Temporada de Fórmula 1 de 1995

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Temporada de Fórmula 1 de 1995 foi a 46ª realizada pela FIA. Teve como campeão o alemão Michael Schumacher, da equipe Benetton, sendo vice-campeão o britânico Damon Hill, da Williams.

Pilotos e equipes[editar | editar código-fonte]

Michael Schumacher, campeão mundial de Fórmula 1 em 1995 pela Benetton.
Damon Hill, vice-campeão mundial de Fórmula 1 em 1995, 33 pontos atrás de Michael Schumacher.
Equipe Construtor Chassis Motor Pneu No Piloto Piloto(s) de testes
Reino Unido Mild Seven Benetton Renault Benetton B195 Renault RS7 3.0 V10 G 1 Alemanha Michael Schumacher França Emmanuel Collard
2 Reino Unido Johnny Herbert
Reino Unido Nokia Tyrrell Yamaha Tyrrell 023 Yamaha OX10C 3.0 V10 G 3 Japão Ukyo Katayama Itália Gabriele Tarquini
Itália Gabriele Tarquini
4 Finlândia Mika Salo
Reino Unido Rothmans Williams Renault Williams FW17
FW17B
Renault RS7 3.0 V10 G 5 Reino Unido Damon Hill França Jean-Christophe Boullion
6 Reino Unido David Coulthard
Reino Unido Marlboro McLaren Mercedes McLaren MP4-10
MP4-10B
MP4-10C
Mercedes FO 110 3.0 V10 G 7 Reino Unido Mark Blundell Dinamarca Jan Magnussen
Reino Unido Nigel Mansell
8 Finlândia Mika Häkkinen
Dinamarca Jan Magnussen
Reino Unido Footwork Hart Footwork FA16 Hart 830 3.0 V8 G 9 Itália Massimiliano Papis n/a
Itália Gianni Morbidelli
10 Japão Taki Inoue
Reino Unido MTV Simtek Ford' Simtek S951 Ford EDB 3.0 V8 G 11 Itália Domenico Schiattarella Japão Hideki Noda
12 Países Baixos Jos Verstappen
República da Irlanda Total Jordan Peugeot
B&H Total Jordan Peugeot
Jordan 195 Peugeot A10 3.0 V10 G 14 Brasil Rubens Barrichello n/a
15 Reino Unido Eddie Irvine
Reino Unido Pacific Grand Prix Ltd Pacific PR02 Ford EDC 3.0 V8 G 16 Bélgica Bertrand Gachot Reino Unido Oliver Gavin
Itália Giovanni Lavaggi
Suíça Jean-Denis Délétraz
17 Itália Andrea Montermini
França Junior Larrousse F1 Team Larrousse LH95 Ford EDD 3.0 V8 G 19 França Christophe Bouchut França Érik Comas
20 França Éric Bernard
Itália Parmalat Forti Ford Forti FG01 Ford EDD 3.0 V8 G 21 Brasil Pedro Paulo Diniz n/a
22 Brasil Roberto Moreno
Itália Minardi Scuderia Italia Minardi M195 Ford EDM 3.0 V8 G 23 Itália Pierluigi Martini Itália Giancarlo Fisichella
Portugal Pedro Lamy
24 Itália Luca Badoer
França Ligier Gitanes Blondes Ligier JS41 Mugen-Honda MF-301 3.0 V10 G 25 Japão Aguri Suzuki França Franck Lagorce
Reino Unido Martin Brundle
26 França Olivier Panis
Itália Scuderia Ferrari SpA Ferrari 412T2 Ferrari 044/1 3.0 V12 G 27 França Jean Alesi Itália Nicola Larini
28 Áustria Gerhard Berger
Suíça Red Bull Sauber Ford Sauber C14 Ford ECA Zetec-R 3.0 V8 G 29 Áustria Karl Wendlinger Argentina Norberto Fontana
França Jean-Christophe Boullion
30 Alemanha Heinz-Harald Frentzen

Trocas de pilotos[editar | editar código-fonte]

