer 9 ¾
    • Português: Plataforma 9 3/4(literal)
    • Romeno: Peronul 9 3/4
    • Russo: Платформа 9 и 3 четверти (Platforma devyat' i tri chetverti)
    • Sueco: Plattform 9 3/4
    • Tailandês: ชานชาลาที่เก้าเศษสามส่วนสี่

Hogwarts School of Witchcraft and Wizardry[editar | editar código-fonte]

  • Alemão: Hogwarts-Schule für Hexerei und Zauberei
  • Checo: Škola čar a kouzel v Bradavicích
  • Chinês (RPC): 霍格沃茨魔法学校
  • Chinês (Taiwan): 霍格華茲魔法與巫術學院
  • Eslovaco: Rokfortská stredná škola čarodejnícka
  • Espanhol: Colegio Hogwarts de Magia y Hechicería
  • Finlandês: Tylypahkan noitien ja velhojen koulu
  • Francês: Collège Poudlard, École de sorcellerie ("Colégio Poudlard, Escola de Bruxaria.")
  • Galês: Ysgol Hudoliaeth a Dewiniaeth Hogwarts
  • Georgiano: hogvortsis magiisa da jadoqrobis skola
  • Grego moderno: Σχολή "Χόγκουαρτς" για Μαγείες και Ξόρκια
  • Hebraico: בית הספר הוגוורטס לכישוף ולקוסמות
  • Holandês: Zweinstein's Hogeschool voor Hekserij en Hocus-Pocus
  • Húngaro: Roxfort Boszorkány- és Varázslóképző Szakiskola ("Roxfort Witch and Wizard Training Special School") (Roxfort, Escola Especial de Treinamento de Bruxos e Bruxas)
  • Irlandês: Scoil chomhoideachais draíodóireachta Hogwarts (Escola de Bruxaria Co-educacional )
  • Italiano: Scuola di Magia e Stregoneria di Hogwarts
  • Japonês: ホグワーツ魔法魔術学校 (Hoguwātsu Mahō Majutsu Gakkō; literal)
  • Latim: Schola Hogvartensis Artium Magicarum et Fascinationis
  • Letão: Cūkkārpas Raganības un burvestību arodskola
  • Lituano: Hogvartso Burtų ir Kerėjimo mokykla
  • Malaio: Sekolah Sihir Hogwarts
  • Norueguês: Galtvort høyere skole for hekseri og trolldom
  • Polaco: Szkoła Magii i Czarodziejstwa w Hogwarcie (pronunciado Shko-wah mag-i i tcharo-dsii-stvah vi Hogwar-tsi)
  • Português (Portugal): Escola de Magia e Feitiçaria de Hogwarts
  • Português (Brasil): Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts
  • Romeno: Şcoala de farmece şi vrăjitorii Hogwarts
  • Russo: Школа чародейства и волшебства "Хогвартс"
  • Sueco: Hogwarts skola för häxkonster och trolldom
  • Tailandês: โรงเรียนพ่อมดแม่มดและเวทมนตร์ศาสตร์ ฮอกวอตส์

Hogwarts[editar | editar código-fonte]

  • Checo: Bradavice
  • Chinês (RPC): 霍格沃茨
  • Chinês (Taiwan): 霍格華茲
  • Eslovaco: Rokfort
  • Finlandês: Tylypahka
  • Francês: Poudlard
  • Grego antigo: ῾Υογοήτου
  • Grego moderno: Χόγκουαρτς
  • Hebraico: הוגוורטס
  • Holandês: Zweinstein
  • Húngaro: Roxfort (de Roquefort e Oxford)
  • Japonês: ホグワーツ (Hoguwātsu)
  • Letão: Cūkkārpa
  • Lituano: Hogvartsas
  • Norueguês: Galtvort (literal)
  • Polaco: Hogwart
  • Russo: Хогвартс (Khogvarts)
  • Tailandês: ฮอกวอตส์

Casas de Hogwarts[editar | editar código-fonte]

