Rodrigo Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rodrigo Mendes
Informações pessoais
Nome completo Rodrigo Fabiano Mendes
Data de nasc. 9 de agosto de 1975 (42 anos)
Local de nasc. Uberaba (MG),  Brasil
Altura 1,80 m
Canhoto
Apelido Rodrigo América
Informações profissionais
Clube atual Brasil Ivoti
Posição Ex-Atacante
Clubes de juventude
1987–1990
1991–1992
Brasil Nacional de Uberaba
Brasil Flamengo
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1993–1995
1996
1996–1997
1997
1998
1998
1999–2000
2001–2003
2003
2003–2004
2005–2007
2007–2008
2008
2009
2009
2009–2010
Brasil Flamengo
Brasil Grêmio
Japão Kashima Antlers
Brasil Flamengo
Brasil Grêmio
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Flamengo
Brasil Grêmio
Japão Oita Trinita
Flag of the United Arab Emirates.svg Al Ain
Flag of Qatar.svg Al-Gharrafa
Brasil Grêmio
Flag of the United Arab Emirates.svg Sharjah FC
Brasil Fortaleza
Brasil Internacional
Brasil Novo Hamburgo

Rodrigo Fabiano Mendes, ou simplesmente Rodrigo Mendes (Uberaba, 9 de agosto de 1975), é um ex-futebolista brasileiro. Atuava como atacante. Atualmente, é treinador dos Juniores do E.C. Novo Hamburgo, do Rio Grande do Sul.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Após passar pela categoria infantil do Nacional de Uberaba, time de sua cidade natal, Rodrigo Mendes chegou ao Flamengo no início de 1991. Passou por todas as categorias de base do Flamengo conquistando vários títulos. Se profissionalizou em 1993 e estreou aos dezessete anos na equipe profissional, disputando o Torneio Rio-São Paulo, o Campeonato Brasileiro e alguns torneios internacionais em Portugal, Itália, Espanha e África do Sul.

Em 1994, ainda servindo as categorias de base Rodrigo Mendes não teve muitas oportunidades na equipe principal, mesmo assim conquistou seu primeiro título em competição disputada na Malásia contra o Bayern Munique.

Em 1995, as coisas melhoraram, Rodrigo jogou muito mais e foi importante na conquista da Taça Guanabara, no vice-campeonato carioca, e no vice-campeonato da Supercopa Libertadores, em torneios internacionais no Japão e na China e no Campeonato Brasileiro ao lado de Romário, Sávio e Edmundo.

No início de 1996, Rodrigo foi contratado pelo Grêmio, clube pelo qual participou da conquista do Campeonato Gaúcho daquele ano. Em seguida, mudou-se para o Japão, onde foi jogar no Kashima Antlers, levado por Zico, para substituir Leonardo, que estava se transferindo para o Paris Saint-Germain. Rodrigo Mendes brilhou na conquista inédita do primeiro título do Kashima Antlers da J-League, ao lado de Jorginho (campeão mundial em 1994, Mazinho e Bismarck) seguido de uma Copa Nabisco e uma Super Xerox Cup, em 1997.

No retorno ao Brasil, Rodrigo terminou a temporada de 1997 atuando pelo Flamengo e chegando às semifinais do Campeonato Brasileiro.

Em 1998, Rodrigo Mendes foi emprestado ao Atlético Paranaense, clube no qual conquistou o título de Campeão Paranaense. No segundo semestre, o atleta se transferiu novamente ao Grêmio se consagrando como o artilheiro do Grêmio no Campeonato Brasileiro e um dos principais jogadores da equipe que chegou às quartas-de-finais do Brasileirão.

No retorno ao Flamengo após o final do empréstimo ao Grêmio, Rodrigo Mendes teve muita dificuldade em se firmar como titular. Mesmo assim, ele foi o jogador que mais atuou durante o Campeonato Carioca. Após a conquista da Taça Guanabara, Rodrigo fez o gol do título, na grande final, contra o Vasco da Gama.

