Artpop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de ARTPOP)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Artpop
Álbum de estúdio de Lady Gaga
Lançamento 6 de novembro de 2013 (2013-11-06)
Gravação 2012–13
Género(s)
Duração 59:04
Idioma(s) (em inglês)
Formato(s)
Editora(s)
Produção
Cronologia de Lady Gaga
A Very Gaga Holiday
(2011)
Cheek to Cheek[1]
(2014)
Singles de Artpop
  1. "Applause"
    Lançamento: 12 de agosto de 2013 (2013-08-12)
  2. "Do What U Want"
    Lançamento: 21 de outubro de 2013 (2013-10-21)
  3. "G.U.Y."
    Lançamento: 28 de março de 2014 (2014-03-28)

Artpop (estilizado como ARTPOP) é o terceiro álbum de estúdio gravado pela artista musical americana Lady Gaga, lançado em 06 de novembro de 2013, pela Streamline e pela Interscope Records. Gaga começou a planejar o projeto em 2011, logo após o lançamento de seu segundo trabalho, Born This Way (2011). O trabalho continuou até 2013, quando a cantora estava viajando para sua turnê de shows Born This Way Ball e se recuperando de uma cirurgia por uma lesão sofrida durante uma turnê. Gaga descreveu Artpop como "uma celebração e uma jornada musical poética" e uma exploração do fenômeno "reverso warholiano" na cultura pop. Ele exibe uma "falta de maturidade e responsabilidade" intencional, em comparação com a natureza mais sombria e hérmica de Born This Way. Gaga colaborou com vários produtores no álbum, incluindo Paul "DJ White Shadow" Blair, RedOne, Zedd e Madeon. Liricamente, Artpop gira em torno de pontos de vista pessoais de Gaga sobre fama, sexo e auto-capacitação; referências incluem mitologia grega e romana. Ele também possui vocais convidados de TI, Too Short, Twista e R. Kelly.

O lançamento do Artpop foi precedido por uma festa de dois dias lançada pelo ArtRave. O álbum recebeu críticas mistas de críticos de música, mas teve sucesso comercial, estreando em primeiro lugar na Billboard 200 dos Estados Unidos, com vendas de 258.000 cópias na primeira semana, tornando-se o segundo número um consecutivo de Gaga no país. Ele também liderou as paradas nacionais em cinco países e ficou entre os dez primeiros em mais de 20. O Artpop foi o nono álbum mais vendido de 2013, com 2,3 milhões de cópias em todo o mundo, tendo vendido 2,5 milhões de unidades em julho de 2014. Também foi incluído em várias listas de fim de ano de críticos de música e publicações.[2][3]

"Applause" foi lançado como o primeiro single da Artpop em 12 de agosto de 2013, e foi um sucesso crítico e comercial, ficando entre os dez primeiros em mais de 20 países no mundo, chegando ao número quatro na Billboard 200. O segundo single, "Do What U Want", foi disponibilizado em 21 de outubro, chegando ao número 13 nos Estados Unidos. Foi seguido pelos singles promocionais "Venus" e "Dope" pouco antes do lançamento do álbum. "G.U.Y." foi o terceiro e último single lançado do álbum. Gaga promoveu o Artpop com várias aparições na televisão e performances, Dia de Ação de Graças. Ela também embarcou na turnê ArtRave: The Artpop Ball.

Antecedentes e gravação[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento do Artpop começou logo após o lançamento de Born This Way (2011),[4] e no ano seguinte, os conceitos do álbum estavam "começando a florescer" enquanto Gaga colaborava com os produtores Fernando Garibay e Paul "DJ White Shadow" Blair.[5][6] As sessões iniciais de gravação do Artpop coincidiram com o Born This Way Ball, com até cinquenta músicas esboçadas e consideradas para inclusão.[7][8] Em maio de 2012, o projeto estava tomando forma definitiva, com o co-gestor Vincent Herbert prometendo "loucuras e ótimas gravações" dentro de seu ofício.[9] A própria Gaga admitiu que ansiava por fazer com que o público tivesse "um bom momento" com Artpop, projetando o álbum para espelhar "uma noite no clube". "Quando você ouve, realmente flui muito bem. É muito divertido aparecer com seus amigos. Eu realmente escrevi para mim e para meus amigos aparecerem do começo ao fim", disse ela em uma entrevista para a MTV em 2013.[10] Enquanto isso, a cantora começou a apresentar faixas para sua gravadora e esperava revelar o título de trabalho do álbum até setembro,[11] uma revelação que foi anunciada com um mês de antecedência.[12] O artista mais tarde afirmou que Artpop foi seu primeiro esforço "real" que emulou uma "fênix ressurgindo das cinzas", refletindo sua maior confiança em escrever material para o álbum em comparação com seus esforços anteriores.[13]

Gaga recrutou Jeff Koons para o projeto no início de 2013, com os dois tendo se encontrado anteriormente em um evento de moda do Metropolitan Museum of Art três anos antes, onde Gaga fez uma performance ao vivo. De acordo com Koons, ela "apenas agarrou-se a mim e me deu um grande abraço em volta da minha cintura" e respondeu: "Sabe, Jeff, eu tenho sido seu fã, e quando eu era criança, apenas pendurado no Central Park, eu conversava com meus amigos sobre o seu trabalho".[14] Após sua cirurgia de quadril em fevereiro de 2013, a cantora foi forçada a um hiato de seis meses, durante o qual ela estudou literatura e música com a Haus of Gaga, além de compartilhar "presentes criativos".[15] Este estágio permitiu-lhe rever e melhorar sua direção criativa, que ela admitiu ser um meticuloso "processo de observação". "Eu tenho que olhar para o trabalho por longos períodos de tempo para que seja bom", acrescentando que, ao analisar suas idéias, ela recebeu "aquela sensação maravilhosa" que lhe disse "essa é a única".[15]

Além da Interscope notificando os principais meios de comunicação sobre os próximos lançamentos da Artpop em julho de 2013,[16] Gaga anunciou planos para um software de aplicação multimídia que "combina música, arte, moda e tecnologia com uma nova comunidade mundial interativa".[17] Relative Wave, os arquitetos por trás do aplicativo multimídia de Björk para Biophilia (2011), levou quase um ano para desenvolver o aplicativo Artpop.[18] Alguns rejeitaram o projeto como uma manobra elaborada para inflar as vendas de álbuns, sob a suposição de que a Billboard contaria uma faixa baixada como uma unidade completa.[19] O diretor editorial Bill Werde abordou mais tarde essas preocupações em julho de 2013, "Como entendemos, os fãs da Gaga receberão o aplicativo Artpop gratuitamente e poderão comprar o álbum [através do aplicativo]. Álbuns adquiridos dessa maneira contariam com as paradas da Billboard, no entanto, [especulações de que a compra de uma única faixa através do aplicativo contaria como um álbum vendido não é verdade] ... [também], preocupações sobre dados auto-relatados pela equipe de Gaga parecem infundadas - as vendas serão atendidas e relatado por varejistas existentes digitais ... [e], para aqueles que podem perguntar: Isto é obviamente diferente de Magna Carta Holy Grail do Jay Z / um [negócio] da Samsung que-através de uma deu-app [seu álbum] de graça [e] não tinha opção para os fãs comprarem".[20] Em outubro de 2013, um fã perguntou a Gaga por que a música "Brooklyn Nights" não estava incluída no álbum, ao que ela respondeu: "Eu queria passar mais tempo nela. Ela sairá do aplicativo durante o ciclo do álbum."[21]

Concepção e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O Nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli, é visto no fundo da capa do álbum e influenciou a imagem de Gaga em toda o Artpop.

