Vasco da Gama (bairro do Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vasco da Gama
—  Bairro do Brasil  —
Cadeiras sociais do Estádio Vasco da Gama, localizado no centro do bairro Vasco.
Cadeiras sociais do Estádio Vasco da Gama, localizado no centro do bairro Vasco.
Vasco da Gama.svg
Distrito Centro e Centro Histórico[1]
Criado em 8 de setembro de 1998
Área
 - Total 86,31 ha (em 2003)
População
 - Total 15,482 (em 2 010)[2]
 - IDH 0,833[3] (em 2000)
Domicílios 5.913 (em 2010)
Limites Bairro Imperial de São Cristóvão, Benfica e Caju[4]
Subprefeitura Centro e Centro Histórico[1]
Fonte: Não disponível

Vasco da Gama é um bairro de classe média e média baixa da Zona Central da cidade do Rio de Janeiro. Criado em homenagem ao centenário do Club de Regatas Vasco da Gama, em 1998, é onde se localiza a sede e o famoso estádio do clube, popularmente chamado de Estádio São Januário, em virtude da Rua São Januário, que margeia o estádio; sendo desmembrado da parte leste do Bairro Imperial de São Cristóvão.

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,833, o 64º melhor da cidade do Rio de Janeiro (analisado junto com o bairro de São Cristóvão).[5]

História[editar | editar código-fonte]

Estima-se que os primeiros moradores chegaram à área onde hoje é o Vasco da Gama por volta de 1920, em sua maioria imigrantes portugueses. Em função disso, hoje localizam-se também dentro do bairro algumas indústrias e vasto comércio, porém a desordem pública de forma geral como violência, mal-conservação e moradores de rua; estão presentes no Vasco bem como em todos os bairros da Zona Central. Atualmente está sendo revitalizada pela prefeitura: e sendo indiretamente afetado pelo programa Porto Maravilha.

O bairro foi criado a partir de um projeto de lei do vereador Áureo Ameno,[6] um radialista vascaíno em primeiro mandato,[7] e sancionado pelo prefeito Luiz Paulo Conde.

Até então não havia a ideia de que ali fosse um bairro à parte e a noção de bairro Vasco da Gama foi introduzida naquele instante. O bairro de São Cristóvão, sempre foi considerado grande, e em virtude disso, sempre foram utilizadas outras referências geográficas, entre as quais a Rua São Januário, utilizada como referência em transportes públicos, e citada na música "O bonde de São Januário", de Wílson Batista e Ataulfo Alves.[8] Esse fato, juntamente com centenário do clube, foi motivador do desmembramento sofrido por São Cristóvão.

Vasco da Gama faz parte da VII Região administrativa (São Cristóvão), na Zona Central. Bairros integrantes da região administrativa são: Benfica, Mangueira, São Cristóvão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]