Saltar para o conteúdo

Juscelino Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Juscelino Filho
Juscelino Filho
Juscelino Filho
24.º Ministro das Comunicações do Brasil
Período 1º de janeiro de 2023
até a atualidade
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva
Antecessor(a) Maria Estella Dantas (interina)
Deputado federal pelo Maranhão
Período 1º de fevereiro de 2015
até a atualidade[nota 1]
Dados pessoais
Nome completo José Juscelino dos Santos Rezende Filho
Nascimento 6 de novembro de 1984 (39 anos)
São Luís, MA
Progenitores Pai: Juscelino Rezende
Partido PSDB (1997-2000)
PFL (2000-2007)
DEM (2007-2013)
PRP (2013-2015)
PMB (2015-2016)
DEM (2016-2022)
UNIÃO (2022-presente)
Profissão médico

José Juscelino dos Santos Rezende Filho (São Luís, 6 de novembro de 1984) é um médico e político brasileiro, filiado ao União Brasil (UNIÃO). É o atual ministro das Comunicações do Brasil, bem como deputado federal pelo Maranhão.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formação acadêmica e primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Nascido em São Luís, capital do Maranhão, Juscelino é filho do ex-deputado estadual Juscelino Rezende.[3]

Formou-se em Medicina pelo Centro Universitário do Maranhão (UNICEUMA) no ano de 2010.[4]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Em 2010, acompanhou e apoiou sua tia Vianey Bringel na candidatura para deputada estadual, apoiando também Roseana Sarney para governadora na coligação "O Maranhão não pode parar".

Em 2013, Juscelino Filho se filiou ao Partido Republicano Progressista (PRP). Na eleição de 2014, foi eleito deputado federal, sendo o mais votado em Santa Inês.

Em 2016, Juscelino Filho se filiou ao Democratas, sendo o presidente do Diretório Estadual do partido no Maranhão.

Em 17 de abril de 2016, votou a favor do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.[5] Posteriormente, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[5] Em abril de 2017 votou a favor da Reforma Trabalhista.[5][6] Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[5][7]

Em setembro de 2021, foi relator de um projeto de lei que viabilizava o Auxílio Brasil, ao alterar as regras orçamentárias e permitir contabilizar fonte de rendas vindas de projetos ainda em tramitação no Congresso.[8]

Na prática que ficou conhecida como orçamento secreto, Juscelino Filho destinou dinheiro público para a construção de uma estrada ligando uma fazenda de sua família, no município maranhense de Vitorino Freire, onde sua irmã é prefeita.[9] Juscelino destinou também 25 milhões de reais para o município de Imperatriz, para a construção de um anel rodoviário; matéria da Folha de S.Paulo apontava que, apenas dois anos após as obras, a estrada já estava em péssima qualidade.[10] O presidente Lula disse ter cobrado explicações de Juscelino.[11]

Por ocasião da sua reeleição em outubro de 2022, declarou ao Tribunal Superior Eleitoral possuir um patrimônio de 4,4 milhões de reais,[12] incluindo um avião Piper PA-34-220T Seneca V.[9] Durante a 56.ª legislatura da Câmara (2019-2022), pediu reembolso por gastos de combustíveis de aviação no valor de 122 mil reais, o que é permitido pelas regras do parlamento para viagens ligadas ao mandato.[9]

Ministro das Comunicações[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2022, foi anunciado como o Ministro das Comunicações do terceiro governo Lula.[1]

Segundo O Estado de S. Paulo, o ministro fez uso de aviões oficiais da Força Aérea Brasileira para compromissos privados em São Paulo. Na cidade, Juscelino dedicou tempo para assessorar compradores de cavalos, recebeu uma premiação equestre e discursou em uma exposição de cavalos de raça.[13] O Estadão divulgou também que o ministro possuía pelo menos 2,2 milhões de reais em cavalos de raça, bens que não foram declarados à Justiça Eleitoral na sua candidatura.[14] O Estadão também relembrou que o único projeto de Juscelino na Câmara em 2022 foi a proposta de criação do "dia do cavalo".[15] Após a divulgação da reportagem, Juscelino devolveu aos cofres públicos o dinheiro das diárias.[16]

Em 28 de março, o Estadão também divulgou que tanto seu piloto particular quanto o gerente do seu haras em Vitorino Freire estavam empregados na Câmara.[17] A Comissão de Ética da Presidência abriu uma investigação pelas condutas de Juscelino.[18]

Em 11 de junho de 2024, a Polícia Federal indiciou o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, por crimes como corrupção passiva, fraude em licitações e organização criminosa. Juscelino Filho é suspeito de desviar emendas parlamentares para cidade maranhense onde irmã dele, Luanna Rezende, é prefeita.[19]

Desempenho eleitoral[editar | editar código-fonte]

Ano Eleição Partido Candidato a Votos % Resultado Ref
2014 Estaduais no Maranhão PRP Deputado federal 83.955 2,73% Eleito [20]
2018 Estaduais no Maranhão DEM 97.075 2,97% Eleito [21]
2022 Estaduais no Maranhão UNIÃO 142.419 3,84% Eleito [22]