Gaga descreveu o Artpop como "uma celebração e uma jornada poética musical" que mostrava uma "falta de maturidade e responsabilidade", contrariando a natureza sombria e hérmica de Born This Way,[22][23] finalmente assinando o que ela chamou de "fórmula reversa de Warholian".[24] Em uma entrevista de agosto de 2013, ela disse à revista V que passou por uma "experiência estética com as palavras" ao examinar os nomes potenciais do projeto. "Popart" foi inicialmente favorecida e levada em consideração, mas como Gaga questionou "a implicação cultural das palavras" e a evolução do título após o lançamento, ela logo encontrou um "belo anel" para "Artpop".[25] Gaga tenta injetar vulnerabilidade em seu trabalho; A pintura O Nascimento de Vênus, de Pierrot e Sandro Botticelli, tem sido citada como musas da visão criativa do cantor.[15][26] Gaga admitiu estar cada vez mais autoconsciente no ápice da era Born This Way,[27] e quando questionada sobre a decisão de refinar sua imagem, ela respondeu:

Para Artpop, eu, na explicação mais metafórica, fiquei na frente de um espelho e tirei a peruca e tirei a maquiagem e abri o zíper da roupa e coloquei um boné preto na cabeça e cobri o corpo em um macacão preto e eu olhei no espelho e disse: 'OK, agora você precisa mostrar a eles que pode ser brilhante sem isso'. E é disso que trata o Artpop. Porque eu sabia que, se quisesse crescer, se realmente quisesse inovar por dentro, teria que fazer algo quase impossível para mim.[28]


Os temas do álbum giram principalmente em torno da fama,[29] sexo,[30][31] e empoderamento,[29] enquanto exploram brevemente os papéis de gênero e a maconha.[32] As referências incluem a mitologia grega e romana e o jazz clássico e músico eletrônico Sun Ra.[33] Spencer Kornhaber do The Atlantic viu o Artpop como um manifesto de "desespero por atenção", e interpretou a exploração do registro do desejo carnal como uma faceta da ideia mais ampla de "possuir o próprio desejo de atenção".[31] John Aizlewood do London Evening Standard, sugeriu que canções como "Do What U Want" e "Dope" destacou tendências "curiosamente submissas" de Gaga como letrista.[34] Jason Lipshutz da Billboard comentou que Artpop "naturalmente permanece" para ela "ambição de longo alcance" para "re-pensar o 'álbum pop' como uma entidade",[30] enquanto Jerry Shiver da USA Today, observadas as letras para prever "as façanhas de uma sirene poderosa e sexy que luta com a fama", algo que ele esperava de Gaga. A cantora reafirmou "sua necessidade pelo amor de seu público e anunciou seu novo pivô para se alinhar com o mundo da arte [visual]".[32]

Música e letras[editar | editar código-fonte]

Comentário crítico apontou Artpop como um álbum de EDM e synth-pop.[35][36] Foi ainda descrito como "canalizando coerentemente R&B, techno, disco e música pop" pela Billboard.[30][37][38][39] Seu cenário eletrônico foi inicialmente adaptado para Born This Way antes de Gaga e Garibay optarem por um som influenciado pelo rock.[40] Sal Cinquemani da Slant Magazine afirmou que a cantora "continua a ser uma estudante" de Madonna como ela espelha Confessions on a Dance Floor e "Holiday" com canções como "Applause" e "Fashion!", E ainda viu Artpop como um pastiche dos trabalhos anteriores de Gaga.[41] Adam Markovitz, escrevendo para a Entertainment Weekly, ecoou esse pensamento, escrevendo que "a maioria das músicas aqui se encaixaria bem" com The Fame e Born This Way.[42] Mof Gimmers do The Quietus, notou um "enorme rolo compressor de pop" dentro do quadro do álbum,[43] enquanto Helen Brown do The Daily Telegraph, brincou "é como vagar bêbado em torno de um clube vasto e labiríntico, e espiar em uma série desorientadora de salas escuras em que ela experimenta vários gêneros musicais como se fossem chapéus" em referência à paisagem sonora do álbum.[44] Ben Kelly da Attitude descreveu a Artpop como uma "odisséia implacável de sons eletrônicos" perfurada por "fortes refrões melódicos".[45] O Aizlewood, do London Evening Standard, disse que foi construído para inspirar "movimentos agitados e agitados nos shows em estádios", definindo "teclados stentorianos, barulhentos eletro-percussão e batidas fortes" como o alicerce da produção do álbum.[34]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Em agosto de 2012, depois de receber uma tatuagem combinando, Gaga anunciou em sua mídia social que o disco seria intitulado Artpop , afirmando que ela preferia que fosse capitalizado para estilização.[46] Inicialmente, esperava-se que o álbum fosse lançado no início de 2013, mas foi indefinidamente adiado depois que Gaga desenvolveu sinovite e uma ruptura labral no quadril, que exigiu correção cirúrgica.[47][48] Isso resultou no cancelamento do restante de sua Born This Way Ball. Em julho de 2013, Gaga confirmou que o Artpop seria lançado em 11 de novembro de 2013 nos Estados Unidos no CD tradicional e digital mídias, além de um aplicativo desenvolvido pela divisão de tecnologia da Haus of Gaga, TechHaus.[49][50][51] O aplicativo tornou-se compatível com os dispositivos móveis Android e iOS, e apresentava conteúdo bônus.[49][50][51][52][53] Foi o terceiro álbum de aplicativo a ser lançado em mercados comerciais populares depois de Biophilia (2011) de Björk e Magna Carta... Holy Grail (2013) de Jay-Z.[54] Inicialmente, o álbum e a pré-encomenda do aplicativo deveriam começar em 1º de setembro de 2013, mas foram transferidos para 19 de agosto de 2013 "devido à antecipação do público". Este foi posteriormente alterado para 12 de agosto para coincidir com o lançamento antecipado de "Applause".[55]

O artista americano Jeff Koons projetou a capa do Artpop.

Em 7 de outubro de 2013, Gaga revelou a capa do álbum para Artpop em outdoors da Clear Channel em todo o mundo. Criado por Jeff Koons, a imagem apresenta uma escultura nua de Gaga[56] com uma bola azul na frente dela. O pano de fundo consiste em obras de arte, incluindo O Nascimento de Vênus, que inspiraram o videoclipe da cantora de "Applause" e a performance da música no VMA. Koons explicou o significado da capa para a MTV:

"Com a capa, eu queria ter Gaga lá como uma escultura, como um tipo de forma tridimensional e com a bola que olha, porque a bola que olha realmente se torna o tipo de símbolo para tudo - e esse aspecto de reflexão que quando você se depara com algo como uma bola que olha, afirma você, afirma sua existência e então, a partir dessa afirmação, você começa a querer mais. Existe uma transcendência que acontece e, eventualmente, leva você a tudo. Então esse aspecto está aí. Eu não queria que Gaga estivesse meio isolada, então no fundo há Apolo e Dafne [de [Gian Lorenzo] Bernini - e esse é o trabalho onde Apollo persegue Daphne ela se transforma em uma árvore. E há apenas vislumbres do rosto de Daphne e de Apolo. Apolo é o deus da música e sempre que Apolo executava a música que ele transcendia, ele mudava; seu ser se tornaria mais feminino. E essa é a transcendência que você pode experimentar através da arte e da vida. Seu ser pode mudar, suas possibilidades podem mudar, seus perímetros podem mudar. E também nessas formas triangulares que saem é "O Nascimento de Vênus" de Botticelli, apresentando Gaga, é claro, no papel de Vênus - da natureza da continuação da energia da vida e da busca e do prazer da estética e da beleza. E do desejo de continuamente ter transcendência".[57]


Will Gompertz, da NME, escreveu que "esta é uma capa clássica. Quando você está listando as 100 melhores capas do século 21, isso estará bem lá em cima. Tipograficamente, é um AA +, visualmente é AAA".[58] Mais tarde, Gaga também revelou em sua página no Facebook que "as primeiras 500.000 cópias físicas de Artpop são feitas com LADY GAGA + ARTPOP recortada de folha metálica rosa quente + folha de prata. A impressão representa o verdadeiro design da capa como imaginado por Koons, que colecionou pessoalmente a tipografia."[59] A lista de faixas foi revelada em uma série de posts de fãs retweetados pela cantora com fotos de um mural pintado feito por fãs de um estúdio de gravação em Los Angeles, onde Artpopestava sendo concluída em 9 de outubro de 2013. Originalmente, a lista estava marcada para ser revelada em 29 de setembro de 2013. Em um post no Twitter, Gaga disse que era tarde devido a duas músicas lutando pelo décimo segundo lugar no álbum.[60] Em janeiro de 2014, o Ministério da Cultura da China aprovou o lançamento sem censura da Artpop no país, tornando o álbum seu primeiro a ser lançado no país depois de ter sido colocada na lista negra do governo por música imprópria em 2011.[61] No entanto, para evitar mais controvérsias com o lançamento, a capa da versão chinesa foi alterada para mostrar as pernas de Gaga cobertas com meias arrastão, com a bola azul ampliada para cobrir os seios expostos.[62]