  • Gryffindor:
    • Checo: Nebelvír
    • Chinês (RPC): 格兰芬多
    • Chinês (Taiwan): 葛萊芬多
    • Eslovaco: Chrabromil
    • Finlandês: Rohkelikko (rohkea = bravura)
    • Francês: Gryffondor
    • Galês: Llereurol (literal "Grifo de Ouro")
    • Georgiano: grifindori
    • Grego moderno: Γκρίφιντορ
    • Hebraico: גריפינדור
    • Holandês: Griffoendor
    • Húngaro: Griffendél
    • Italiano: Grifondoro (grifo dourado)
    • Japonês: グリフィンドール (Gurifindōru)
    • Letão: Grifidors
    • Lituano: Grifų Gūžta
    • Norueguês: Griffing
    • Português (Brasil): Grifinória
    • Romeno: Cercetaş ("escoteiros")
    • Tailandês: กริฟฟินดอร์
  • Hufflepuff:
    • Checo: Mrzimor
    • Chinês (RPC): 赫奇帕奇
    • Chinês (Taiwan): 赫夫帕夫
    • Eslovaco: Bifľomor
    • Finlandês: Puuskupuh (onomatopéia)
    • Francês: Poufsouffle
    • Galês: Wfftitwff (onomatopéia)
    • Georgiano: haflepafi
    • Grego moderno: Χάφλπαφλ
    • Hebraico: הפלפאף
    • Holandês: Huffelpuf
    • Húngaro: Hugrabug
    • Italiano: Tassorosso (fita vermelha)
    • Japonês: ハッフルパフ (Haffurupafu)
    • Letão: Elšpūtis
    • Lituano: Švilpynė
    • Norueguês: Håsblås
    • Português (Brasil): Lufa-Lufa
    • Romeno: Astropuf
    • Tailandês: ฮัฟเฟิลพัฟ
  • Ravenclaw:
    • Checo: Havraspár
    • Chinês (RPC): 拉文克劳
    • Chinês (Taiwan): 雷文克勞
    • Eslovaco: Bystrohlav
    • Finlandês: Korpinkynsi (literal, korppi = corvo, kynsi = garra)
    • Francês: Serdaigle (aigle = águia, serre = garra)
    • Galês: Crafangfran (literal)
    • Georgiano: Reivenqlo
    • Grego moderno: Ράβενκλοου
    • Hebraico: רייבנקלו
    • Holandês: Ravenklauw
    • Húngaro: Hollóhát (costas de corvo)
    • Italiano: Corvonero (corvo preto) (inicialmente traduzido para Pecoranera (ovelha negra) depois corrigido)
    • Japonês: レイブンクロー (Reibunkurō)
    • Letão: Kraukļanags
    • Lituano: Varno Nagas
    • Norueguês: Ravnklo
    • Português (Brasil): Corvinal
    • Romeno: Ochi de Şoim ("Olho de Falcão")
    • Tailandês: เรเวนคลอ
  • Slytherin:
    • Checo: Zmijozel
    • Chinês (RPC): 斯莱特林
    • Chinês (Taiwan): 史萊哲林
    • Eslovaco: Slizolin
    • Finlandês: Luihuinen (luihu = sonso)
    • Francês: Serpentard (serpent = serpente)
    • Galês: Slafennog (onomatopéia)
    • Georgiano: Slizerin
    • Grego moderno: Σλίθεριν
    • Hebraico: סלית'רין
    • Holandês: Zwadderich (zwadder = cobra/veneno de calúnia, zwadderig = sujeira)
    • Húngaro: Mardekár (ele-morde-que-pena)
    • Italiano: Serpeverde (cobra verde)
    • Japonês: スリザリン (Surizarin)
    • Letão: Slīdenis
    • Lituano: Klastūnynas (klastūnas = pessoa sonsa)
    • Norueguês: Smygard
    • Português (Brasil): Sonserina
    • Romeno: Viperin
    • Tailandês: สลิธิริน

Testes[editar | editar código-fonte]

