Predefinição:Campeões do Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ano Final 3º lugar 4º lugar Número de participantes
Campeão Placar(es) Vice
1981
Detalhes
Rio de Janeiro
Olaria
4 – 0
0 – 1
Pernambuco
Santo Amaro
Mato Grosso
Dom Bosco
Minas Gerais
Guarani-MG
24
19821987 Não houve disputa.
1988
Detalhes
São Paulo
União São João
1 – 1
2 – 2
Minas Gerais
Esportivo de Passos
Paraíba
Botafogo-PB
Santa Catarina
Marcílio Dias
43
1989 Não houve disputa.
1990
Detalhes
Goiás
Atlético Goianiense
0 – 0
0 – 0
3 – 2 (pen)
Minas Gerais
América Mineiro
Paraná
Paraná
Rio Grande do Norte
América de Natal
30
1991 Não houve disputa.
1992
Detalhes
Pará
Tuna Luso
2 – 0
3 – 1
Bahia
Fluminense de Feira
Amazonas
Nacional-AM
Paraná
Matsubara
31
1993 Não houve disputa. (ver seletiva para Série B de 1994)
1994
Detalhes
São Paulo
Novorizontino
1 – 0
5 – 0
São Paulo
Ferroviária
Minas Gerais
Uberlândia
Bahia
Catuense
41
1995
Detalhes
São Paulo
XV de Piracicaba
2 – 0
1 – 0
Rio de Janeiro
Volta Redonda
Distrito Federal (Brasil)
Gama
Goiás
Atlético Goianiense
107
1996
Detalhes
Goiás
Vila Nova Cscr-featured.png
2 – 1
1 – 0
São Paulo
Botafogo-SP
Santa Catarina
Figueirense
Pernambuco
Porto
58
1997
Detalhes
Maranhão
Sampaio Corrêa Cscr-featured.png
[nota 1] São Paulo
Juventus
São Paulo
Francana
Minas Gerais
Tupi
64
1998
Detalhes
Santa Catarina
Avaí
[nota 1] São Paulo
São Caetano
Goiás
Anapolina
Sergipe
Itabaiana
66
1999
Detalhes
Rio de Janeiro
Fluminense
[nota 1] Amazonas
São Raimundo-AM
Espírito Santo (estado)
Serra
Pernambuco
Náutico
36
2000
Detalhes
Foram disputados os módulos Verde e Branco da Copa João Havelange, mas estas competições não são reconhecidas como Série B pela CBF.[nota 2] 55
2001
Detalhes
São Paulo
Paulista
[nota 1] São Paulo
Mogi Mirim
Ceará
Guarany de Sobral
Goiás
Atlético Goianiense
65
2002
Detalhes
Distrito Federal (Brasil)
Brasiliense
[nota 1] São Paulo
Marília
Minas Gerais
Ipatinga
Amazonas
Nacional-AM
61
2003
Detalhes
São Paulo
Ituano
[nota 1] São Paulo
Santo André
Paraíba
Botafogo-PB
Paraíba
Campinense
93
2004
Detalhes
São Paulo
União Barbarense
[nota 1] Distrito Federal (Brasil)
Gama
Rio de Janeiro
Americano
Ceará
Limoeiro
60
2005
Detalhes
Pará
Remo
[nota 1] Rio Grande do Norte
América de Natal
Minas Gerais
Ipatinga
Rio Grande do Sul
Novo Hamburgo
63
2006
Detalhes
Santa Catarina
Criciúma
[nota 3] Bahia
Vitória
Minas Gerais
Ipatinga
São Paulo
Grêmio Barueri
63
2007
Detalhes
São Paulo
Bragantino
[nota 3] Bahia
Bahia
Goiás
Vila Nova
Rio Grande do Norte
ABC
64
2008
Detalhes
Goiás
Atlético Goianiense
[nota 3] São Paulo
Guarani
Paraíba
Campinense
Rio de Janeiro
Duque de Caxias
63
2009
Detalhes
Minas Gerais
América Mineiro
3 – 1
1 – 0
Alagoas
ASA
Ceará
Icasa
São Paulo
Guaratinguetá
20
2010
Detalhes
Rio Grande do Norte
ABC
1 – 0
0 – 0
Minas Gerais
Ituiutaba
Santa Catarina
Criciúma
Pernambuco
Salgueiro
20
2011
Detalhes
Santa Catarina
Joinville
3 – 1
4 – 0
Alagoas
CRB
Minas Gerais
Ipatinga
Rio Grande do Norte
América de Natal
20
2012
Detalhes
São Paulo
Oeste
0 – 0
2 – 0
Ceará
Icasa
Santa Catarina
Chapecoense
Pará
Paysandu
20
2013
Detalhes
Pernambuco
Santa Cruz
0 – 0
2 – 1
Maranhão
Sampaio Corrêa
Mato Grosso
Luverdense
Goiás
Vila Nova
21
2014
Detalhes
Rio de Janeiro
Macaé
1 – 1
3 – 3
Pará
Paysandu
São Paulo
Mogi Mirim
Alagoas
CRB
20
2015
Detalhes
Goiás
Vila Nova
0 – 1
4 – 1
Paraná
Londrina
Minas Gerais
Tupi
Rio Grande do Sul
Brasil de Pelotas
20
2016
Detalhes
Minas Gerais
Boa Esporte
1 – 1
3 – 0
São Paulo
Guarani
Rio Grande do Norte
ABC
Rio Grande do Sul
Juventude
20
2017
Detalhes
Alagoas
CSA
2 – 1
0 – 0
Ceará
Fortaleza
São Paulo
São Bento
Maranhão
Sampaio Corrêa
20
2018
Detalhes
Paraná
Operário-PR
3 – 3
1 – 0
Mato Grosso
Cuiabá
São Paulo
Botafogo-SP
São Paulo
Bragantino
20
Cscr-featured.png Conquistou o título de forma invicta.

Notas[editar código-fonte]

  1. a b c d e f g h Não houve partida final. Foi disputado um quadrangular final para decidir o campeão e as duas equipes que seriam promovidas para a Série B no ano seguinte.
  2. Em 2000, foram disputados os módulos Verde e Branco da Copa João Havelange, de igual equivalência. Na fase final, o Malutrom sagrou-se campeão. Porém, apesar destas competições serem consideradas por muitos autores como sendo a edição da Série C de 2000, a CBF nunca reconheceu-a como tal. A entidade alega que esses torneios se tratou apenas de módulos da competição que representou o Campeonato Brasileiro daquele ano.[1][2]
  3. a b c Não houve partida final. Foi disputado um octogonal final para decidir o campeão e as quatro equipes que seriam promovidas para a Série B no ano seguinte.

Referências

  1. «Campeões - Campeonato Brasileiro Série C». CBF. Consultado em 8 de novembro de 2018. 
  2. «Campeões do Brasileiro Série C». Campeões do Futebol. Consultado em 8 de novembro de 2018.