Cláudio Barulho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cláudio Barulho
Informações pessoais
Nome completo Cláudio Custódio dos Santos
Data de nasc. 1944
Local de nasc. Pelotas,  Brasil
Grito de guerra Olha nóis aqui outra vez!
Informações profissionais
Escolas de samba
Anos Escolas
1980
1981
1982-1983
1984-1986
1987
1988
1989
1990-1993
1994
1995
1996
1997
1998
1999
2000
2002
2005
Copacabana
Embaixadores
Beija-Flor do Sul
Estado Maior da Restinga
Imperadores do Samba
Império da Zona Norte
Praiana
Estado Maior da Restinga
Filhos da Candinha
Praiana
União da Tinga
E.S da Rádio Gaúcha
Embaixadores
Estação Primeira da Figueira
Integração do Areal da Baronesa
Imperatriz Dona Leopoldina
Unidos da Vila Mapa

Cláudio Custódio dos Santos mais conhecido como Cláudio Barulho, é um Intérprete de samba-enredo e de samba de raiz brasileiro, radicado no Carnaval de Porto Alegre.


Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou em 1961, como baterista amador e percussionista na extinta orquestra do mestre Valdemarino, depois de dez anos como tarol-mestre na Banda Militar do Exército. Mais tarde, nas apresentações pelas casas noturnas, aproveitava os intervalos dos cantores profissionais para dar o seu recado.Se apresentou em diversas casas de espetáculo - Bar Batelão (do Lupicinio Rodrigues), Carinhoso, Clube da Saudade, Encouraçado Botequim, Corujão, Casarão do Samba, Sandália de Prata, entre outros.

Num período de 30 anos de avenida, passou por diversas escolas de samba de Porto Alegre.Com destaque para a sua passagem pela Estado Maior da Restinga onde conquistou um bicampeonato do carnaval em 1991 e 1992.[1][2] Em 1997 a rádio gaúcha criou uma escola de samba ficticia para comemorar os seus 70 anos e escolheu Cláudio Barulho para ser seu intérprete.[3] Gravou dois Cds, "Sou do Samba" e "Cantar Samba é", fazendo registro de sua trajetória. Atualmente Cláudio Barulho continua se apresentando cantando sambas de raiz pelos bares de Porto Alegre.[4]


Referências

  1. «LP 1991». Porto na Folia. Consultado em 12 de junho de 2017 
  2. «Puxadores de Samba - Vozes que Marcaram Época». Camarote Cultural. Consultado em 12 de junho de 2017 
  3. «Relembre o desfile dos 70 anos da Gaúcha». clic rbs. Consultado em 12 de junho de 2017 
  4. «Com a voz, levam alegria ao público». diário gaucho. Consultado em 12 de junho de 2017