Paulista Esporte Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para Paulista Esporte Clube, veja Paulista (desambiguação).
Paulista de São Carlos
Paulista sao-carlos.png
Nome Paulista Esporte Clube
Alcunhas Águia da Paulista
Mascote Águia
Fundação 1 de setembro de 1903 (117 anos)
Estádio Hipódromo (anterior)
Paulista (último)
Capacidade 4.000 espectadores
Presidente Douvidor Cunha e
José dos Santos
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Paulista Esporte Clube era conhecido como Paulista de São Carlos, foi o pioneiro dos clubes de São Carlos e o segundo do interior paulista, fundado em 1 de setembro de 1903 pela sociedade são-carlense, com nome escolhido para homenagear o estado de São Paulo e a ferrovia; primeiramente para a pratica de hipismo e basquetebol e posteriormente futebol, com nome original de Paulista Sport Club, posteriormente incorporou alguns clubes, e acabou sendo incorporado pelo São Carlos Clube em 21 de março de 1951, que está localizado no centro norte da cidade de São Carlos.

História[editar | editar código-fonte]

  • O clube foi fundado com o nome de "Paulista Sport Club", era um clube muito "charmoso" e respeitado por toda a comunidade regional e paulista, foi um dos maiores clubes do interior durante várias décadas, possuía uma equipe de futebol que era temida em toda a região, e fazia frente aos grandes da capital, como quando recebia o Santos ou o Paulistano, por exemplo. Possuía estádio próprio, o Estádio Paulista que foi palco de grandes vitórias com seu temido "esquadrão".
  • Nos primeiros anos de sua existência, por não haver competições organizadas na cidade, a atividade futebolística do Paulista se limitava a disputas internas entre os associados e esporádicos jogos amistosos contra outras equipes. Os primeiros rivais começaram a aparecer em 1904, como o "Sport Club Sãocarlense e a "Associação Atlética Sãocarlense", posteriormente a partir de 1912 e 1914, quando surgiu o Ideal Club. No seu começo de confrontos com esses novos rivais, o clube utilizou o campo do "Derby Club" no atual bairro Hipódromo o chamado Estádio Derby Sãocarlense mais conhecido na época como Hipódromo Sãocarlense, onde também jogava o "Ideal Club", clube que foi incorporado pelo Paulista em 1918.
  • Em 1922, o Paulista filia-se a (A.P.E.A.) Associação Paulista de Esportes Atléticos e passa a disputar o Campeonato Paulista do Interior, tendo como adversários Rio Claro, XV de Piracicaba, Comercial, Paulista de Araraquara, Palestra de São Carlos, entre outros. Muitos anos o Paulista foi o vencedor na sua região classificatória, e mandava seus jogos no Estádio Derby Sãocarlense.
  • Em 1922 mudou-se para instalações próprias em uma grande área ao lado do que é hoje a USP e o bairro Jardim Lutfalla. No local o Paulista construiu o seu campo, então chamado de Estádio do Paulista dentro do hipódromo do Derby Club, para oferecer mais condições de lazer aos associados e maior conforto aos atletas e à torcida, com a ajuda de toda a comunidade, inclusive com mão de obra voluntária de associados e ferroviários. Em 21 de dezembro de 1921 o estádio foi inaugurado com a presença do Palestra Itália de Araraquara, e o jogo terminou empatado em 2 gols.
  • No começo dos anos 1940, incorporou o Ruy Barbosa Futebol Clube e toda sua estrutura.
  • A partir de 1945, a direção do Paulista passou a ter problemas com a manutenção do estádio e do clube, o que foi crescendo ano a ano e culminou com sua incorporação pelo atual São Carlos Clube em 1951, portanto devido à retração econômica do pós-guerra, o clube se viu impossibilitado de reunir os recursos necessários para mantê-lo.
  • O clube disputou durante vários anos até a década de 1940 o Campeonato Paulista Amador que era um campeonato semi-profissional, e geralmente era o campeão da região classificatória.
  • Jogadores como Zuza, Armandinho e Clayton, jogaram também no Paulista Esporte Clube.
  • Em 21 de março de 1951 foi incorporado pelo São Carlos Clube, juntamente com toda a área onde está hoje instalado, em uma área de aproximadamente 135 mil m², mas deixou consignado que o São Carlos Clube terá que manter o nome do estádio como sendo estádio Paulista como homenagem ao clube.
  • Essa incorporação foi efetuada e efetivada, através de Lei Municipal nº 1.374 de 1951, onde se autorizou a permuta da área do estádio Rui Barbosa para a prefeitura que pertencia ao São Carlos Clube, com a área do Paulista EC que pertencia a prefeitura, onde atualmente está instalado o São Carlos Clube.

