Orlando Pereira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Orlando Pereira
Nascimento 22 de janeiro de 1949
Santos
Morte 4 de setembro de 1999 (50 anos)
São Vicente
Cidadania Brasil
Ocupação futebolista

Orlando Pereira, mais conhecido como Orlando Lelé ou também Orlando Amarelo (Santos, 22 de janeiro de 1949São Vicente, 4 de setembro de 1999) foi um futebolista brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi um dos grandes laterais do futebol brasileiro. Jogava na lateral direita e cobrava faltas muito bem. Polêmico como poucos, não aliviava nas divididas, fazendo vítimas como o ponta esquerda Júlio César "Uri Geller".

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a sua carreira no Santos Futebol Clube em 1972, transferindo-se depois para o Coritiba Foot-Ball Club em 1973.[1]

Na cidade do Rio de Janeiro começou no America em 1974. Atuou depois pelo Vasco, entre 1977 e 1981. Ele chegou a jogar na seleção brasileira. Morreu devido a uma embolia pulmonar ou um ataque cardíaco.[2]

Autor do gol do título do América na final da Taça Guanabara de 1974, clube pelo qual brilhou antes de se transferir para o Vasco, em 1977, tendo atuado depois pela Udinese Calcio, da Itália.[3]

Foi treinador de vários clubes pelo país, tais como: Jabaquara, Goiatuba entre 1992-1996, Vila Nova em 1997, Portuguesa Santista em 1997 e Gama entre 1998-1999.[4]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Treinador
  • Campeão goiano de 1992, pelo Goiatuba

Referências