Penha Circular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Penha Circular
—  Bairro do Brasil  —
Penha Circular.svg
Criado em 23 de julho de 1981
Área
 - Total 462,34 ha (em 2003)
População
 - Total 47 816 (em 2 010)[1]
 - IDH 0,826[2] (em 2000)
Domicílios 17 404 (em 2010)
Limites Cordovil, Brás de Pina, Vila da Penha, Vila Kosmos, Engenho da Rainha, Olaria e Penha[3]
Fonte: Não disponível

Penha Circular é um bairro da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

Seu IDH, no ano 2000, era de 0,826, o 72º melhor da cidade do Rio de Janeiro.[4]

Faz limite com os bairros de Cordovil, Brás de Pina, Vila da Penha, Vila Kosmos, Engenho da Rainha, Olaria e Penha.[5]

História[editar | editar código-fonte]

A sua existência é ignorada por muitos, que acabam incluindo-o no bairro da Penha.

O Hospital Getúlio Vargas e o Parque Ary Barroso fazem parte de suas delimitações, assim como a Comunidade Morro da Caixa d'Água.

Diferente do vizinho Brás de Pina, este bairro tem um litoral, localizado depois da Avenida Brasil, onde se situa a favela Kelson's.

Localizava-se no bairro uma das praias mais famosas da Zona Norte do Rio, onde a população de bairros próximos como Brás de Pina e Cordovil ia banhar-se, e até de bairros mais distantes, como Jardim América e Vigário Geral.

Hoje em dia a praia não é mais própria para o banho, e a antiga favela cresceu muito, tornando o litoral da Penha Circular um local de águas fétidas e escuras, repletas de esgotos, onde alguns pescadores ainda tentam sobreviver. Fica um pouco antes da Praia de Ramos.

Dados do bairro[editar | editar código-fonte]

Faz parte da XI Região Administrativa do Rio de Janeiro (Penha).

Bairros integrantes desta região administrativa são: Brás de Pina, Penha, e Penha Circular.

Referências