Imigração chinesa no Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
China Sino-brasileiros Brasil
População total

Cerca de 200.000 (0.1% da população brasileira)

Regiões com população significativa
São Paulo - Rio de Janeiro - Recife - Teresina - Petrolina
Línguas
Chinês e Português
Religiões
Budismo e Taoismo

A imigração chinesa no Brasil teve início em 1860, quando Portugal organizava em sua colônia de Macau a vinda dos primeiros chineses para o país. Depois, eles vieram para desenvolver o cultivo do chá em São Paulo e para trabalhar na implantação da ferrovia no Rio de Janeiro, capital do país na época.

D. João VI autorizou a entrada de dois a três mil agricultores chineses, porém aproximadamente 400 imigraram, sendo logo em seguida, enviados às plantações experimentais de chá do Jardim Botânico e da Fazenda Imperial de Santa Cruz, no Rio de Janeiro. [1] Em 1882 a Companhia de Comércio e Imigração Chinesa foi fundada, trazendo mais de mil chineses para trabalhar em uma mina em São João Del Rei.[2]

A primeira entrada oficial de chineses em São Paulo ocorreu em 15 de agosto de 1900. O grupo era formado por 107 pessoas que, viajando no vapor Malange, procedente de Lisboa, desembarcou no Rio de Janeiro, sendo conduzido em seguida para a Hospedaria de Imigrantes na cidade de São Paulo.

Porém, o grande fluxo da imigração chinesa se deu a partir da década de 1950. Os principais motivos dessa migração foram as guerras que estavam ocorrendo na China, e que ocasionavam a falta de alimentos no país. A imigração chinesa voltou a crescer, a partir de 1949, com a implantação do comunismo na China, quando um grande número de chineses mudou-se para Taiwan e logo em seguida buscaram um novo país no estrangeiro, grande número imigrando para o Brasil. [2]

Desde o fim da década de 1990 a quantidade de imigrantes chineses vem aumentado bastante, eles têm como principal área de atuação o comércio, lojas e pastelarias são os principais ramos onde eles trabalham. No Rio de Janeiro por exemplo 20% das lojas do SAARA (conhecida sociedade de comerciantes do Centro do Rio) era dominada por chineses quando em 1995 só haviam duas.

Referências

  1. LEITE, José Roberto Teixeira (1999). Introdução: A China no Brasil. In: ______. A China no Brasil: influências, marcas, ecos e sobrevivências chinesas na sociedade e na arte brasileiras. Campinas: Ed. da Unicamp. pp. 9–24 
  2. a b MEI, Wu Xiao (2008). «Linguagem, Interação Social e Cultura: alternância de código chinês-português por imigrantes chineses no Rio Grande do Sul». UCS. Consultado em 15 de maio de 2013 
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Brasil
Ícone de esboço Este artigo sobre o Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre a China é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.