Jogos marcantes[editar | editar código-fonte]

Em 4 de julho de 1915, recebeu no Hipódromo Sãocarlense em jogo amistoso contra o Corinthians, jogo vencido pelo Corinthians por 4–1.[1][2]
Em 15 de abril de 1917, jogo amistoso "Torneio Bronze" contra o Corinthians, jogo vencido pelo Corinthians por 3–1; houve conquista do "Troféu Bronze" oferecido pelo Sr. Celino Ambrósio ao Corinthians; jogo realizado no Hipódromo Sãocarlense.[3]
Em 25 de maio de 1919 recebeu no Hipódromo Sãocarlense a visita do Palestra Itália em jogo amistoso que o Palestra Itália venceu por 2–0; houve conquista do "Troféu Comércio de São Carlos" ao Palestra.
Em 1º de janeiro de 1921 - Uberaba 4–1 Paulista (em Uberaba), jogo amistoso nacional realizado em Uberaba. Nesse jogo a ficha técnica foi a seguinte
    • Juiz: Antonio Meira
    • Gols: Walfredo (2), Walter e Kiki / Aldonis
    • Uberaba(MG): Rodarte; Walfredo e Kiki; Gonçalo, Maciel e Walter; Badu, Garcez, Miguel, Bueno e Pino
    • Paulista(SP): Franguinho; Max e Zocco; Fritz, Altino e Capoburgues; Cazuza, Pozum, Mimi, Jevel e Aldonis
Em 21 de abril de 1921, na inauguração de seu estádio, o Estádio do Paulista, realizou jogo amistoso contra o Palestra Itália de Araraquara, jogo que terminou empatado em 2–2.
Em 21 de março de 1926, realizou jogo amistoso com o Paulistano no qual foi derrotado por 1–0, gol anotado por Nondas ou Seixas. Nesse jogo o Paulistano era formado pelos seguintes jogadores
Nestor, Clodoaldo, Barthô; Abate, Nondas, Villela; Filó, Roque, Arthur Friedenreich, Seixas e Castro I.[4][5]
  • Juiz: Mariano Procópio (vice-presidente do Paulistano)
  • Gols: Nondas ou Seixas (1)
  • Paulista(SC): Milburgues, Milori e Corisco; Schuracchio, Branco e Max; Mario, Armandinho, Alberto, Julio e Romeu
  • Paulistano(SP): Nestor, Clodoaldo e Barthô; Abate, Nondas e Villela; Daltro (Castro I), Seixas, Friedenreich, Roque e Filó

Jogos de campeonatos e títulos[editar | editar código-fonte]

Campeonato Amador do Interior de São Paulo de 1923 - APEA[editar | editar código-fonte]

Torneio Martins Pimenta de 1925[editar | editar código-fonte]

  • 8 de fevereiro de 1925 - XV de Jaú 4–2 Paulista (em Jaú-estádio 7 de setembro)

Campeonato Amador do Interior de São Paulo de 1925 - 2ª Região - APEA[editar | editar código-fonte]

Participantes
Paulista EC, Palestra Italia EC, AE Velo Clube e Rio Claro FC
  • 21 de junho de 1925 - Rio Claro Fc x AE Velo Clube
  • 21 de junho de 1925 - Palestra Italia EC x Paulista EC[6]
  • 21 de junho de 1925 - Rio Claro Fc x AE Velo Clube
  • 5 de julho de 1925 - Velo Clube 2–0 Paulista
  • Eliminado - (Campeão final foi o Velo Clube) [7]
  • 21 de junho de 1925 - Palestra Italia EC x Paulista EC

Campeonato Amador do Interior de São Paulo de 1926 - 3ª Região - APEA[editar | editar código-fonte]

Participantes
Paulista EC, Palestra Italia EC, AE Velo Clube e Rio Claro FC
  • 16 de janeiro de 1927 - Palestra Italia EC x AE Velo Clube[8]

Torneio Cruz Azul de 1927[editar | editar código-fonte]

Campeonato Paulista Amador do Interior de Futebol de 1931 - APEA – 7ª região[9][editar | editar código-fonte]