Sequela potencial[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2012, Gaga considerou a Artpop "um pouco mais moderna" e mencionou a possibilidade de dividir o projeto em um registro de dois volumes; o primeiro conteria as "canções comerciais", enquanto o segundo apresentaria o "material experimental".[63] Em outubro de 2013, Gaga brincou que ela tinha "muitas músicas para o Volume 2".[64] No mês seguinte, ela mencionou um "Volume 2" novamente, comentando que poderia ser lançado antes de sua turnê como "será legal tocar ambos os shows", e descartou suas idéias anteriores de dividir Artpop em duas metades porque "isso foi durante o início do disco e eu nem tinha certeza do que o Artpop queria dizer ainda". Em sua entrevista principal no SXSW, Gaga confirmou que Artpop poderia potencialmente ter mais de dois atos, afirmando ainda que o segundo ato do Artpop estava completo, mas não pronto para ser lançado.[65] Em abril de 2014, o cantor afirmou: "Há uma forte possibilidade de eu lançar outro volume de Artpop".[66]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Apresentações ao vivo e outros shows[editar | editar código-fonte]

Gaga interpretando "Gypsy" durante sua turnê.

Em 25 de dezembro de 2012, Gaga anunciou um documentário celebrando "a vida, a criação de Artpop + you",[67][68][69] que ela descreveu como um presente para seus fãs. O documentário foi dirigido por Terry Richardson,[67][68][69] a previous collaborator on the photography book Lady Gaga x Terry Richardson, but remained unreleased.[70] um colaborador anterior no livro de fotografia Lady Gaga x Terry Richardson, mas permaneceu inédito.[71] Um anúncio público, postado em 12 de julho de 2013 nas redes sociais da cantora, revelou planos para um evento "ArtRave" na noite anterior ao lançamento do Artpop. Desvendando projetos em que Gaga trabalhava em colaboração com a Haus of Gaga, a dupla de fotógrafos holandeses Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin, o diretor de teatro de vanguarda Robert Wilson , a artista performática Marina Abramović e o artista Jeff Koons.[49][50][51] Seu pôster acompanhando Gaga cobrindo seus seios nus com os braços. Seu antebraço "Artpop" tatuagem é retratado à vista, com ela vestindo uma viseira projetada por London College of Fashion alumina Isabell Yalda Hellysaz.[72] Outro cartaz viu Gaga com longos cabelos castanhos, ostentando um par de óculos e sentada completamente nua em uma cadeira trabalhada a partir de placas-mãe enquanto ela exibe sua tatuagem de coxa de unicórnio.[73]

Gaga abriu o MTV Video Music Awards de 2013 com uma performance de "Applause", dissecando sua carreira através de uma série de fantasias e perucas coloridas.[74] Ela então encabeçou o iTunes Festival em 1 de setembro de 2013 e realizou um novo material para uma multidão de 5.000 pessoas.[75] T.I., inicialmente uma parte do show, não pôde participar do festival depois que sua entrada no Reino Unido foi negada.[76][77] Em 24 de outubro, foram organizadas sessões de audição promocional de Artpop em Berlim, com a cantora fornecendo uma versão ao vivo de "Gypsy".[78] Ela então fez uma aparição surpresa na boate GAY de Londres.dois dias depois e realizou "Venus",[79] gerando controvérsia quando despida durante o show.[80][81] Em 27 de outubro, Gaga também cantou "Venus" ao lado de "Do What U Want" na décima série do The X Factor no Reino Unido.[82] O desempenho provocou uma enxurrada de reclamações para ITV e regulador do setor Ofcom (Office of Communications), embora demitido pela empresa.[83][84][85] O cantor retornou aos Estados Unidos na semana seguinte para uma performance de "Dope" no lançamento do YouTube Music Awards[86] e continuou a cantar o material de Artpop em The Howard Stern Show,[87] Saturday Night Live,[88] e seu segundo especial de televisão Thanksgiving Day, e o Muppets férias Espetacular.[89]

Em 4 de outubro, um trailer de Machete Kills, no qual Gaga interpretou La Chameleón, previu uma versão alternativa de estúdio de "Aura".[90][91] O vídeo da canção, dirigido por Robert Rodriguez, foi carregado na conta do cantor Vevo, cinco dias depois, com cenas e diálogos do filme.[92] Trechos de "G.U.Y.", "Artpop" e "Mary Jane Holland" foram lançados periodicamente ao longo de duas semanas, de 14 a 28 de outubro.[93][94][95] Gaga tocou músicas do álbum durante sua performance no festival SXSW em 13 de março de 2014. "Swine" recebeu repercussão, já que a cantora foi acompanhada pela artista performática Millie Brow, que vomitou uma gosma colorida na cantora, como uma metáfora de ser estuprada.[96][97] Gaga fez seus últimos shows no famoso Roseland Ballroom de Nova York. Shows em 28 de março, 30, 31 e 2 de abril foram anunciados em 22 de novembro. Devido à "demanda esmagadora", Gaga anunciou em novembro de 2013 que dois shows adicionais foram adicionados para 04 de abril e 6.[98][99] A sétima e show final foi adicionado devido à demanda popular para 07 de abril de 2014.[100] Em 03 de dezembro de 2013, o cantor anunciou as primeiras 25 datas da turnê de apoio ao álbum ArtRave: The Artpop Ball, com início em maio de 2014 em Fort Lauderdale, Flórida.[101]

Singles[editar | editar código-fonte]

"Applause" foi lançado como o primeiro single do álbum. Originalmente previsto para estrear em 19 de agosto de 2013, foi lançado uma semana antes, em 12 de agosto de 2013, devido a vários vazamentos.[102] O single impactou as principais estações de rádio nos Estados Unidos em 19 de agosto de 2013.[103] Um videoclipe de "Applause" foi estreado no Good Morning America na mesma data, filmado em Los Angeles por Inez. van Lamsweerde e Vinoodh Matadin.[102]

Em 3 de setembro de 2013, Gaga começou duas pesquisas no Twitter pedindo aos fãs para ajudá-la a escolher o segundo single da Artpop. A primeira pesquisa pediu para escolher entre "Manicure" e "Sexxx Dreams", enquanto a segunda teve "Aura" e "Swine" como opções.[104] O cantor revelou no mês seguinte que "Venus" havia sido escolhido como o segundo single,[105] embora a popularidade do single promocional planejado "Do What U Want" levou ao seu single.[106] Dois singles promocionais foram disponibilizados pela Artpop antes do lançamento do álbum: "Venus" em 28 de outubro e "Dope" em 4 de novembro.[107] "G.U.Y." o terceiro e último lançamento impactou as principais estações de rádio dos Estados Unidos em 8 de abril de 2014.[108]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 61/100[109]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
AllMusic 3.5 de 5 estrelas.[110]
The A.V. Club C–[37]
Entertainment Weekly B[42]
The Guardian 3 de 5 estrelas.[111]
The Independent 3 de 5 estrelas.[112]
Los Angeles Times 2.5 de 4 estrelas.[113]
NME 6/10[114]
Rolling Stone 3 de 5 estrelas.[115]
Slant Magazine 3.5 de 5 estrelas.[41]
Spin 6/10[116]

Artpop recebeu resposta mista de críticos de música.[117] Metacritic calculou uma pontuação média de 61 de 100, baseado em 30 comentários dos revisores.[109] Adam Markovitz da Entertainment Weekly, afirmou que muitas das canções do álbum eram "agradáveis, mas bem usadas", elogiando ainda mais a execução do álbum e as "linhas melódicas" das canções. No entanto, ele observou que o Artpop geralmente não conseguiu causar uma impressão geral.[118] Jerry Shriver, escrevendo para o USA Today, opinou que o álbum não era "consistentemente divertido", embora admitisse que o álbum era destinado principalmente para os fãs de Gaga e não para os ouvintes em geral.[29] Sal Cinquemani da Slant Magazine forneceu uma revisão favorável, elogiando seus sons e estruturas,[41] enquanto Jason Lipshutz da Billboard elogiou o esforço de Gaga para "ter absoluta certeza de que cada polegada de sua arte evolui e inova".[30] Em uma crítica positiva, um editor do The Daily Beast declarou que "havia momentos de genialidade esperada nele dignos de consideração pelo Grammy".[119]