Precedido por
Fábio Faria
Ministro das Comunicações
2023-
Sucedido por
-

Notas e referências

Notas

  1. Licenciado do cargo a partir de 1º de janeiro de 2023 para assumir o Ministério das Comunicações do governo Lula.[1]

Referências

  1. a b «Lula anuncia o deputado federal Juscelino Filho para o Ministério das Comunicações». G1. Consultado em 30 de dezembro de 2022 
  2. Ministério das, Comunicações (1 de janeiro de 2023). «Juscelino Filho, Conheça o Ministro». Gov.br. Consultado em 27 de junho de 2024 
  3. Biografia de Juscelino Rezende (DEM)
  4. «Biografia do(a) Deputado(a) Federal Juscelino Filho». Portal da Câmara dos Deputados. Consultado em 30 de janeiro de 2023 
  5. a b c d G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  6. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  7. Deutsche Welle (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Carta Capital. Consultado em 18 de setembro de 2017 
  8. «Congresso aprova projeto que abre possibilidade de usar reforma do IR para financiar Auxílio Brasil». Folha de S.Paulo. 27 de setembro de 2021. Consultado em 30 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 12 de dezembro de 2022 
  9. a b c Daniel Weterman, Vinícius Valfré, Julia Affonso e Tacio Lorran (30 de janeiro de 2023). «Ministro de Lula usou orçamento secreto para beneficiar a própria fazenda no Maranhão». Estadão. Consultado em 30 de janeiro de 2023. Cópia arquivada em 30 de janeiro de 2023 
  10. Mateus Vargas, Flávio Ferreira (11 de abril de 2022). «Empreiteira que usa firma de fachada fez reuniões sem ata com ministro e Alcolumbre». Folha de S.Paulo. Consultado em 30 de janeiro de 2023. Cerca de R$ 25 milhões foram empenhados para obras apontadas pelo deputado Juscelino Filho, que é vice-líder de seu partido na Câmara dos Deputados. Isso não significa que os parlamentares direcionaram a contratação da empresa. Em Imperatriz, a principal obra feita pela Engefort foi um anel viário, a partir de emenda de Juscelinho Filho. Como mostrou a Folha, a via tem menos de dois anos, já teve de passar por reforma e possui buracos enormes que colocam em risco a segurança de condutores e moradores 
  11. Vinícius Valfré (17 de fevereiro de 2023). «Lula diz ter cobrado explicação de ministro por estrada em fazenda». UOL. Consultado em 2 de março de 2023 
  12. «Eleições 2022: Juscelino Filho - UNIÃO | Ficha do candidato | Folha». Folha de S.Paulo. Consultado em 30 de janeiro de 2023 
  13. Vinícius Valfré, Julia Affonso, Tacio Lorran e Daniel Weterman (27 de fevereiro de 2023). «Ministro de Lula, Juscelino Filho usou voo da FAB e recebeu verba para ir a leilão de cavalos de raça». Estadão. Consultado em 2 de março de 2023 
  14. «Ministro de Lula, Juscelino Filho esconde do TSE patrimônio de R$ 2 milhões em cavalos de raça». Estadão. Consultado em 2 de março de 2023 
  15. Levy Teles (28 de fevereiro de 2023). «Único projeto de Juscelino Filho em 2022 como deputado foi o Dia do Cavalo». Estadão. Consultado em 2 de março de 2023 
  16. Julia Affonso, Tacio Lorran, Vinícius Valfré e Daniel Weterman (2 de março de 2023). «Juscelino Filho devolve dinheiro ao governo por viagem para ir a leilão de cavalo». Estadão. Consultado em 2 de março de 2023 
  17. Julia Affonso, Vinícius Valfré, Tácio Lorran e Daniel Weterman (28 de março de 2023). «Câmara emprega piloto particular e gerente do haras de Juscelino Filho, ministro de Lula». Estadão. Consultado em 28 de março de 2023 
  18. «Comissão de Ética abre investigação contra ministro de Lula | O TEMPO». O Tempo. 28 de março de 2023. Consultado em 28 de março de 2023 
  19. Daniela Lima, Márcio Falcão e Fábio Amato (12 de junho de 2024). «PF indicia ministro Juscelino Filho, suspeito de corrupção e organização criminosa». G1. Consultado em 13 de junho de 2024 
  20. «Resultado das Apurações dos votos das Eleições 2014 no Maranhão para Governador, Senador, Deputados Federais e Deputados Estaduais». Eleições 2014 no MA. Consultado em 25 de junho de 2024 
  21. «Resultado da apuração do 1º turno das Eleições 2018 - Maranhão (MA) para governador, senador, deputado federal e deputado estadual.». G1. Consultado em 25 de junho de 2024 
  22. «Apuração da Eleição 2022 para Governador no Maranhão». G1. Consultado em 25 de junho de 2024