Após um fraco Campeonato Brasileiro, o Fla ainda Conquistaria o título inédito da Copa Mercosul onde Rodrigo Mendes se destacaria com gols importantes, contra Colo-Colo(Chile) e nas finais contra o poderoso Palmeiras, numa virada histórica dentro do Parque Antártica.

Em 2000, Rodrigo conquistou a Taça Rio e o bicampeonato carioca, novamente contra o Vasco. Um novo empréstimo ao Grêmio no segundo semestre e Rodrigo Mendes teve que buscar seu espaço num time que tinha como principal estrela Ronaldinho Gaúcho, alem de Zinho, Paulo Nunes, Danrlei, Roger, Tinga, Anderson Polga, Anderson Lima entre outros, terminando o ano após uma derrota para o São Caetano nas semifinais do Torneio João Havelange.

Então em 2001 Rodrigo Mendes conseguiu finalmente brilhar. Foi importante nas conquistas do Campeonato Gaúcho de 2001 e da Copa do Brasil de 2001e um dos artilheiros do Grêmio na temporada.

Em 2002 Rodrigo Mendes entrou para a história do tricolor gaúcho se tornando artilheiro da Libertadores da América(10 jogos e 10 gols), fato feito apenas por Jardel na campanha de 1995, e fazendo o gol da vitória no clássico Grenal do Brasileiro(1x0). Terminou a temporada como semifinalista da Libertadores e do Campeonato Brasileiro, e como um dos artilheiros da equipe gaúcha na temporada ao lado de Rodrigo Fabri com 25 gols.

Em 2003 Rodrigo Mendes se transferiu para o Oita Trinita do Japão, e durante os 7 meses que ficou lá, jogou 21 jogos oficiais e amistosos marcando 8 gols.

Ainda em 2003, se transferiu para o Al Ain Club dos Emirados Árabes Unidos, conquistando o título inédito da Champions League Asia Cup 2002/2003, a UAE League 2003/2004 e sendo o artilheiro da Super Cup com 12 gols. Rodrigo Mendes jogou 32 jogos e marcou 22 gols.

Depois de uma temporada de sucesso nos Emirados Árabes, Rodrigo Mendes se transferiu para o Al Gharafa Sports Club do Qatar, sendo campeão da Qatar League e Vice Campeão da Super Cup 2004/2005.(jogou 27 jogos e marcou 18 gols)

Na temporada 2005/2006 foi campeão da Sheik Jassin Cup, terminou a liga em sexto lugar e foi Vice Campeão da Emir Cup.(jogou 20 jogos e marcou 10 gols) Na temporada 2006/2007 foi Vice Campeão da Liga e da Super Copa.(jogou 20 jogos e marcou 10 gols).

Em 26 de agosto 2007, foi contratado novamente pelo Grêmio, na sua quarta passagem pelo clube. Entretanto, rompeu os ligamentos cruzados do joelho, só voltando aos treinos em março de 2008.

Rodrigo Mendes voltou a jogar pelo Grêmio, no dia 26 de abril de 2008, em jogo-treino o Sport Club Ivoti. A torcida fez a festa com a entrada de um importante jogador da história do Tricolor. Mesmo visivelmente sem as melhores condições físicas, fez boas partidas, marcando dois gols (contra Santos e Sport Recife) e sofrendo um penalti no Grenal. Em 24 de julho de 2008, foi negociado com o Sharjah FC do Irã.

Em 2009 foi tricampeão cearense pelo Fortaleza, e em 2009 ele sofreu uma leve lesão e foi para o Grêmio onde não foi aceito para fazer o tratamento, depois disso ele foi para o Beira-Rio onde foi recebido pelo Internacional.

Em 17 de setembro de 2009, Rodrigo Mendes acertou contrato com o E.C. Novo Hamburgo, do Rio Grande do Sul, para jogar a Copa Artur Dallegrave. Participou da boa campanha do clube no Campeonato Gaúcho de 2010, chegando a final da Taça Fernando Carvalho, sendo o Novo Hamburgo derrotado pelo Grêmio. Encerrou a carreira em 2010, no Novo Hamburgo.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo

Grêmio

Kashima Antlers

Atletico PR

Al Ain

Al-Gharafa

Fortaleza

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Referências