  • N.O.M s = Níveis Ordinários em Magia:
    • Alemão: ZAG (de "zagen": estar apreensivo) = ZAubererGrad (nota bruxa)
    • Checo: NKÚ = Náležitá kouzelnická úroveň (singular)
    • Chinês (RPC): 普通巫师等级考试/O.W.L.s 考试
    • Espanhol (Espanha): TIMO (vigarice): Título Indispensable de Magia Ordinaria
    • Espanhol (América Latina): MHB = Matrícula de Honor en Brujería
    • Finlandês: VIP = Velhomaailman Ihmeisiin Perehdyttävä (Isso mostra as Maravilhas do mundo da magia)
    • Francês: BUSE (buzzard) = Brevet Universel de Sorcellerie Elémentaire (Diploma Universal de Magia Fundamental)
    • Grego moderno: ΒΕΜ = Βασικά Επίπεδα Μαγείας (Niveis Básicos de Feitiçaria)
    • Hebraico: בגרויות
    • Holandês: SLIJMBAL (slimball) = Schriftelijke Lofuiting wegens IJver Magische Bekwaamheid en Algeheel Leervermogen
    • Húngaro: R.B.F. = Rendes Bűbájos Fokozat (literal)
    • Italiano: GUFO (coruja) = Giudizio Unico Fattucchiere Ordinario
    • Japonês: OWL(ふくろう) = ふくろう普通魔法レベル試験 (Fukurō Futsū Mahō Reberu Shiken, OWL (N.O.M) No livro 3 o nome muda para:ふくろう標準魔法レベル試験 (Fukurō Hyōjun Mahō Reberu Shiken, OWL Exame de Níveis Básicos em Bruxaria). O nome é também encurtado para: OWL(ふくろう)テスト (fukurō tesuto), OWL(ふくろう) 試験 (fukurō shiken)quer dizer: Teste do N.O.M
      • Nota: As letras OWL devem ser mostradas com os caracteres japoneses abaixo deles; nem todos os programas suportam esse formato.
    • Letão: SLIMi (plural de 'doente') = Sākuma līmeņa ieskaites maģijā
    • Lituano: VML = Vidutinis Magijos Lygis (literal)
    • Malaio: PSB = Peringkat Sihir Biasa
    • Norueguês: UGLE (coruja) = Undre Galdrelaugseksamen (Exame mais baixo de Competência em Magia)
    • Português (Portugal): NPF = Níveis Puxados de Feitiçaria (literal)
    • Português (Brasil): NOM = Níveis Ordinários de Magia (literal)
    • Polaco: sum (standardowe umiejętności magiczne) = Talento Básico em Magia
    • Romeno: NOV = Nivel Obişnuit de Vrăjitorie (literal)
    • Russo: С.О.В. = Стандартные Отметки Волшебника (S.O.V. = Standartnye Otmetki Volshebnika) (Marcas Mágicas Básicas)
    • Sueco: GET (cabra) = Grund-Examen i Trollkonst (Exame Básico de Magia)
    • Tailandês: ว.พ.ร.ส. = วิชาพ่อมดระดับสามัญ
  • N.I.E.Ms = Níveis Incrívelmente Exaustivos de Magia
    • Alemão: UTZ = Unheimlich Toller Zauberer
    • Checo: OVCE (ovelha) = Ohavně vyčerpávající celočarodějné exameny
    • Chinês (RPC): 终极巫师考试/N.E.W.Ts 考试
    • Croata: O.Č.I. (olhos) = Opasni čarobnjački ispiti
    • Espanhol: ÉXTASIS (êxtase) = EXámenes Terribles de Alta Sabiduría e Invocaciones Secretas
    • Finlandês: SUPER = Se Uskomattoman Paha Erittäin Raskas (Aquela Coisa Inacreditavelmente Difícil e Muito Exaustiva)
    • Francês: ASPIC = Accumulation de Sorcellerie Particulièrement Intensive et Contraignante
    • Hebraico: בחינות כשיפומטריות
    • Holandês: PUIST = Proeve van Uitzonderlijke Intelligentie en Superieure Toverkunst
    • Húngaro: R.A.VA.SZ. = Rémisztően Agyfacsaró Varázstani Szigorlat
    • Italiano: MAGO (feiticeiro) = Magia Avanzata Grado Ottimale
    • Japonês: NEWT(いもり) = いもりめちゃくちゃ疲れる魔法テスト (Imori Mechakucha Tsukareru Mahō Tesuto,
    • Letão: SĒRGi ('sērga'= praga) = Sevišķi ērcinoši un riebīgi galapārbaudījumi
    • Lituano: VSMT = Velniško Sunkumo Magijos Testai
    • Malaio: USSM = Ujian Sihir yang Sangat Meletihkan
    • Norueguês: ØGLE (lizard) = Øvre Galdrelaugseksamen
    • Polaco: owtm ("O-s, w-s, t-s -ms) - okropnie wyczerpujące testy magiczne
    • Português (Portugal): EFBE = Exames de Feitiçaria Barbaramente Extenuantes
    • Português (Brasil): NIEM = Níveis Incrivelmente Exaustivos de Magia
    • Romeno: TVEE = Teste de Vrăjitorie Extrem de Epuizante
    • Sueco: FUTT = Fruktansvärt Utmattande Trollkarls-Test
    • Tailandês: ส.พ.บ.ส. = การสอบวัดความรู้พ่อมดเบ็ดเสร็จ

