Papa Félix I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Félix I
26º papa
Nascimento Roma, Itália, data desconhecida
Eleição 5 de janeiro de 269
Fim do pontificado 30 de dezembro de 274 (5 anos)
Morte 30 de dezembro de 274
Antecessor Dionísio
Sucessor Eutiquiano
Listas dos papas: cronológica · alfabética

Papa Félix (? — 274) foi eleito papa em 5 de Janeiro de 269, permanecendo no Trono de São Pedro até o dia 30 de Dezembro de 274, sucedendo Papa Dionísio[1]. Santo da Igreja Cristã, nasceu em Roma, sendo as informações sobre sua vida poucas e confusas.

Interveio na questão da deposição de Paulo de Samósata, condenado por suas doutrinas trinitárias e cristológicas no Sínodo de Antioquia (268). O Liber Pontificalis atribui-lhe um decreto com que se autorizava a celebração da missa sobre os túmulos dos mártires.

Juntou-se aos fiéis nas catacumbas, para escapar à perseguição do Imperador Aureliano. Iniciou o sepultamento dos mártires sob o altar e a celebração da missa sobre seu túmulos. Segundo a tradição, o papa de número 26 teria morrido martirizado em 30 de dezembro de 274, sepultado na Catacumba de São Calisto, na Via Ápia[2], e sucedido por São Eutiquiano (275-283).

Referências

  1. Annuario Pontificio 2008 (Libreria Editrice Vaticana 2008
  2. "Hic fecit basilicam in Via Aurelia, ubi et sepultus est"


Precedido por
Dionísio
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

26.º
Sucedido por
Eutiquiano
Ícone de esboço Este artigo sobre um papa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.