Com mais de 30 participantes divididos em regiões
  • Paulista EC
  • Ruy Barbosa FC
  • Paulista FC de Araraquara
  • AA Cravinhos
  • Mirassol
  • Comercial FC de Ribeirão Preto
  • Velo Clube Rioclarense
  • Floresta de Amparo
  • Amparo de Amparo
  • XV de Piracicaba
  • XV de Jaú
Segunda fase - campeão da ?.ª região x campeão da 7.ª região Ruy Barbosa FC
  • Mirassol WO–0 Ruy Barbosa (em Bebedouro)
Campeão geral
  • XV de Piracicaba 2–1 AA Cravinhos (em São Paulo)

Campeonato Amador de São Carlos de 1931[editar | editar código-fonte]

Resultado da competição entre: São Carlos FC, EC Corinthians Sancarlense, Democrata FC e Flor de Maio FC

  • Paulista - Campeão invicto no time principal e campeão no 2.º quadro
Campeonato Regional de 1933

Resultado

Campeonato Amador do Interior de São Paulo de 1942 - FPF – 22.ª região[editar | editar código-fonte]

Participantes:

  • Paulista EC
  • Lápis Dois Martelos EC
  • Clube Comercial
  • Corinthians Comercial FC
  • EC Pavilhão 15 de Novembro
Segunda fase - campeão da 3ª região x campeão da 22ª região Paulista
  • 4 de dezembro de 1942 - Lusitana FC (Bauru) 4–1 Paulista (em Bauru)

Campeonato Amador do Interior de São Paulo de 1944 - FPF – ??.ª região[editar | editar código-fonte]

Resultados
  • 3 de setembro de 1944 - Paulista 3–0 AA Barra Bonita [10]
  • 10 de setembro de 1944 - AA Barra Bonita 2–1 Paulista
  • 17 de setembro de 1944 - Paulista 2–1 Descalvadense
  • 24 de setembro de 1044 - Descalvadense 3–1 Paulista

Campeonato Amador do Interior de São Paulo de 1946 - FPF – 06.ª região - 3.ª zona[editar | editar código-fonte]

Participantes:

Participou fase seguinte contra o Clube Atlético Taquaritinga
  • 14 de julho de 1946 - Taquaritinga ?x? Paulista

Campeonato Amador do Interior de São Paulo de 1947 - FPF – Setor 23 - 6.ª zona[editar | editar código-fonte]

Participantes:

  • Associação Atlética Pederneiras (Pederneiras)
  • Associação Atlética Mocoembu (Dois Córregos)
  • Clube Atlético Brotense (Brotas)
  • Paulista Esporte Clube (São Carlos)
  • Associação Atlética Barra Bonita (Barra Bonita)

Campeonato Amador de São Carlos[editar | editar código-fonte]

  • Paulista - Campeão em 1931 (invicto), 1942, 1944, 1945, 1946 e 1947

Jogos amistosos[editar | editar código-fonte]

Futebol profissional[editar | editar código-fonte]

O clube foi o pioneiro no futebol na região de São Carlos, onde disputou vários campeonatos. O clube que nasceu com o apoio dos funcionários da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, como vários outros clubes por onde a ferrovia chegava.

Plantel de jogadores lembrados[editar | editar código-fonte]

  • Julien Fauvel (*), Úlpio (*), Fia (*), Odracyr, Paulo Branco, Jaú, Cardoso, Celo, Guido, João do Biro, Nóca, Santo, Tião, Ricardinho, Pirilo, Ricardão, Corisco, Zuza, Zé Índio, Petroni, Brandãozinho, Ferrari, Albertinho Martins, Gervásio, e outros.

(*) Goleiro

Presidentes e dirigentes[editar | editar código-fonte]

  • Dr. Teixeira de Barros
  • Aldo de Cresci
  • Carlos Hugo Dornfeld
  • Luiz Stevan de Siqueira Neto
  • Vicente Gagliardi
  • Juvenal Jacques
  • Arnaldo Gomes
  • Raul de Moraes
  • Germano Graeser
  • Gilberto Leão
  • Olivio Acaccio
  • Arlindo Sarmento
  • José Martins Dias
  • Douvidor Cunha
  • José dos Santos

Outros esportes[editar | editar código-fonte]

O clube possuiu um grande atleta, tratava-se de Petrere, que competia em várias modalidades do atletismo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Almanaque Esportivo Olimpicus - 4ª edição
  • Jornal de São Carlos, Cidade de São Carlos - 5 de novembro de 1917
  • Jornal Estado de São Paulo
  • Jornal de Santos, A Tribuna
  • Arquivo do Santos Futebol Clube
  • Arquivo do Clube Atlético Paulistano
  • Revista Lance, Almanaque do Corinthians
  • Revista Lance, Almanaque do Palmeiras
  • Página oficial do São Carlos Clube
  • RSSSF

‏‎