  • Williams: O escocês David Coulthard foi efetivado como titular na equipe, enquanto Damon Hill seguia como o piloto principal.
  • Tyrrell: Pela terceira temporada seguida, a Yamaha forneceria motores para a equipe de Ken Tyrrell, bancando inclusive a permanência de Ukyo Katayama. O japonês sofreria um forte acidente na largada do GP de Portugal, sendo substituído pelo italiano Gabriele Tarquini na etapa de Jerez. Mika Salo, contratado para o lugar de Mark Blundell, disputou sua primeira temporada completa.
  • Benetton: O campeão mundial Michael Schumacher teve como novo companheiro de equipe o inglês Johnny Herbert, que já disputara as últimas etapas de 1994 pela mesma Benetton.
  • McLaren: Mika Häkkinen permaneceu na equipe de Woking para 1995, ficando fora do GP do Pacífico após uma cirurgia de apendicite. Jan Magnussen disputou esta prova em seu lugar. Nigel Mansell fora contratado para ser companheiro do finlandês, mas alegando falta de espaço em seu carro, abriu mão de correr os GPs de Brasil e Argentina, dando lugar a Mark Blundell. Após desempenhos pífios a bordo do #7, deixou a McLaren e a Fórmula 1. Blundell o substituiu, agora em definitivo.
  • Footwork: O italiano Gianni Morbidelli permaneceria na equipe, que teria o japonês Taki Inoue no #11. Alegando problemas financeiros, a Footwork afasta Morbidelli e contrata Massimiliano Papis, famoso por correr na CART entre 1996 e 2003. Papis não tem desempenho satisfatório nas sete corridas em que foi inscrito, e Morbidelli foi novamente escalado para as últimas etapas.
  • Jordan: Rubens Barrichello permaneceu na equipe, assim como Eddie Irvine, que disputariam a terceira (e última temporada) juntos - o norte-irlandês iria para a Ferrari no ano seguinte.
  • Minardi: Pierluigi Martini seguiria por mais uma temporada na equipe de Faenza, tendo a seu lado o compatriota Luca Badoer. Problemas financeiros causaram a saída de Martini, que foi substituído pelo português Pedro Lamy, recuperado do acidente que sofrera em Silverstone, em 1994.
  • Ligier: Martin Brundle voltaria à equipe francesa depois de uma passagem razoável pela McLaren em 1994. O inglês revezou com o japonês Aguri Suzuki a bordo do #25. Olivier Panis seguiria na Ligier, tendo um segundo lugar no GP da Austrália como seu melhor resultado no ano. Suzuki decidiu encerrar sua carreira de piloto após sofrer acidente nos treinos para o GP do Japão.
  • Ferrari: Manteve o austríaco Gerhard Berger e o francês Jean Alesi, que inclusive conquistaria sua única vitória na F-1 no GP do Canadá, após Michael Schumacher ter problemas nos boxes.
  • Sauber: Manteve Karl Wendlinger, recuperado do grave acidente em Mônaco, e o alemão Heinz-Harald Frentzen. O austríaco teve desempenho fraco nas primeiras corridas, e foi substituído pelo francês Jean-Christophe Boullion. Wendlinger chegou a reassumir o cockpit do #29, mas acabou dispensado ao final da temporada.
  • Simtek: Após uma temporada problemática em 1994, a Simtek contratou o holandês Jos Verstappen (emprestado pela Benetton) e o italiano Domenico Schiattarella. O japonês Hideki Noda chegou a ter um acordo para correr a segunda parte do campeonato, mas os problemas financeiros da equipe inviabilizaram inclusive a continuação da Simtek na categoria.
  • Pacific Racing: Sem o francês Paul Belmondo, que deixou a categoria, a equipe comprou o espólio da Lotus, e manteve o franco-belga Bertrand Gachot, que inclusive era um dos acionistas. Andrea Montermini, Giovanni Lavaggi e Jean-Denis Délétraz foram os outros pilotos da Pacific, que abandonou a Fórmula 1 logo após o GP da Austrália.
  • Forti: Estreante na F-1, a equipe dirigida por Guido Forti chegou a ter o brasileiro Carlo Gancia na sociedade (a imprensa chegou a considerar a Forti como uma escuderia ítalo-brasileira). O novato Pedro Paulo Diniz e o veterano Roberto Pupo Moreno disputaram o campeonato, tendo resultados fracos - um sétimo lugar foi o melhor que a Forti obteve (na época, 6 pilotos pontuavam).

Não disputou a temporada[editar | editar código-fonte]

  • Larrousse: Mesmo com problemas financeiros, a Larrousse pensou seriamente em continuar na F-1 em 1995. Os franceses Érik Comas e Christophe Bouchut foram inclusive contratados para disputar o campeonato (Emmanuel Collard, Eric Hélary e o hispano-americano Elton Julian também foram cogitados), porém, imbróglios jurídicos fizeram com que a equipe encerrasse as atividades na categoria.

