Papa Marinho I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Marinho I
108º papa
Nascimento Roma, Itália,
830
Eleição 16 de Dezembro de 882
Fim do pontificado 15 de maio de 884 (1 ano)
Morte 15 de maio de 884 (54 anos)
Antecessor João VIII
Sucessor Adriano III
Listas dos papas: cronológica · alfabética

O Papa Marinho I (ou Marino I; mais tarde considerado o Papa Martinho II), era romano e foi eleito em 16 de Dezembro de 882, governando por apenas dois anos.

Há razões para acreditar que Marinho foi eleito no próprio dia da morte do Papa João VIII e que foi consagrado sem esperar o consentimento do incompetente imperador, Carlos, o Gordo.[1]

Era filho de um sacerdote chamado Palumbo e nasceu em Gallese. Entrou para a Igreja de Roma aos 12 anos. O Papa Leão IV ordenou-o subdiácono e depois de ter sido ordenado diácono participou em três embaixadas importantes a Constantinopla. Na segunda, em 869, era um dos legados do Papa Adriano II ao Oitavo Concílio Ecuménico. O Papa João VIII fê-lo bispo de Caere (Cerveteri), tesoureiro da Igreja de Roma e arquidiácono. Na terceira viagem que fez a Constantinopla acabou preso por defender firmemente as instruções que levava.[2]

Pressionou Basílio I, o Macedônio, imperador do oriente, contra os cismáticos na controvérsia de Fócio. Acredita-se que morreu envenenado, depois de ter querido acalmar as desavenças italianas. Morreu em 15 de maio de 884.

Referências


Precedido por
João VIII
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

108.º
Sucedido por
Adriano III


Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.