Aves do Lago Estínfalo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde agosto de 2010). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

De acordo com a mitologia grega, as Aves do Lago Estínfalo eram enormes criaturas aladas, que de tão grandes podiam barrar a luz do sol. Suas asas, cabeça e bico eram feitos de ferro, com o qual devoravam os frutos de toda a região e acabando com todos os recursos. O lago Estínfalo ficava na Arcádia, uma região na Grécia.[1][2]

Elas habitariam os locais mais ermos da área, como os pântanos insalubres, fazendo seus ninhos nos galhos retorcidos, onde era difícil de se alcançar e de ver. Eram conhecidas por atacarem os homens impiedosamente e por comerem sua carne. Diz-se que Hefesto, o ferreiro dos deuses, forjou duas castanholas de bronze a pedido da deusa Atena. Ao serem tocadas, elas criavam um barulho ensurdecedor que fazia as aves se desentocarem dos pântanos e tentarem alçar voo. Nesta tentativa, elas foram alvejadas por flechas que estavam envenenadas com o sangue da Hidra de Lerna e que foram atiradas por Hércules.

Foi a sexta tarefa de Hércules em seus doze trabalhos.

Referências

  1. Strabo. Geographica, Book 8.6.8
  2. Pausanias. Description of Greece, 8.22.4


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Aves do Lago Estínfalo