Calendário[editar | editar código-fonte]

Prova Grande Prêmio Data Local
1 Brasil GP do Brasil 26 de Março Interlagos
2 Argentina GP da Argentina 9 de Abril Oscar Gálvez
3 San Marino GP de San Marino 30 de Abril Ímola
4 Espanha GP da Espanha 14 de Maio Catalunya
5 Mónaco GP de Mônaco 28 de Maio Mônaco
6 Canadá GP do Canadá 11 de Junho Circuit Gilles Villeneuve
7 França GP da França 2 de Julho Magny-Cours
8 Reino Unido GP da Grã-Bretanha 16 de Julho Silverstone
9 Alemanha GP da Alemanha 30 de Julho Hockenheimring
10 Hungria GP da Hungria 13 de Agosto Hungaroring
11 Bélgica GP da Bélgica 27 de Agosto Spa-Francorchamps
12 Itália GP da Itália 10 de Setembro Monza
13 Portugal GP de Portugal 24 de Setembro Estoril
14 União Europeia GP da Europa 1 de Outubro Nürburgring
15 Flag of the Pacific Community.svg GP do Pacífico 22 de Outubro TI Circuit, Aida
16 Japão GP do Japão 29 de Outubro Suzuka
17 Austrália GP da Austrália 12 de Novembro Adelaide

Resultados[editar | editar código-fonte]

Grandes Prêmios[editar | editar código-fonte]

GP Grande Prêmio Pole Position Volta mais rápida Vencedor Equipe Descrição
1 Brasil GP do Brasil Reino Unido Damon Hill Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
2 Argentina GP da Argentina Reino Unido David Coulthard Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
3 San Marino GP de San Marino Alemanha Michael Schumacher Áustria Gerhard Berger Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
4 Espanha GP da Espanha Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Damon Hill Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
5 Mónaco GP de Mônaco Reino Unido Damon Hill França Jean Alesi Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
6 Canadá GP do Canadá Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher França Jean Alesi Itália Ferrari Detalhes
7 França GP da França Reino Unido Damon Hill Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
8 Reino Unido GP da Grã-Bretanha Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Johnny Herbert Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
9 Alemanha GP da Alemanha Reino Unido Damon Hill Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
10 Hungria GP da Hungria Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes
11 Bélgica GP da Bélgica Áustria Gerhard Berger Reino Unido David Coulthard Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
12 Itália GP da Itália Reino Unido David Coulthard Áustria Gerhard Berger Reino Unido Johnny Herbert Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
13 Portugal GP de Portugal Reino Unido David Coulthard Reino Unido David Coulthard Reino Unido David Coulthard Reino Unido Williams-Renault Detalhes
14 União Europeia GP da Europa Reino Unido David Coulthard Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
15 Flag of the Pacific Community.svg GP do Pacífico Reino Unido David Coulthard Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
16 Japão GP do Japão Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Alemanha Michael Schumacher Reino Unido Benetton-Renault Detalhes
17 Austrália GP da Austrália Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Damon Hill Reino Unido Williams-Renault Detalhes