Sobre as traduções[editar | editar código-fonte]

  • Na Itália dois dos livros da série foram vertidos por Beatrice Masini: Harry Potter e il calice di fuoco e Harry Potter e il prigioniero di Azkaban.[2]

Problemas nas traduções[editar | editar código-fonte]

Tradução nunca é fácil ou precisa; é frequentemente chamada de arte, talvez merecidamente, por requerer um alto grau de artista assim como habilidades técnicas. Traduções bem sucedidas resultam na compreensão completa da língua fonte e da língua alvo, assim como a (s) cultura (s) do povo de ambas línguas. Traduções bem sucedidas são ao mesmo tempo fiéis ao texto original (sem mudanças, adições ou subtrações de qualquer parte do significado) e autêntica à língua alvo, isso é, que pareça ou "sinta" para um nativo da língua alvo ter sido originalmente escrito naquela língua.

Traduções palavra-por-palavra são raramente bem sucedidas, não apenas pelas nuances da escrita (a atmosfera, jogo de palavras, línguagem) que seriam perdidas, mas por causa das diferenças culturais que seriam ignoradas.

A série Harry Potter apresenta alguns desafios especiais aos tradutores:

Cultura[editar | editar código-fonte]

O ambiente cultural do livro é decididamente Inglês. A história segue um tema familiar em livros ingleses infantis, que são as aventuras numa escola, e muitas dos nuances culturais serão estranhas aos leitores na tradução. Tais coisas requerem tradução cuidadosa e criativa.

Linguagem[editar | editar código-fonte]

A Linguagem dos livros, refletem, por exemplo, na maneira de falar de Hagrid e revelam muito sobre os vários personagens. Várias expressões e formas de falar são regionais. Executivos educacionais escolheram editar o primeiro livro com algumas adaptações para o Inglês americano, uma prática que é muito comum em livros de outros continentes, mas no caso de Harry Potter, este foi conhecido com uma certa quantidade de ultraje por parte do leitor.

Palavras inventadas[editar | editar código-fonte]

Isso inclui feitiços, encantamentos e palavras mágicas. Muitas palavras de Rowling, por exemplo, são feitas de ou inspiradas no Latim, e possuem uma certa semelhança com a fala inglesa. Priori incantatem, por exemplo (um feitiço que causa uma seqüência dos últimos feitiços que as varinhas produziram), seriam familiares a muitos leitores ingleses pelas palavras prior ("precedente") e incant ("total"). Alguns tradutores criaram eles mesmos novas palavras, outros recorreram a tradução literal.

Nomes de pessoas, lugares e coisas[editar | editar código-fonte]

Nomes como Knockturn Alley (br: Travessa do Tranco; pt: Rua Bativolta) e o Pensieve (br: Penseira; pt: Pensatório) são extremamente difíceis de traduzir. A Penseira, por exemplo, é uma bacia mágica onde memórias e pensamentos podem ser colocados e examinados à vontade. Esse nome é uma mistura de duas palavras: pensive, que significa "pensativo", e sieve, um tipo de bacia com perfurações onde finas partículas de uma substância (como farinha) podem passar para separá-las das partes grossas. o nome Knockturn Alley, uma rua perpendicular ao Beco Diagonal onde fica o mercado mágico de Londres, sugere algo batido ou torcido, e é também semi-homófono com "penumbra", sugerindo escuridão e, consequentemente, maldade. Tradutores devem usar criatividade e sensibilidade em usar certos nomes, e alguns são mais bem sucedidos que outros.