Robert Copsey, do Digital Spy, achava que várias músicas soavam como "pragas meio acabadas", embora sugerindo que o álbum tivesse mais músicas boas do que faixas ruins.[120] Helen Brown, escrevendo no The Daily Telegraph, criticou a escolha de Gaga para fazer outro álbum "temático em torno de seu próprio estrelato" (depois de The Fame e The Fame Monster), e comentou que, embora a cantora se aproximou de diferentes gêneros de música, "ela não faz nada descontroladamente original com eles, mas ela se diverte". Brown no entanto elogiou o álbum como "ótimo para dançar".[44] Alexis Petridis do The Guardian sugeriu que havia "algum pop decente"mas achava que a arte era "mais difícil de discernir".[111] Escrevendo para o The Independent, Andy Gill, comentou: "É difícil não se sentir desapontados por Artpop",[112] enquanto Caryn Ganz da Rolling Stone, chamou-lhe "um álbum de bizarra de disco squelchy" e "sexual, mas não sexy".[115]

Alguns jornalistas sentiram que a resposta mais mista dos críticos em comparação com o trabalho anterior de Gaga foi injusta e resultou de um foco na própria cantora e não puramente no conteúdo do álbum. Nick Messitte da Forbes, criticou os críticos de música, denunciando suas críticas como "incoerentes" e concentrando-se no "artista sobre a arte em si", acusando-os de "dobrar-se para mencionar tudo o mais antes da música". Ele resumiu que o Artpop "oferece uma saída bem-vinda de estruturas padronizadas de coro de versos" e é, em última instância, um trabalho "ousado".[121] Ed Potton do The Times, Concordou, afirmando que "é uma maravilha que você pode ouvir o terceiro álbum de estúdio de Lady Gaga sobre o som de facas sendo afiado", seguindo seu álbum anterior Born This Way, um trabalho que ele sentiu que Artpop era muito superior.[122] Robert Christgau , escrevendo para The Barnes & Noble Review, afirmou que a "reação crítica do álbum [foi] sem noção", finalmente nomeando o Artpop "o álbum mais subestimado de 2013".[123]

O Artpop foi incluído em várias listas de fim de ano de críticos e publicações de música. Em sua lista dos "15 melhores álbuns de 2013", a Billboard classificou em 14 º lugar, afirmando que é a declaração de um cantor e compositor que quer ser mais do que um artista pop "quem" não perdeu o seu toque por ter criando ganchos de outro mundo."[124] O Digital Spy também incluiu o Artpop em sua lista de "30 Melhores Álbuns de 2013" no 21º lugar.[125] POPJustice classificou o álbum em sexto lugar na lista "Top 33 Albums of 2013", alegando que foi "incrível", Artpop é "original e inovador".[126] Christgau nomeou Artpop o sexto melhor álbum de 2013 em sua lista de fim de ano,[123] escrevendo em um ensaio para The Barnes & Noble Review, "já que ao contrário dos jovens eu nunca sou bombardeado por sintetizadores EDM em volumes medicamente desaconselháveis, este não foi apenas o álbum rawk do ano para mim, soou novo. Realmente, quem precisa de guitarras?".[123]

Desempenho nas paradas[editar | editar código-fonte]

Gaga performing "G.U.Y." during her residency show, Lady Gaga Live at Roseland Ballroom

Artpop estreou no número um na Billboard 200 com 258.000 cópias vendidas em sua primeira semana, ganhando Gaga seu segundo consecutivo número um álbum e tornando-se a quarta maior semana de vendas para uma artista feminina em 2013, atrás do álbum auto-intitulado de Beyoncé, Prism de Katy Perry, e Bangerz de Miley Cyrus, respectivamente.[127][128] Na semana seguinte, o disco caiu para o número oito na Billboard 200 com vendas de menos de 46.000 cópias para uma redução de vendas de 82%, fazendo com que Gaga seja a primeira artista a ter dois álbuns na lista dos cinco maiores percentuais da segunda maior queda na era Nielsen SoundScan.[129] Em sua terceira semana, como parte das promoções para a Black Friday, a Artpop foi vendida com desconto em varejistas como Amazon.com, Walmart, e Target, subindo para o número sete, com 116.000 unidades vendidas.[130] O álbum vendeu 775.000 cópias nos Estados Unidos até fevereiro de 2018,[131] e foi certificado como Platina pela Recording Industry Association of America (RIAA) por alcançar mais de um milhão de unidades equivalentes a unidades.[132] Após a apresentação do Gaga no Super Bowl LI em 2017, Artpop reentrou no Billboard 200 no número 174, vendendo 5.000 unidades equivalentes ao álbum total[133] No Canadá, o disco entrou no Canadian Albums Chart no número três com 25.000 cópias vendidas,[134] ganhando uma certificação Platinum da Music Canada em sua primeira semana de vendas para embarque de 80.000 cópias.

No primeiro dia de sua disponibilidade no Japão, a fornecedora de gráficos Oricon relatou que a Artpop vendeu 18.109 álbuns físicos, alcançando a segunda posição. Este foi 5.000 cópias atrás de #Justjin de Jin Akanishi, enquanto superou o álbum auto-intitulado álbum de Avril Lavigne com 4.000 cópias a mais.[135] Ele vendeu 58.493 cópias para estrear no Oricon Albums Chart.[136] Artpop também entrou na UK Albums Chart na primeira posição com vendas de 65.608 cópias, tornando Gaga a terceira artista solo na história das paradas a liderar o ranking com seus três primeiros álbuns de estúdio, seguindo de Lavigne e Susan Boyle.[137] Ele caiu para o número nove em sua segunda semana, vendendo 15.948 cópias.[138] O álbum foi certificado como Ouro pela British Phonographic Industry (BPI), para unidades registradas acima de 207.243.[139][140] Na Austrália, Artpop abriu em número dois na ARIA Albums Chart com vendas de 15.685 cópias, sendo mantido do primeiro lugar pelo oitavo álbum de estúdio de Eminem, The Marshall Mathers LP 2, que ficou no topo da tabela. para uma segunda semana com vendas de 20.096 unidades.[141] Na França, a Artpop vendeu 60.000 cópias de acordo com o SNEP.[142]

Em 2013, o álbum trouxe vendas mundiais de 2,3 milhões de unidades de acordo com a International Federation of the Phonographic Industry (IFPI), tornando-se o nono disco mais vendido do ano.[143] Ele vendeu 2,5 milhões de cópias em julho de 2014.[144] O desempenho comercial do álbum levou várias publicações a sugerir que ele estava aquém das expectativas de vendas.[145][146][147][148] Devido a reivindicações de Artpop supostos boatos, Gaga veio a público desmentir os rumores de que as vendas do álbum tinham causado prejuízo a sua gravadora de $ 25 milhões e levaram a causar inúmeras demissões, chamando-os de falso.[149]

Alinhamento de faixas[editar | editar código-fonte]

A lista de faixas completa foi revelada pela cantora através da sua conta oficial no Twitter a 10 de Outubro de 2013.[150]