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto BRA Brasil ARG Argentina SMR San Marino ESP Espanha MON Mónaco CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália POR Portugal EUR União Europeia PAC Flag of the Pacific Community.svg JPN Japão AUS Austrália Pontos
1 Alemanha Michael Schumacher 1 3 Ret 1 1 5 1 Ret 1 11 1 Ret 2 1 1 1 Ret 102
2 Reino Unido Damon Hill Ret 1 1 4 2 Ret 2 Ret Ret 1 2 Ret 3 Ret 3 Ret 1 69
3 Reino Unido David Coulthard 2 Ret 4 Ret Ret Ret 3 3 2 2 Ret Ret 1 3 2 Ret Ret 49
4 Reino Unido Johnny Herbert Ret 4 7 2 4 Ret Ret 1 4 4 7 1 7 5 6 3 Ret 45
5 França Jean Alesi 5 2 2 Ret Ret 1 5 2 Ret Ret Ret Ret 5 2 5 Ret Ret 42
6 Áustria Gerhard Berger 3 6 3 3 3 11 12 Ret 3 3 Ret Ret 4 Ret 4 Ret Ret 31
7 Finlândia Mika Häkkinen 4 Ret 5 Ret Ret Ret 7 Ret Ret Ret Ret 2 Ret 8 2 DNS 17
8 França Olivier Panis Ret 7 9 6 Ret 4 8 4 Ret 6 9 Ret Ret Ret 8 5 2 16
9 Alemanha Heinz-Harald Frentzen Ret 5 6 8 6 Ret 10 6 Ret 5 4 3 6 Ret 7 8 Ret 15
10 Reino Unido Mark Blundell 6 Ret 5 Ret 11 5 Ret Ret 5 4 9 Ret 9 7 4 13
11 Brasil Rubens Barrichello Ret Ret Ret 7 Ret 2 6 11 Ret 7 6 Ret 11 4 Ret Ret Ret 11
12 Reino Unido Eddie Irvine Ret Ret 8 5 Ret 3 9 Ret 9 13 Ret Ret 10 6 11 4 Ret 10
13 Reino Unido Martin Brundle 9 Ret 10 4 Ret Ret 3 Ret 8 7 Ret 7
14 Itália Gianni Morbidelli Ret Ret 13 11 9 6 14 Ret Ret 3 5
15 Finlândia Mika Salo 7 Ret Ret 10 Ret 7 15 8 Ret Ret 8 5 13 10 12 6 5 5
16 França Jean C. Boullion 8 Ret Ret 9 5 10 11 6 12 Ret Ret 3
17 Japão Aguri Suzuki 8 Ret 11 6 Ret DNS 1
18 Portugal Pedro Lamy 9 10 Ret Ret 9 13 11 6 1
19 Itália Pierluigi Martini Ret Ret 12 14 7 Ret Ret 7 Ret 0
20 Japão Ukyo Katayama Ret 8 Ret Ret Ret Ret Ret Ret 7 Ret Ret NC Ret 14 Ret Ret 0
21 Brasil Pedro Paulo Diniz 10 NC NC Ret 10 Ret Ret Ret Ret Ret 13 9 16 13 17 Ret 7 0
22 Itália Max Papis Ret Ret Ret Ret 7 Ret 12 0
23 Itália Luca Badoer Ret Ret 14 Ret Ret 8 13 10 Ret 8 Ret Ret 14 11 15 9 DNS 0
24 Japão Taki Inoue Ret Ret Ret Ret Ret 9 Ret Ret Ret Ret 12 8 15 Ret Ret 12 Ret 0
25 Itália Andrea Montermini 9 Ret Ret DNS DSQ Ret NC Ret 8 12 Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 0
26 Bélgica Bertrand Gachot Ret Ret Ret Ret Ret Ret Ret 12 Ret Ret 8 0
27 Itália Mimmo Schiattarella Ret 9 Ret 15 Ret 0
28 Áustria Karl Wendlinger Ret Ret Ret 13 10 Ret 0
29 Reino Unido Nigel Mansell 10 Ret 0
30 Dinamarca Jan Magnussen 10 0
31 Países Baixos Jos Verstappen Ret Ret Ret 12 Ret 0
32 Brasil Roberto Moreno Ret NC NC Ret Ret Ret 16 Ret Ret Ret 14 Ret 17 Ret 16 Ret Ret 0
33 Itália Gabriele Tarquini 14 0
34 Suíça Jean-Denis Délétraz Ret 15 0
35 Itália Giovanni Lavaggi Ret Ret Ret Ret 0
Pos Piloto BRA Brasil ARG Argentina SMR San Marino ESP Espanha MON Mónaco CAN Canadá FRA França GBR Reino Unido GER Alemanha HUN Hungria BEL Bélgica ITA Itália POR Portugal EUR União Europeia PAC Flag of the Pacific Community.svg JPN Japão AUS Austrália Pontos
Cor Resultado
Ouro Vencedor
Prata 2º lugar
Bronze 3º lugar
Verde Terminou, nos pontos
Azul Terminou, sem pontos
Púrpura Retirou-se
(Ret)
Vermelho Não qualificado
(NQ)
Preto Desqualificado
(DSQ)
Branco Não largou
(NL)
Azul claro Apenas Treino (AT)
Sem cor Não participou
(NP)
Lesionado
(Les)
Excluído
(EX)

Negrito – Pole position
Itálico – Volta mais rápida

  • Em negrito indica pole position e itálico volta mais rápida.

(*) Não terminou a prova, mas foi classificado por percorrer 90% da prova.

Construtores[editar | editar código-fonte]

Pos Construtor Chassis Motor Pneus GPs Vitórias Pódiums Poles Voltas rápidas Pontos
1 Reino Unido Benetton-Renault B195 França Renault G 17 11 15 4 8 147
2 Reino Unido Williams-Renault FW17
FW17B
França Renault G 17 5 17 12 6 118
3 Itália Ferrari 412T Itália Ferrari G 17 1 11 1 3 73
4 Reino Unido McLaren-Mercedes MP4/10
MP4/10B
MP4/10C
Alemanha Mercedes G 17 0 2 0 0 30
5 França Ligier-Mugen-Honda JS41 Japão Mugen-Honda G 17 0 2 0 0 24
6 República da Irlanda Jordan-Peugeot 195 França Peugeot G 17 0 2 0 0 21
7 Suíça Sauber-Ford C14 Reino Unido Ford G 17 0 1 0 0 18
8 Reino Unido Tyrrell-Yamaha 023 Japão Yamaha G 17 0 0 0 0 5
9 Reino Unido Footwork-Hart FA16 Reino Unido Hart G 17 0 1 0 0 5
10 Itália Minardi-Ford M195 Reino Unido Ford G 17 0 0 0 0 1
11 Reino Unido Pacific-Ford PR02 Reino Unido Ford G 17 0 0 0 0 0
12 Itália Forti-Ford FG01 Reino Unido Ford G 17 0 0 0 0 0
13 Reino Unido Simtek-Ford S951 Reino Unido Ford G 17 0 0 0 0 0

Notas[editar | editar código-fonte]