IPCTV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
IPCTV
IPC World Inc.

Japão
Cidade de concessão Tóquio, Honshu
Canais 514 SKY PerfecTV
Outros canais 332 SKY PerfectTV (2001-2010)
333 SKY PerfectTV (2001-2010)
334 SKY PerfectTV (2001-2010)
Sede Tóquio, Honshu
Rede Rede Globo
Fundador Arthur Muranaga Yuji
Pertence a IPC World Inc.
Fundação 7 de setembro de 1996
Extinção 31 de março de 2019
Nome(s) anteriore(s) PLC Television Network Corporation
IPC World
Página oficial ipctv.jp/tv/

IPCTV é uma emissora de televisão japonesa sediada em Tóquio, na ilha de Honshu. Opera nos canais 514 da operadora por assinatura SKY PerfecTV e é afiliada à TV Globo Internacional. É a primeira emissora de uma TV brasileira para fora do Brasil. Pertence a IPC World Inc.

História[editar | editar código-fonte]

A emissora foi fundada em 7 de setembro de 1995 como "PLC Television Network Corporation" e a partir de 1996 passou a transmitir seu sinal via satélite pela SKY PerfecTV.

Em 2001, a emissora passou a se chamar IPCTV e a retransmitir 3 emissoras em 3 canais diferentes: no canal 332, a TVE Espanha; no canal 333, a RecordTV Internacional e no canal 334, a TV Globo Internacional.

A partir de agosto de 2007, a IPCTV passou a chamar-se IPC World TV.

Em 2010, a emissora volta a se chamar IPCTV, encerra os 3 canais e passa a ter afiliação somente com a Globo, transmitindo pelo canal 514 na SKY PerfecTV. Além disso, a emissora estréia o JPTV, telejornal com as notícias do país. O JPTV foi o primeiro "PraçaTV" de fora do Brasil[1].

Em 2 de dezembro de 2014, a IPCTV passou a ser uma mera repetidora da TV Globo Internacional, e não tem mais programação local. O JPTV, até então único programa produzido pela emissora, é substituido pelo telejornal SP1, gerado pela TV Globo São Paulo.[2]

Em fevereiro de 2019, a IPCTV comunica que vai encerrar suas atividades em 31 de março de 2019, por conta do encerramento das transmissões da Globo no país por tempo indeterminado. O motivo, segundo a empresa, é a "busca de novos meios de negócio por parte da Globo".[3]

Portais[editar | editar código-fonte]

A empresa controla os portais IPC Digital[4], Jornal Empregos, Revista Vitrine e IPC Digital em Espanhol.

Referências

  1. «YouTube - Jornal JPTV da IPCTV». www.youtube.com. Consultado em 15 de janeiro de 2019 
  2. «SPTV 1ª Edição estréia na IPCTV» 
  3. «Após 22 anos, Globo deixará de ter sua programação transmitida no Japão - Televisão». NaTelinha. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  4. «IPC DIGITAL». IPC DIGITAL. Consultado em 2 de novembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]