N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Aura"   3:55
2. "Venus"  
3:53
3. "G.U.Y."  
  • Gaga
  • Zaslavski
  • Zedd
  • Gaga
3:52
4. "Sexxx Dreams"  
3:34
5. "Jewels n' Drugs"  
3:48
6. "Manicure"  
  • Gaga
  • Blair
  • Zisis
  • Monson
3:19
7. "Do What U Want"  
  • Gaga
  • Blair
  • Bresso
  • Grigahcine
  • Kelly
  • Blair
  • Gaga
3:47
8. "Artpop"  
  • Gaga
  • Blair
  • Zisis
  • Monson
4:07
9. "Swine"  
  • Gaga
  • Blair
  • Zisis
  • Monson
4:28
10. "Donatella"  
  • Gaga
  • Zaslavski
  • Zedd
  • Gaga
4:24
11. "Fashion!"  
3:59
12. "Mary Jane Holland"  
  • Gaga
  • Leclercq
  • Madeon
  • Gaga
4:37
13. "Dope"  
  • Gaga
  • Blair
  • Monson
  • Zisis
3:41
14. "Gypsy"  
  • Madeon
  • Gaga
4:08
15. "Applause"  
  • Gaga
  • Blair
  • Zisis
  • Monson
  • Bresso
  • Nicolas Mercier
  • Julien Arias
  • Grigahcine
3:32
Duração total:
59:04
Notas
  • ↑[a] – co-produtor
  • ↑[b] – produção adicional
  • "Venus" contém uma amostra de publicação de "Rocket Number 9", escrita por Sun Ra, e uma amostra de "Rocket n ° 9" de Zombie Zombie.[150]
  • "Manicure" é estilizado como "MANiCURE".
  • "Artpop" é estilizado como "ARTPOP".
  • Nas versões censuradas do álbum, "Sexxx Dreams" é intitulado "X Dreams", e o título de "Jewels n 'Drugs" é descartado como "Jewels n' *****".[156]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados do encarte do Artpop.[150]

Produção e gravação

Negócios e design

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas/distribuição
Argentina (CAPIF)[212] Ouro 20,000^
Áustria (IFPI Austria)[213] Ouro 7,500^
Brasil (Pro-Música Brasil)[214] Platina 40,000*
Canadá (Music Canada)[215] Platina 80,000^
Coreia do Sul (KMCIA)[216] Ouro 3,856[217]^
Espanha (PROMUSICAE)[218] Ouro 20,000^
EUA (RIAA)[132] Platina 775,000[131]^
França (SNEP)[219] Ouro 60,000^
Hungria (MAHASZ)[220] Platina 3,000^
Itália (FIMI)[221] Ouro 30,000*
Japão (RIAJ)[222] Platina 195,712[201]^
México (AMPROFON)[223] Platina 60,000^
Polónia (ZPAV)[224] Ouro 10,000^
Reino Unido (BPI)[139] Ouro 207,243[140]^
Suécia (GLF)[225] Ouro 20,000^
Suíça (IFPI Suíça)[226] Ouro 20,000^
Resumos
Mundialmente[131] 2.500.000

^distribuições baseadas apenas na certificação
*números de vendas baseados somente na certificação

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora(s) Referência(s)
Japão 6 de novembro de 2013 (2013-11-06)
  • CD
  • CD+DVD
  • digital download
Universal Music [152]
[155]
[227]
Austrália 8 de novembro de 2013 (2013-11-08) [228]
[229]
[230]
França Digital download [231]
Alemanha
  • CD
  • CD+DVD
  • digital download
[154]
[232]
[233]
Itália Digital download [234]
Reino Unido Polydor [235]
França 11 de novembro de 2013 (2013-11-11)
  • CD
  • CD+DVD
Universal Music [236]
[237]
Reino Unido Polydor [238]
[239]
Estados Unidos
  • CD
  • digital download
[240]
[241]
Itália 12 de novembro de 2013 (2013-11-12)
  • CD
  • CD+DVD
Universal Music [242]
[243]
Polônia CD [244]
China 21 de janeiro de 2014 (2014-01-21) [245]
Alemanha 11 de fevereiro de 2014 (2014-02-11) LP [246]
Austrália 28 de fevereiro de 2014 (2014-02-28) [247]
França 3 de abril de 2014 (2014-04-03) [248]
Reino Unido Polydor [249]
Estados Unidos 24 de março de 2014 (2014-03-24)
  • Streamline
  • Interscope
[250]