O anagrama com o nome de Tom Riddle que aparece no segundo livro analogamente não faz a transição facilmente em outras línguas. Tradutores pode às vezes mudar os nomes no livro para fazê-lo funcionar; por exemplo, o nome do meio Riddle: de Marvolo foi mudado para "Vandrolo" na versão hebraica para que as letras necessárias para a tradução do anagrama estivessem presentes. Deve-se tomar cuidado para lembrar dessas mudanças, entretanto, de modo a não se esquecer delas na tradução dos próximos livros.

Traduções especiais[editar | editar código-fonte]

Algumas traduções, tais como as em Latim e Grego antigo, foram feitas como exercícios acadêmicos, mas também para estimular interesse em línguas e para dar aos estudantes novos textos para leitura. O Grego antigo, de acordo com o tradutor, é o mais longo texto traduzido na língua em 1500 anos, e levou um ano para terminar. Note que em alguns países, como Espanha e Índia, o livro foi traduzido para várias línguas locais (ver a seção publicadores); em alguns casos, o livro foi traduzido para versões distintas de um mesmo idioma, por objetivarem países diferentes (por exemplo, Portugal e Brasil).

Traduções piratas[editar | editar código-fonte]

Logo após o sucesso do primeiro livro, Harry Potter e a Pedra Filosofal (lançado nos EUA como Harry Potter and the Philosopher's Stone), o livro começou a ser traduzido em outras línguas.Na verdade,Harry Potter tornou-se tão popular que até "Traduções piratas" (ilegais, traduções não oficiais lançadas antes da tradução oficial) foram criadas.

Um exemplo notável ocorreu na Venezuela em 2003, quando uma tradução ilegal do quinto livro, Harry Potter e a Ordem da Fênix, apareceu logo após o lançamento da versão original (em inglês) e cinco meses antes do lançamento programado da versão espanhola. A tradução pirata era aparentemente tão ruim que o tradutor adicionou mensagens, incluindo "Aqui vai algo que sou incapaz de traduzir, desculpem," e "Me desculpem, eu não entendi o que isso significa" em algumas seções. Duas pessoas que tinham relação com a versão pirata foram presas.

Outro exemplo notável foi a comunidade da internet formada para traduzir os livros de Harry Potter em Alemão mais rapidamente [1]. Após serem impedidos pelo publicador alemão de liberarem abertamente suas traduções, eles converteram em um site comunitário que (1) traduz os livros para apreciação de seus próprios membros (que evita problemas com direitos autorais, aparentemente), (2) traduz ficção, (3) discute discrepâncias nas traduções oficiais, e (4) criam seu prórpio vocabulário.

Traduções piratas podem frequentemente serem produzidas mais rapidamente do que traduções oficiais, por inúmeras razões:

  • a tradução pode ser produzida como um processo colaborativo, com diversas pessoas trabalhando em paralelo ou em seções diferentes do livro, assim diminuindo o tempo de tradução;
  • menos tempo é gasto em edição e correção;
  • Traduções piratas são frequentemente publicadas online, eliminando o tempo gasto com impressão e distribuição de cópias oficiais.

Isso torna tentador ingressar numa tradução pirata, melhor do que esperar diversos meses por uma tradução oficial a ser emitida. No entanto, pelas mesmas razões acima descritas, traduções piratas são geralmente inferiores às traduções oficiais.

Os agentes que representam J.K. Rowling indicaram no passado, que eles não podem e não pretendem impedir que os indivíduos traduzam livros de Rowling para sua própria apreciação pessoal. Traduções podem ser divertidas, educativas e passatempos desafiadores. No entanto, se alguém tentarpublicar uma tradução não autorizada de qualquer forma, fazendo-a acessível para o púlico em geral para ganho financeiro ou não, está cometendo violação de diretos e poderá ser processado.

Referências

  1. Rowling Looking Into Harry Potter E-Books
  2. Resumo biográfico (em italiano). Visitado em março de 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]