Vargem Grande (bairro do Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vargem Grande
Mapa da região da Subprefeitura da Barra, incluindo Vargem Grande
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Área: 3 938,04 hectares (2003)
Fundação: 23 de julho de 1981
IDH: 0,746[1] (em 2000)
Habitantes: 14 039 (em 2010)[2]
Domicílios: 5 925 (em 2010)
Limites: Senador Camará, Campo Grande, Guaratiba,
Barra de Guaratiba, Recreio dos Bandeirantes,
Vargem Pequena, Camorim e Jacarepaguá[3]
Região Administrativa: XXIV R.A.(Barra da Tijuca)

Vargem Grande é um bairro de classe média da região da Barra da Tijuca, na Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. O ponto culminante da cidade, o Pico da Pedra Branca[4] , se localiza no seu limite com o bairro de Jacarepaguá[5] .

Faz limite com os bairros Senador Camará, Campo Grande, Guaratiba, Barra de Guaratiba, Recreio dos Bandeirantes, Vargem Pequena, Camorim e Jacarepaguá.[6]

Seu índice de desenvolvimento humano, no ano 2000, era de 0,746, o 116º colocado entre 126 regiões analisadas na cidade do Rio de Janeiro.[7]

História[editar | editar código-fonte]

O bairro é um dos que mais crescem atualmente na cidade do Rio de Janeiro, tendo passado de 9 306 habitantes, em 2000, para 14 039, em 2010. É também um dos que possuem maior área verde no Rio de Janeiro, com muita natureza em volta, que confere ao mesmo um clima bastante bucólico. No bairro, existem cachoeiras, sítios, haras e trilhas e boa parte de sua extensão é tomada pelo Parque Estadual da Pedra Branca, área de preservação ambiental. Também por ser um novo centro em gastronomia, Vargem Grande apresenta inúmeros restaurantes portugueses e italianos, além do parque aquático Rio Water Planet.

Além da vasta natureza, Vargem Grande apresenta um dos menores índices de violência da cidade do Rio de Janeiro e, por esse e outros fatores ligados a qualidade de vida, o bairro é residência de vários artistas famosos, que procuram por um lugar mais tranquilo e junto à natureza ou simplesmente pessoas em busca de uma vida mais tranquila e com bastante ar puro em volta.

Infelizmente, seguindo uma tendência de mal planejamento e crescimento urbano, possui várias áreas de ocupação ilegal com formação de algumas favelas e vilas de baixa renda, mas que, até o momento, não registram índice de presença criminosa, sendo apenas consideradas áreas humildes e que, muitas vezes, dividem espaço com condomínios altamente luxuosos e mansões.

Apesar dos problemas estruturais e de ser bastante longe do Centro da cidade, possui grande valorização imobiliária, seguindo os passos dos bairros vizinhos Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca. Praticamente não existem edifícios no bairro, apenas poucos e de pequeno tamanho. A maioria dos grandes condomínios são de casas.

Vargem grande é uma das poucas áreas do Rio de Janeiro onde a natureza ainda é expressiva e razoavelmente preservada e com um clima de cidade do interior, onde raramente se ouve falar em crimes constantes como no resto da cidade. Porém, se seguir o passo de crescimento desordenado que é praticado no restante da cidade, dificilmente conseguirá se manter no nível de preservação em que hoje se encontra.

Também concentra um grande número de artistas plásticos e um aclamado Centro Gastronômico que marcam presença no Festival de Arte e Gastronomia das Vargens, assim como artistas do bairro vizinho, Vargem Pequena.[8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]