Referências

  1. Michael Baggs (27 de Setembro de 2013). «Tony Bennett claims Lady Gaga is 'Picasso of the entertainment world» (em inglês). Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  2. Loading... «From One Direction's 'Midnight Memories' To Lady Gaga's 'ARTPOP' - The Best Albums Of 2013 (POLL)». Entertainmentwise. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  3. «15 Best Albums of 2013: Critics' Picks». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  4. "Lady Gaga's 'ARTPOP': What We Know So Far". Rolling Stone. July 30, 2013. Arquivado em 2013-11-27 no Wayback Machine.
  5. Vena, Jocelyn. «Lady Gaga 'Doing Prep' For Tour, Next Album». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  6. Vena, Jocelyn. «Lady Gaga Says Next Album Is 'Beginning To Flourish'». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  7. Montogomery, James. «Lady Gaga 'Already Working' On Born This Way Follow-Up». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  8. «Lady Gaga has written 50 songs for new album». MSN. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  9. «Lady Gaga's manager promises singer will deliver an 'insane' third album». NME. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  10. Vena, Jocelyn. «Lady Gaga's ARTPOP Isn't An Album, But 'A Night At The Club'». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  11. Carley, Brennanan. «Lady Gaga Teases New Album News». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  12. «Lady GaGa's new album to be called 'ARTPOP'». Digital Spy. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  13. Iandoli, Kathy. «Lady Gaga Promises "Fun, Dirty Dance Music" On 'Artpop'». Idolator. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  14. Ehrlich, Brenna. «Lady Gaga's ARTPOP Cover: Artist Jeff Koons Explains What It All Means». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  15. a b c Iredale, Jessica. «Lady Gaga: 'I'm Every Icon'». Women's Wear Daily. Paul Jowdy. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  16. «Lady Gaga Reveals Lyrics to Upcoming "FApplause" Single, Talks ARTPOP App Details». E!. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  17. Kaufman, Gil. «Lady Gaga Announces ARTPOP Release Date, New Single». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  18. Hampp, Andrew. «Lady Gaga-Troy Carter Split: What Happened, The Future and Why It's Business As Usual For Now». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  19. Hampp, Andrew. «Lady Gaga-Troy Carter Split: What Happened, The Future and Why It's Business As Usual For Now». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  20. Montgomery, James. «Is Lady Gaga's ARTPOP App Just More Magna Carta. MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  21. Lady Gaga Shares 'ARTPOP' Details on Twitter | Music News | Rolling Stone Arquivado em 2013-10-16 no Wayback Machine.
  22. Vena, Jocelyn. «Lady Gaga Lacks 'Maturity' On Next Album». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  23. Sierra, Marqina. «Lady Gaga Reveals What Inspired 'ARTPOP'». RyanSeacrest.com. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  24. «Lady Gaga's new album will be 'a reverse Warholian expedition', says Lady Gaga». New York Post. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  25. Abramovic, Marina. «The new artist». V 
  26. Cragg, Michael. «Lady Gaga: five things we can learn from her Artpop album cover». The Guardian. Guardian News and Media. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  27. Roberts, Robin. Lady Gaga Interview 2013 (Audio commentary. Podcast). Good Morning America. Em cena em 3:39—4:07 
  28. Cragg, Michael. «Lady Gaga: 'People think I'm finished'». The Guardian. Guardian News and Media. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  29. a b c Shriver, Jerry. «Review: Lady Gaga's 'Artpop' bursts with disco energy». USA Today. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  30. a b c d Lipshutz, Jason (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga, 'ARTPOP': Track-By-Track Review». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  31. a b Kornharber, Spencer. «Lady Gaga's Artpop Is an Attention-Freak's Manifesto». The Atlantic. Jay Lauf. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  32. a b Pareles, Jon. «Blurring Art, Artifice and Pop Culture». The New York Times. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  33. Shorey, Eric. «Lady Gaga Explains "ARTPOP" Track-by-Track: LISTEN». New Now Next. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  34. a b Aizlewood, John. «Lady Gaga: ARTPOP - album review». London Evening Standard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  35. Williott, Carl (6 de Setembro de 2012). «2013 In Review: The Beginning Of The End Of Pop's EDM Era». Idolator. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  36. Matthew, Jennie (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga launches new Artpop album with VIP party». The Daily Telegraph. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  37. a b Zaleski, Annie (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga: ARTPOP». The A.V. Club. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  38. Carl Williott (6 de Setembro de 2012). «2013 In Review: The Beginning Of The End Of Pop's EDM Era | Music News, Reviews, and Gossip on». Idolator.com. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  39. «Wild Wild Best». The Indian Express. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  40. «An Interview with DJ White Shadow». PropaGaga. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  41. a b c Cinquemani, Sal (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga: Artpop». Slant Magazine. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  42. a b Markovitz, Adam (6 de Setembro de 2012). «ARTPOP - Lady Gaga». Entertainment Weekly. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  43. Gimmers, Mof (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga: Artpop». The Quietus. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  44. a b Brown, Helen (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga, Artpop, review». The Daily Telegraph. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  45. Kelly, Ben (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga: Artpop». Attitude. Attitude Media Ltd. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  46. «Lady Gaga reveals new album title 'ARTPOP' - News - Music». The Independent. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  47. «Lady Gaga Cancels Tour, Needs Hip Surgery». Vibe. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  48. AAP (February 14, 2013). "Gaga cancels rest of tour due to injury". Herald Sun. News Corp. Arquivado em 2013-10-27 no Wayback Machine.
  49. a b c «Lady Gaga's 'ARTPOP' Album, App to Arrive This November». 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  50. a b c «Lady Gaga confirms 'ARTPOP' release date and app details». 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  51. a b c «Lady Gaga's confirmed release details for the 'ARTPOP' album, app, first single, video etc». Popjustice. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  52. «Lady Gaga Goes Interactive With Plans for 'ARTPOP' App». Rolling Stone. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  53. Abramovitch, Seth (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga's 'ARTPOP' Album Will Be an Interactive App». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  54. Michaels, Sean (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga downplays multimedia expectations for ARTPOP album app». Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  55. «Lady Gaga confirms 'Applause' as first 'ARTPOP' single». Digital Spy. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  56. Vena, Jocelyn (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Unveils ARTPOP Cover: See It Here! - Music, Celebrity, Artist News». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  57. Ehrlich, Brenna (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga's ARTPOP Cover: Artist Jeff Koons Explains What It All Means - Music, Celebrity, Artist News». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  58. Gompertz, Will (6 de Setembro de 2012). «Why Lady Gaga's Album Cover Is Actually A World-Class Work Of Art». Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  59. «Lady Gaga 'Artpop' New Single 2013: Mother Monster Announces 'Applause' Follow Up, 'Venus,' on Twitter Following Tracklist Reveal, 'Aura' Lyric Video : Music News». Mstarz. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  60. «Lady Gaga reveals full tracklist for new album 'ARTPOP' - Music News». Digital Spy. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  61. Eames, Tom (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga celebrates ARTPOP release in China». Digital Spy. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  62. Nan, Dong (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga to Sing Again in China with 'Artpop'». The New York Times. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  63. Montgomery, James (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga May Release Two 'Volumes' Of ARTPOP». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  64. «Lady Gaga's late Sunday night Twitter chat». canada.com. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  65. «Lady Gaga Teases Plans For Second Volume Of 'ARTPOP' Before Her Next Tour». Capital FM. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  66. «SXSW 2014 Music Keynote: Lady Gaga». SXSW Official YouTube Channel. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  67. a b DiMeglio, Mary J. (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga's Gift To Fans: ARTPOP Doc In Works». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  68. a b «Lady Gaga – Lady Gaga: The movie». Contactmusic.com. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  69. a b «Lady Gaga Announces Terry Richardson Documentary on Twitter». Billboard. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  70. Lyons, Margaret (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga and Terry Richardson Are Publishing a Photo Book Together». Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  71. Lyons, Margaret (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga and Terry Richardson Are Publishing a Photo Book Together». Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  72. «LCF Alumn design featured on Lady Gaga album artwork». University of the Arts London. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  73. «Lady Gaga Goes Naked for 'ARTPOP' Promo». Rap-Up.com. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  74. Ehrlich, Brenna (6 de Setembro de 2012). «Three Things Lady Gaga's VMA Performance Tells Us About ARTPOP». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  75. Ross, India (6 de Setembro de 2012). «Live review: Lady Gaga - The Monster-in-Chief takes a conceptual step too far». The Independent. Independent Print Limited. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  76. «T.I. Denied Entry To UK For Lady Gaga Show». AllHipHop.com. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  77. «Lady Gaga Debuts 'Jewels and Drugs' with T.I., Too $hort, & Twista at iTunes Festival». Rap-Up.com. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  78. Ehrlich, Brenna (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Slows Down For Sincere 'Gypsy' Premiere». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  79. «Lady Gaga makes surprise appearance at G-A-Y». NME. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  80. «Lady Gaga Strips Naked At London Nightclub (NSFW)». 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  81. Benjamin, Jeff (6 de Setembro de 2012). «Listen: Lady Gaga Blasts Off on Theatrical New Track "Venus"». Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  82. «Lady Gaga to perform on The X Factor UK». Ladygaga.co.uk. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  83. Nissim, Mayer (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga's X Factor seashell underwear routine cleared by Ofcom». Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  84. Kemp, Stuart (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga's 'X Factor U.K.' Performance Ignites Hundreds of Complaints». Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  85. «Lady Gaga's X Factor performance receives hundreds of complaints from viewers». 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  86. Lipshutz, Jason (6 de Setembro de 2012). «YouTube Music Awards: Eminem, Arcade Fire, Lady Gaga Highlight Gleefully Messy Show». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  87. Lipshutz, Jason (6 de Setembro de 2012). «Listen to Lady Gaga on Howard!». HowardStern.com. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  88. Rivera, Zayda (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga hosts 'Saturday Night Live,' plays future self without fame or applause». Daily News. New York. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  89. Messer, Lesley (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Teams Up With the Muppets and Adorable Photos Result». ABC News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  90. Malec, Brett (6 de Setembro de 2012). «First Look! See Lady Gaga as La Chameleón in New Machete Kills Trailer». E!. NBCUniversal. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  91. Cubarrubia, RJ (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Debuts New Song in 'Machete Kills' Trailer». Rolling Stone. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  92. «Lady Gaga Releases Aura Music Video From Machete Kills—Watch Now!». E!. NBCUniversal. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  93. Walker, John (6 de Setembro de 2012). «4 Things We Noticed About Lady Gaga's 12-Second 'G.U.Y.' Snippet..... In GIFs!». MTV (Viacom). Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  94. Vena, Jocelyn (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Reveals What ARTPOP Means On Latest Album Tease: Listen Here». MTV News. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  95. Williot, Carl (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga's "Mary Jane Holland": Hear A Two-Minute Preview». Idolator. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  96. https://www.rollingstone.com/music/news/lady-gaga-stages-dramatic-performance-art-spectacle-at-sxsw-20140314
  97. http://www.eonline.com/news/522560/lady-gaga-s-vomit-artist-defends-throwing-up-onstage-my-performance-does-not-promote-eating-disorders
  98. «More Gaga Gigs At The Roseland Ballroom». Pollstar. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  99. Mansfield, Brian (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga to close Roseland Ballroom». USA Today. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  100. Lipshutz, Jason (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Unveils ARTPOP Ball North American Tour». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  101. «Lady Gaga Announces New 2014 World Tour Called 'artRave: The ARTPOP Ball'». Capital FM. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  102. a b Lipshutz, Jason (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Reveals More 'ARTPOP' Details: Music Video, App, Possible 'Applause' Lyrics». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  103. «Future releases». All Access Music Group. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  104. «Lady Gaga Asks Fans To Pick New 'ARTPOP' Song Release». Capital FM. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  105. Rutherford, Kevin (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga Reveals Second 'ARTPOP' Single, 'Venus'». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  106. Lipshutz, Jason (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga's 'Do What U Want' Change-Up: The Big Bet On Her R. Kelly Duet». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  107. «Lady Gaga Teases R. Kelly Collaboration 'Do What U Want'». Rap-Up.com. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  108. «Top 40 Mainstream Future Releases». 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  109. a b «ARTPOP Reviews». Metacritic. CBS Interactive. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  110. Erlewine, Stephen Thomas (6 de Setembro de 2012). «Artpop - Lady Gaga». AllMusic. Rovi Corporation. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  111. a b «Lady Gaga: Artpop – review». The Guardian. Guardian News and Media. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  112. a b Gill, Andy (6 de Setembro de 2012). «Album review: Lady Gaga, ARTPOP - It's hard not to feel underwhelmed». The Independent. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  113. Wood, Mikael (6 de Setembro de 2012). «Review: Lady Gaga 'could mean anything' on 'Artpop'». Los Angeles Times. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  114. «NME Album Reviews - Lady Gaga - 'Artpop'». NME. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  115. a b Ganz, Caryn (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga 'Artpop' Review». Rolling Stone. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  116. Johnston, Maura (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga, 'ARTPOP' Review». Spin. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  117. Hare, Breeanna (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga spews forth: This is no act». CNN. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  118. Markovitz, Adam (6 de Setembro de 2012). «ARTPOP - Lady Gaga». Entertainment Weekly. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  119. «10 Biggest Grammy Award Snubs and Surprises: Meghan Trainor, Miley Cyrus & More». The Daily Beast. The Newsweek Daily Beast Company. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  120. Copsey, Robert (6 de Setembro de 2012). «Lady Gaga 'ARTPOP' review: What's the verdict?». Digital Spy. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  121. Messitte, Nick (6 de Setembro de 2012). «Artpop Goes The Weasel: Three Glimpses Into The Deflation Of A Superstar». Forbes. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  122. Potton, Ed (6 de Setembro de 2012). «Washed up? Far from it. The Lady fights back». The Times. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  123. a b c Christgau, Robert (6 de Setembro de 2012). «The Consensus Has Consequences». The Barnes & Noble Review. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  124. Jason Lipshutz (6 de Setembro de 2012). «15 Best Albums of 2013: Critics' Picks». Billboard. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  125. Robert Copsey and Lewis Corner (6 de Setembro de 2012). «Digital Spy's top albums of 2013 (30-16)». Digital Spy. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  126. «Top 33 Albums of 2013». Popjustice. 6 de Setembro de 2012. Consultado em 12 de Julho de 2013. 
  127. Caulfield, Keith (10 de Outubro de 2013). «Lady Gaga Scores Second No. 1 Album With 'ARTPOP'». Billboard. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  128. Caulfield, Keith (10 de Outubro de 2013). «It's Official: Beyonce Makes History With Fifth No. 1 Album». Billboard. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  129. Kaufman, Gil (10 de Outubro de 2013). «Lady Gaga's ARTPOP Suffers Second-Week Chart Drop, Eminem Back On Top». MTV News. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  130. Caulfield, Keith (10 de Outubro de 2013). «One Direction Scores Historic Third No. 1 Album on Billboard 200 Chart». Billboard. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  131. a b c Trust, Gary (10 de Outubro de 2013). «Ask Billboard: Lady Gaga's Career Sales, The Biggest No. 2 Hits & Ed Sheeran's Latest Chart Record». Billboard. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  132. a b «Certificações (Estados Unidos) (álbum) – Lady Gaga – Artpop» (em inglês). Recording Industry Association of America  Se necessário, clique em Advanced, depois clique em Format, e seleccione Album, e clique em SEARCH.
  133. Trust, Gary (10 de Outubro de 2013). «Ed Sheeran's 'Shape' Tops Hot 100, Lady Gaga's 'Reasons' Returns at No. 4». Billboard. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  134. Tuch, Paul (10 de Outubro de 2013). «Lady Gaga, Hedley Lead Album Debuts». Nielsen Company 
  135. «2013年11月25日のCDシングルデイリーランキング» [Daily Albums Chart: 2013.11.05] (em Japanese). Oricon. 10 de Outubro de 2013. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  136. a b Oricon Top 50 Albums (em japonês). Oricon. Consultado em November 16, 2013.
  137. Jones, Alan (10 de Outubro de 2013). «Official Charts Analysis: Lady Gaga hits No.1 with 65k sales». Music Week. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  138. Jones, Alan (10 de Outubro de 2013). «Official Charts Analysis: Robbie LP sells 108k to claim UK's 1,000th Official No.1». Music Week. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  139. a b «Certificações (Reino Unido) (álbum) – Lady Gaga – Artpop» (em inglês). British Phonographic Industry 
  140. a b Jones, Alan (10 de Outubro de 2013). «Official Charts Analysis: Trainor matches Clean Bandit for longest-running No.1 single of 2014». Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  141. Cashmere, Paul (10 de Outubro de 2013). «Eminem Week Two Sales Beat Lady Gaga Week One». Noise11. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  142. «Lady GaGa – Artpop». Pure Charts by Charts in France (em French). 10 de Outubro de 2013. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  143. «Top selling global albums» (PDF). International Federation of the Phonographic Industry. 10 de Outubro de 2013. p. 12. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  144. «Lady Gaga dazzles fans with fun, solid show». The Buffalo News. 10 de Outubro de 2013. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  145. Joannou, Andy (10 de Outubro de 2013). «Lady Gaga's 'ARTPOP' predicted to sell 75% less than 'Born This Way'». Digital Spy. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  146. Kaye, Ben (10 de Outubro de 2013). «Lady Gaga's ARTPOP sort of flopped». Consequence of Sound. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  147. Rytlewski, Evan (10 de Outubro de 2013). «2013 in music: The year of endless controversy». The A.V. Club. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  148. Greenburg, Zack O'Malley (10 de Outubro de 2013). «Music Industry Losers 2013: Lady Gaga, Rock, iTunes Store». Forbes. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  149. Rutherford, Kevin (10 de Outubro de 2013). «Lady Gaga Discounts Rumors, Hints at Deception in Website Vent». Billboard. Consultado em 10 de Outubro de 2013. 
  150. a b c Artpop (CD liner notes). Interscope Records. 2013. B0019295-02 
  151. «Artpop (Walmart Exclusive), Lady GaGa». Walmart. Junho de 2013. Consultado em 12 de junho de 2013. 
  152. a b «アートポップ (初回生産限定盤) CD» [Artpop (Limited Edition) [CD]] (em Japanese). Universal Music Japan. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  153. «レディー・ガガの「ARTPOP」を iTunes で». iTunes Store. Junho de 2013. Consultado em 12 de junho de 2013. 
  154. a b «LADY GAGA | ARTPOP (Deluxe Edition)» (em German). Universal Music Germany. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  155. a b «アートポップ -デラックス・エディション初回生産限定盤CD+DVD» [Artpop [Limited Edition] [Deluxe Edition] [CD + DVD]] (em Japanese). Universal Music Japan. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  156. «Artpop by Lady Gaga». iTunes Store US. Apple. Junho de 2013. Consultado em 12 de junho de 2013. 
