Fonos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os fonos ou phónoi (em grego Φόνοι), na mitologia grega, eram daemones ou espíritos que personificavam os assassinatos e as matanças. Como tantos espíritos malignos, os fonos foram gerados por Éris (a discórdia) sem intervenção masculina.

Ainda que alguns autores, como Quinto de Esmirna, não os distinguiam de suas irmãs as androctasias. Hesíodo, em sua Teogonia, afirma que os fonos, diferentemente daquelas, representam os assassinatos que ocorrem fora do campo de batalha.

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.