  157. «South African Albums Chart Top 20» (em Afrikaans). Recording Industry of South Africa. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  158. Offiziellecharts.de – Lady Gaga – Artpop (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em November 20, 2013.
  159. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Australiancharts.com. Hung Medien. Consultado em November 16, 2013.
  160. «ARIA Dance – Week Commencing 18th November 2013» (PDF). ARIA Charts. Pandora Archive. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  161. Lady Gaga - Artpop (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em November 20, 2013.
  162. Lady Gaga – Artpop (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em November 22, 2013.
  163. Lady Gaga – Artpop (em francês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em November 22, 2013.
  164. Lady Gaga Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Canadian Albums Chart para Lady Gaga. Prometheus Global Media. Consultado em November 21, 2013.
  165. South Korea GAON Albums Chart (em coreano). Na página, selecione "{{{year}}}" e, em seguida, "2013년 47주차" para obter a tabela correspondente. Korean Charts. GAON. Consultado em November 16, 2013.
  166. «Top Kombiniranih – Tjedan 46. 2013.» (em Croatian). Hrvatska Diskografska Udruga. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  167. Lady Gaga – Artpop (em dinamarquês). Danishcharts.com. Hung Medien. Consultado em November 22, 2013.
  168. 2013-11-23 Top 40 Scottish Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em November 18, 2013.
  169. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Spanishcharts.com. Hung Medien. Consultado em November 23, 2013.
  170. Lady Gaga Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Lady Gaga. Prometheus Global Media. Consultado em November 21, 2013.
  171. Lady Gaga Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Dance/Electronic Albums para Lady Gaga. Prometheus Global Media. Consultado em November 21, 2013.
  172. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em November 16, 2013.
  173. Lady Gaga – Artpop (em francês). Lescharts.com. Hung Medien. Consultado em November 25, 2013.
  174. «Official Cyta-IFPI Charts – Top-75 Albums Sales Chart (Week: 49/2013)» (em Greek). IFPI Greece. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  175. Archívum – Slágerlisták – MAHASZ – Magyar Hangfelvétel-kiadók Szövetsége (em húngaro). Mahasz.hu. LightMedia. Consultado em November 21, 2013.
  176. GFK Chart-Track (em inglês). Chart-Track.co.uk. GFK Chart-Track. IRMA. Consultado em November 16, 2013.
  177. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Italiancharts.com. Hung Medien. Consultado em December 1, 2013.
  178. «Puesto #1 del #Top100MX del ...» (em Spanish). Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Twitter. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  179. Lady Gaga – Artpop (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em November 23, 2013.
  180. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em November 16, 2013.
  181. Lady Gaga – Artpop (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em November 16, 2013.
  182. Oficjalna lista sprzedaży :: OLIS - Official Retail Sales Chart (em polonês). OLiS. Polish Society of the Phonographic Industry. Consultado em November 21, 2013.
  183. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Portuguesecharts.com. Hung Medien. Consultado em November 25, 2013.
  184. Lady Gaga | Artist | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em November 17, 2013.
  185. Top 50 Prodejní (em tcheco). Czech Albums. ČNS IFPI. Nota: Na página da tabela, selecione 201346 no campo além da palavra "Zobrazit", e, em seguida, clique sobre a palavra para recuperar os dados da tabela. Consultado em November 18, 2013.
  186. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em November 16, 2013.
  187. Lady Gaga – Artpop (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em November 19, 2013.
  188. «Lady Gaga no. 1 en Suisse romande» (em French). lescharts.ch 
  189. «Ranking mensual – 2013 Noviembre» (em Spanish). CAPIF. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  190. a b «El álbum más vendido durante 2013 en Argentina: "Violetta – Hoy somos más"» (em Spanish). Argentine Chamber of Phonograms and Videograms Producers. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  191. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Albums 2013». Australian Recording Industry Association. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  192. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 50 Dance Albums 2013». Australian Recording Industry Association. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  193. «Jaaroverzichten 2013 – Albums» (em Dutch). Ultratop. Hung Medien. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  194. «Rapports Annuels 2013 – Albums» (em French). Ultratop. Hung Medien. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  195. De Toledo, Giuliana. «Disco do padre Marcelo Rossi foi o mais vendido em 2013». Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  196. «2013년 총결산 Album Chart» (em Korean). Gaon Music Chart. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  197. «Billboard 200 Albums: Year End 2013». Billboard. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  198. «Dance/Electronic Albums: Year End 2013». Billboard. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  199. «Összesített album- és válogatáslemez-lista – eladási darabszám alapján – 2013» (em Hungarian). MAHASZ. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  200. «Classifica annuale 2013 – Top 100 Album Combined» (em Italian). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  201. a b c Japan year-end and total sales:
  202. «Los Más Vendidos 2013» (em Spanish). Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  203. «End of year album chart – 2013». Official Charts Company. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  204. «Årslista Album – År 2013» (em Swedish). Sverigetopplistan. Swedish Recording Industry Association. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  205. «Swiss Year-End Charts 2013». swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  206. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 50 Dance Albums 2014». Australian Recording Industry Association. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  207. «Top Canadian Albums: Year End 2014». Billboard. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  208. 2014年度 唱片销量排行榜 年终榜 (em Chinese). Sino Chart. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  209. «Top Billboard 200 Albums: Year End 2014». Billboard. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  210. «Dance/Electronic Albums: Year End 2014». Billboard. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  211. «Årslista Album – År 2014» (em Swedish). Sverigetopplistan. Swedish Recording Industry Association. Consultado em 22 de agosto de 2009. 
  212. «Lady Gaga con todo, ya es un éxito "ARTPOP" en la Argentina» (em Spanish). Todo Noticias. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  213. «Certificações (Áustria) (álbum) – Lady Gaga – Artpop» (em alemão). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Áustria)  Introduza Lady Gaga no campo Interpret. Introduza Artpop no campo Titel. Seleccione álbum no campo Format. Clique Suchen.
  214. «Certificações (Brasil) (álbum) – Lady Gaga – Artpop». Associação Brasileira dos Produtores de Discos 
  215. «Certificações (Canadá) (álbum) – Lady Gaga – Artpop» (em inglês). Music Canada 
  216. キム・ヨナ、アルバム販売10万枚超でユニバーサル殿堂入り [Universal Hall of Fame with more than 100,000 pieces of Kim Yu Na, album sales]. JoongAng Ilbo (em Korean). 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  217. «2013년 Album Chart». Gaon Chart. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. [ligação inativa] 
  218. Serrano, Ignacio (27 de Setembro de 2013). «Un fraude que da el cante en la industria discográfica española». ABC. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  219. «"French album certifications – Lady Gaga – Artpop"» (em Francese). SNEP. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  220. «Adatbázis – Arany- és platinalemezek – 2013» (em húngaro). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége 
  221. «Certificações (Itália) (álbum) – Lady Gaga» (em italiano). Federazione Industria Musicale Italiana 
  222. «Certificações (Japão) (álbum) – Lady Gaga – Artpop» (em japonês). Recording Industry Association of Japan 
  223. «Certificações (México) (álbum) – Lady Gaga – Artpop» (em espanhol). Asociación Mexicana de Productores de Fonogramas y Videogramas 
  224. «Certificações (Polónia) (álbum) – Lady Gaga – Artpop» (em polaco). Związek Producentów Audio Video 
  225. «Guld- och Platinacertifikat − År 2014» (em sueco). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Suécia) 
  226. «The Official Swiss Charts and Music Community: Awards (Lady Gaga; 'Artpop')» (em inglês). Hung Medien 
  227. «ARTPOP by Lady Gaga». iTunes Store Japan. Apple. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  228. «Lady Gaga Store – ARTPOP». Getmusic. Universal Music Australia. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  229. «Artpop (Deluxe Edition) – Lady Gaga». JB Hi-Fi. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  230. «ARTPOP by Lady Gaga». iTunes Store Australia. Apple. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  231. «ARTPOP by Lady Gaga». iTunes Store France. Apple. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  232. «LADY GAGA | ARTPOP» (em German). Universal Music Germany. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  233. «ARTPOP by Lady Gaga». iTunes Store Germany. Apple. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  234. «ARTPOP by Lady Gaga». iTunes Store Italy. Apple. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  235. «ARTPOP by Lady Gaga». iTunes Store UK. Apple. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  236. «Artpop – Lady Gaga – CD album» (em French). Fnac. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  237. «Artpop Edition Deluxe – Inclus DVD bonus – Lady Gaga – CD album» (em French). Fnac. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  238. «ARTPOP». Amazon.com. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  239. «ARTPOP [CD+DVD]». Amazon.com. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  240. «ARTPOP by Lady Gaga». iTunes Store US. Apple. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  241. «ARTPOP». Amazon.com. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  242. «Lady Gaga – Art Pop» (em Italian). Internet Bookshop Italia. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  243. «Lady Gaga – Art Pop (Deluxe Edition)» (em Italian). Internet Bookshop Italia. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  244. «Artpop – Lady Gaga» (em Polish). Universal Music Poland. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  245. «嘎嘎小姐:流行艺术(CD)» [Artpop – Lady Gaga] (em Chinese). Amazon.com. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  246. «LADY GAGA | ARTPOP (LP)» (em German). Universal Music Germany. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  247. «Artpop (Vinyl) – Lady Gaga». JB Hi-Fi. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  248. «Artpop – Lady Gaga – Vinyl album» (em French). Fnac. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  249. «ARTPOP [VINYL]». Amazon.com. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 
  250. «ARTPOP [Long Play 12" Vinyl]». Amazon.com. 27 de Setembro de 2013. Consultado em 16 de Novembro de 2013. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]